Estou com depressão, e agora?

Categoria dos serviços do psicólogo: depressão
O que fazer se estou com depressão

A depressão é uma doença psicológica que abala a nossa autoestima, faz diminuir a nossa energia e parece acabar com toda e qualquer vontade que temos – inclusive a de procurar ajuda para resolver o problema. Receber este diagnóstico de um especialista pode ser chocante logo no início e, por isso, muitas pessoas ficam sem saber o que fazer ou como reagir. Mas é importante ter em mente que o diagnóstico é o primeiro passo para a cura e que, a partir dela, o paciente pode procurar formas de melhorar e de lutar contra a doença.

Os primeiros passos para lidar com a depressão

Depois de receber o diagnóstico por um especialista da saúde, a primeira coisa que se deve fazer é entender o que é a depressão e aceitá-la como uma doença que pode e deve ser tratada. As causas exatas das alterações intensas no humor geradas pela depressão ainda não são precisas, mas sabe-se que um desequilíbrio no funcionamento dos neurotransmissores está diretamente ligado a elas, assim como muitos outros fatores emocionais e psíquicos estão relacionados a esta doença de alta complexidade.

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo, para questões de depressão, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

É importante entender o que é a depressão para evitar que surjam sentimentos de culpa ou até mesmo vergonha por estar passando por esta situação: todos estamos suscetíveis a ela e não há razão para ter medo de assumi-la. Para algumas pessoas, esta tarefa é especialmente difícil por questões de orgulho e falta de conhecimento sobre o que realmente significa ter depressão, e nestes casos é de fundamental importância procurar conhecer mais sobre a doença.

Possibilidades de tratamento

O passo seguinte é lógico: analisar as possibilidades de tratar a depressão, de acordo com o seu médico e psicólogo. Neste momento, tenha em mente que existem diferentes formas de tratamento que vão se adequar melhor, dependendo da gravidade de cada caso e da capacidade de aceitação de cada um.

Em alguns casos, é recomendado o uso de medicamentos antidepressivos que ajudam a equilibrar os neurotransmissores e restaurar as percepções normais das emoções. No entanto, os medicamentos sozinhos não são suficientes para resolver o problema. Por se tratar de uma doença de origem tanto física quanto psicológica, é fundamental que um tratamento completo seja feito com o apoio de um psicólogo

Como um psicólogo pode ajudar?

A terapia é parte fundamental de qualquer tratamento para depressão. Um psicólogo capacitado ajuda a identificar as origens do problema, que podem ser surpreendentes até mesmo para o próprio paciente.

É importante ressaltar que, ao contrário do efeito dos psicoterápicos, os resultados da terapia demoram mais para serem sentidos. No entanto, eles são de longo prazo: duram mais por tratarem a raiz do problema.

Com o passar do tempo e conforme os problemas forem trabalhados em sessões com um psicólogo, o paciente deve recuperar a energia e o apetite, voltar a dormir bem e sentir mais motivação para atividades cotidianas. Entretanto, é preciso entender que a depressão é uma doença que não pode ser combatida por conta própria. A família e os amigos também são aliados importantes nestes momentos difíceis, mas é necessário poder contar com o apoio de profissionais capacitados que ajudem a enxergar a luz no fim do túnel.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.