Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Como falar para os meus pais que preciso de terapia?

Como falar para os pais que preciso de terapia

Se você está lutando com uma questão pessoal, pode não saber como abordar a necessidade que sente de fazer terapia com seus pais.

Talvez esteja preocupado que eles reajam mal ou façam um monte de perguntas. Muitos adolescentes passam por isso.

Quando se sente a necessidade de compartilhar problemas com um psicólogo, falar com seus pais é o primeiro passo para obter a ajuda que você precisa.

O que faz você pensar que você precisa de ajuda?

É importante parar por um momento e pensar, logicamente, sobre a razão pela qual você acha que precisa de ajuda de um psicólogo.

Sem dúvida você tem suas razões, mas é importante pensar criticamente sobre elas antes de conversar com os seus pais, e, mais tarde, com um psicólogo.

Escolha um momento de silêncio

Os Psicólogos

Conheça a equipe de psicólogos do nosso consultório. Confira o perfil e área de atuação de cada profissional.

A EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Escolha um momento de silêncio quando você estará livre de distrações. Se possível, deixe que seus pais saibam que há algo que você quer discutir, e reserve um tempo específico para ter essa conversa.

Evite os dias em que todos estão normalmente sob estresse ou emocionalmente esgotados, como no meio de uma semana agitada. É mais provável ter uma discussão frutífera se todo mundo estiver descansado.

Comece o assunto

Falar com seus pais sobre a sua necessidade de ver um terapeuta não tem de ser assustador. Diga algo simples, como “Eu preciso falar” ou “eu preciso de sua ajuda” para trazer à tona o tema.

Valor Consulta Psicóloga Cristiane






Não quero informar nome ou e-mail





Por exemplo, se seus pais perguntarem o que está errado, diga algo como: “Estou com alguns problemas e sinto que eu preciso falar com alguém de fora da família, como um terapeuta”.

Caso se sinta confortável compartilhando os problemas que você está enfrentando, deixe seus pais saberem como você se sente.

Se você está realmente preocupado que as coisas explodam quando você falar com seus pais, considere escrever-lhes uma carta e dar a eles algumas horas para digerir o assunto antes de falar.

Gerencie as reações

Quando você conversar com seus pais, é natural que eles tenham um monte de perguntas. Eles também podem reagir negativamente se não acreditarem no valor da terapia.

Se seus pais estão pressionando você para obter detalhes sobre questões pessoais, não há problema em dizer “É difícil compartilhar porque eu não estou realmente certo do que está acontecendo comigo. É por isso que eu preciso de ajuda de um terapeuta”.

Se os seus pais querem resolver o problema eles mesmos ou dizer-lhe que a terapia não é necessária, simplesmente diga “Eu já tentei resolver isso sozinho – Eu preciso da ajuda de alguém com uma perspectiva diferente e de fora da família”.

Conte com outro adulto

Como Escolher seu Psicólogo

Nesse guia completo você vai conhecer tudo sobre psicólogos e psicoterapia. A escolha do psicólogo certo para você envolve diversos fatores. Descubra aqui.

COMO ESCOLHER O SEU PSICÓLOGO

Se seus pais não são receptivos à ideia de uma terapia, considere pedir ajuda de outro adulto que você confia, como a sua madrinha, sua avó ou um tio.

Explique a situação e pergunte se essa pessoa seria capaz de falar com seus pais em seu nome.

Os pais não são perfeitos e eles podem demorar um pouco antes de darem o apoio que você merece.

Mas lembre-se: você não precisa passar por nenhum problema sozinho e seus pais só precisam de um pouco de tempo com esta nova informação antes de poderem aceitar e dar apoio a você.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Atendimento Infantil

    Atendimento Infantil
    Psicoterapia para Crianças - Atendimento infantil com os Psicólogos e Psicólogas da clinica de psicologia na zona sul de São Paulo. Veja o perfil dos profissionais.
  • Bullying na escola: conheça os tipos e saiba como lidar

    Bullying na escola: conheça os tipos e saiba como lidar
    Bullying é uma prática violenta que pode compreender uma série de atitudes agressivas praticadas de forma repetitiva por um aluno ou grupo de alunos contra um estudante específico ou mesmo um grupo.
  • Psicólogo e Educação dos Filhos

    Psicólogo e Educação dos Filhos
    O psicólogo tem um papel relevantes na educação dos filhos. Ele pode ajudar com terapia de crianças ou infantil ou ainda terapia familiar

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana F. Brotto

CRP 06/106524 – São Paulo

FORMAÇÃO

Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC