Alcoolismo

Categoria dos serviços do psicólogo: ajuda emocional
Psicólogo e Alcoolismo

O Alcoolismo é um vicio e/ou dependência causado pelo álcool e é considerado pela organização mundial de Saúde (OMS) uma doença.

Essa dependência normalmente se inicia de forma inocente com a pessoa bebendo socialmente, sem que nada pareça fazer mal. Porém, tempos depois, a pessoa percebe que beber virou uma rotina em sua vida, que isso já está começando a atrapalhar as atividades e relacionamentos no seu dia a dia.

Algumas pessoas começam a beber como uma forma de fuga, motivadas por uma decepção, frustração ou até mesmo para ajudar a absorver a pressão do dia a dia. A pessoa passa a encontrar alívio com a bebida.

Há outros fatores que influenciam como por exemplo a pessoa ter pré-disposição ao alcoolismo. Crianças e adolescentes que convivem com familiares que tem o costume de beber em excesso pode ser um desses fatores.

Efeitos do Alcool

Quando entrado na corrente sanguínea o álcool mexe diretamente com o cérebro, fazendo com que o individuo sinta uma espécie de euforia e alegria, e de certa forma conforto devido ao fato de esquecer os problemas.

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo, para buscar ajuda emocional, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

Por outro lado, o individuo que ingere álcool enfrenta sérios problemas de convivência, chega um momento em que a dependência ao álcool é tão intensa que o individuo não sente mais os seus efeitos, o que é chamado de tolerância ao álcool. Sendo assim ele não sabe a hora de parar e bebe mais do que deseja, fazendo com que ele interrompa suas atividades importantes.

Como o psicólogo pode ajudar

Na maioria das vezes o dependente do álcool se mostra muito resistente à terapia, não assume que é dependente e que precisa de ajuda, devido a isso chegam até o psicólogo ou outro profissional através da família ou amigos na maioria das vezes numa situação muito crítica da doença. O psicólogo surge com o papel reforçador na intenção de ouvi-lo e instrui-lo a respeito de como voltar a ter um convívio normal, voltar a se relacionar e se comportar.

Em muitas dos casos tratados no consultório, o paciente usou o álcool como automedicação, isso contra decepções, angustia e depressão. E o álcool fez com que o paciente perdesse parte da moral e caráter que possuía, sendo assim o psicólogo irá ajuda-lo a encontrar novamente os valores que se perderam e que possa estar apto a se relacionar em sociedade.

Pode fazer parte do tratamento de psicoterapia o apoio aos familiares, consiste na instrução para que eles saibam lidar com o dependente. Além do tratamento de psicoterapia, combinado com ele há o tratamento com medicação, isso porque devido a abstinência pode existir prováveis convulsões os medicamentos são para evitar as mesmas, também combinado a ele tem o acompanhamento de um nutricionista.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.