Horas de trabalho pouco tem a ver com carga horária

Categoria dos serviços do psicólogo: psicoterapia
Horas de trabalho pouco tem a ver com carga horária

Muita gente ainda acredita que carga horária significa horas de trabalho e, neste texto, falaremos sobre a diferença entre essas duas coisas e como buscar uma melhor organização no ambiente de trabalho, e, consequentemente, um aproveitamento e um rendimento ainda maiores.

A diferença

Carga horária: significa o tempo que foi determinado e contratado para que você esteja presente em seu local de trabalho.

Horas de trabalho: significa o tempo que realmente foi aproveitado e o tempo que você, de fato, fez coisas, desenvolveu, resolveu, organizou, etc.

Ou seja, não é porque alguém foi contratado para trabalhar oito horas por dia, necessariamente, esteja “praticando” o trabalho dentro dessas oito horas.

Isso é um problema?

Não necessariamente. Todo mundo necessita de um momento de descontração para esvaziar um pouco a cabeça e depois retomar aquele projeto que ficou estacionado, ou organizar, enfim, aquela gaveta que está há dias implorando por uma arrumação. Ir tomar um cafezinho com o colega ou mesmo sentar para bater papo é muito útil, já que tira das costas aquela sensação de pressão e de seriedade. Momentos de descontração servem para recarregar as energias e isso não pode passar batido.

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo para realizar psicoterapia, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

Torna-se um problema quando nota-se que tarefas estão sendo procrastinadas, quando uma sequência de falhas acontece e, principalmente, com coisas relativamente simples e rotineiras.

Mantendo a organização

Hoje é muito mais difícil usar a desculpa do esquecimento. Existem meios práticos e acessíveis de organização e lembretes que são utilizados justamente para otimizar a agenda do dia.

Existem pessoas que realmente têm dificuldade em achar uma maneira prática de controlar e organizar todas as suas pendências e tarefas, e isso vale também para a vida pessoal.

Então, como resolver?

Nem tudo está perdido! Se você é uma pessoa assim, que têm dificuldades em organizar e já pensou em muitas maneiras de resolver esse problema, a principal sugestão é tentar. Tentar todas as ferramentas possíveis. Agenda de papel? Agenda do celular? Lembrete por e-mail? Tentar e ver o que mais têm dado certo. Agenda de papel não deu? Então passe para a agenda do celular. Ah, a agenda do celular ajudou um pouco, mas, ainda sim, não o suficiente? Bom, esse pouco que foi útil pode ser uma ideia a se aperfeiçoar, basta um pouco mais de foco e, talvez, você tenha achado a solução para todos os problemas que envolvem falta de organização.

O mais importante é buscar otimizar o tempo e tentar minimizar o tempo perdido com coisas que não agregam. E, vejam bem, todas essas dicas servem tanto para o trabalho quanto para a vida pessoal.

Otimizando o tempo

No trabalho, otimizar o tempo é algo fundamental tanto para o próprio desenvolvimento quanto para os olhos dos superiores. Isso significa que otimizar o tempo está diretamente relacionado com o desempenho e o foco no trabalho.

Fazer uma lista com todos os afazeres do dia, da semana e do mês podem ser o principal passo para conseguir colocar em prática essas tarefas, além, claro, de não precisar contar somente com a memória. E, lembre-se: utilize sempre a ferramenta que melhor se adequa a seu perfil. Não é porque estamos num mundo voltado para a tecnologia que você precisa abandonar o papel a caneta, já que dessa forma você consegue se organizar melhor.

Colocando em prática!

Não se subestime. Às vezes pode parecer que as mil tarefas que você precisa executar jamais serão possíveis de se colocar numa lista – é tanta coisa, como vou escrever/ digitar tudo isso? Então, comecemos por aí. Organizar as tarefas em listas e – importante – em prioridades (ou prazos, etc.) é certamente o melhor primeiro passo que se pode dar. Anotar pendências, bem como quaisquer tipos de informações, é comprovadamente um método eficaz para que o cérebro se programe para conseguir desenvolver aquela tarefa. E isso, resumidamente, chama-se: organização!

Manter a organização, certamente, fará com que o dia-a-dia no trabalho seja muito mais proveitoso e digno de ser concluído com aquela deliciosa sensação de dever cumprido. Não esqueça a dica… Tente!

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.