Como desenvolver resiliência para crescer na carreira profissional

Categoria dos serviços do psicólogo: crescimento pessoal, crescimento profissional
Como desenvolver resiliência para crescer na carreira profissional

Cultivar a habilidade da resiliência pode ser de grande valia para crescer na carreira profissional. É que a facilidade de se adaptar a vários ambientes, a tolerância e o equilíbrio emocional mesmo em momentos de pressão são características cada vez mais reconhecidas e procuradas no mercado. Se você tem dificuldade para demonstrar tudo isso, talvez seja o momento de procurar o apoio de um psicólogo para poder colher os frutos que estas atitudes promovem na vida profissional.

Um exemplo de falta de resiliência é o que acontece com alguns profissionais que, em situações de pressão e estresse, perdem o controle de suas emoções. A resiliência é uma competência exercida pelos que têm consciência sobre suas próprias reações e atitudes diante de situações desafiadoras.

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo, para questões relacionadas a crescimento pessoal ou profissional, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

Crises e momentos de mudança

Atualmente, com a crise econômica que obriga as empresas a enxugarem seus quadros de funcionários, aumentando a competitividade, o ambiente de trabalho tem se tornado cada vez mais estressante. Os resilientes são aqueles que conseguem inovar, antecipar problemas, ser coerentes, produtivos, crescer e se desenvolver mesmo neste cenário.

Em situações de alto risco, como acontece não somente durante as crises, mas também quando as empresas passam por grandes mudanças, como fusões ou fechamentos de unidades, os líderes e demais funcionários são fortemente desafiados. Todos precisam ser capazes de enfrentar situações inesperadas e, muitas vezes, com consequências negativas.

Na engenharia, o termo resiliência é usado para se referir, por exemplo, a uma edificação cuja estrutura precisa ter força e, ao mesmo tempo, flexibilidade. É uma questão física, da qual a psicologia se apropriou fazendo uma analogia e transpondo o conceito para o mundo corporativo. Desta forma, os profissionais resilientes são os que encaram com equilíbrio as situações adversas e desafiadoras, sabendo depois como voltar à sua rotina normal.

Como desenvolver a resiliência

Desenvolver a resiliência para conviver melhor com os desafios cada vez mais presentes no mercado de trabalho não é tão complexo quanto se imagina. Uma dica é você procurar ser protagonista das situações, visualizando o que pode vir no curto prazo e antecipando tendências e fatos. Procure conhecer a real dimensão dos problemas que forem aparecendo no meio do caminho e saiba como separar quem você é do que você faz.

Construa sempre parcerias e relacionamentos consistentes, focando mais nas soluções do que nos problemas. Seja o mais criativo e inovador possível e vivencie os valores da empresa, suas crenças e seu próprio senso crítico. Assuma riscos e seja otimista, usando seu senso de humor para desarmar os pessimistas. Como se nota, são gestos simples, mas que podem trazer grandes resultados.

O segredo está em saber demonstrar as características de resiliência durante as situações mais complexas e de mudança, e não somente nos períodos mais confortáveis, estáveis e previsíveis. Se você ainda não sabe ou não consegue resistir e enfrentar bem as situações de estresse, transformando a energia gerada a partir de um problema em soluções criativas, procure a ajuda de um psicólogo.

Como um psicólogo pode ajudar?

Ele pode ajudá-lo a ficar mais forte e melhor preparado para os momentos de extrema competitividade, com metas ousadas e a exigência de resultados rápidos. Quando você passa a se conhecer melhor, sua autoestima aumenta e, com isso, vem a segurança para lidar com mais facilidade com a realidade de um ambiente de trabalho conturbado.

Você conseguirá passar por isso com serenidade e sem consequências negativas no seu desempenho e para a sua saúde. Neste aspecto de saúde, vale lembrar a importância de, apesar da resiliência, você estar preparado também para sentir dor, recuar e pedir ajuda quando precisar.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.