Como e quando é o melhor momento para mudar de profissão?

Categoria dos serviços do psicólogo: crescimento pessoal, crescimento profissional
Como e quando é o melhor momento para mudar de profissão com consultório do psicólogo em São Paulo

Está desanimado com seu trabalho atual? Desmotivado, cansado? Sempre vem na cabeça a ideia de mudar de profissão? É difícil dizer a hora certa para tomar esta decisão. Mas uma coisa é certa: este momento é diferente para cada um. Depende muito da situação.

Para saber se é chegada a sua hora, você terá que avaliar diversos aspectos. Afinal, esta é uma virada que vai impactar sua vida e a dos que te rodeiam. Uma iniciativa que pode te ajudar é procurar um psicólogo para você entender melhor o que está buscando com essa mudança profissional.

Saiba que você não está sozinho vivendo esta situação. Uma pesquisa Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística revelou que 75% das pessoas que trabalham sonham em mudar de carreira. E mais: 53% dos brasileiros atuam em áreas diferentes das que se formaram.

Não há nada de errado que querer mudar de profissão, buscando melhores salários, mais satisfação ou apenas mais qualidade de vida. Porém, para que a frustração não aumente mais ainda, é preciso entender o que está acontecendo para você se sentir assim.

Será que só a mudança profissional resolve?

Se você estiver procurando psicólogos em São Paulo, para questões relacionadas a crescimento pessoal ou profissional, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.Muitas vezes, uma troca de departamento ou de função já é suficiente para ganhar um novo fôlego na vida profissional. Há também chefes com quem a convivência difícil acaba desgastando a relação no dia a dia. E há, ainda, empresas que não oferecem aquilo que você deseja.

Será que não é hora de buscar uma recolocação numa outra empresa, mesmo que exercendo atividades similares às de hoje? Pense nisso. Se a reflexão for difícil para você fazer sozinho, invista numa consulta com um psicólogo. Talvez apenas algumas sessões de terapia serão suficientes para, partindo de um melhor autoconhecimento, você descobrir o que quer para sua vida e como e em que momento partir para uma guinada na carreira profissional.

Leve para estas sessões respostas sobre seus desejos, interesses, competências, habilidades, necessidades materiais, gostos pessoais e característica emocionais. Paralelamente, estude e se informe sobre as áreas nas quais você gostaria de atuar. Faça um planejamento detalhado das próximas etapas que você terá que ultrapassar.

Talvez você chegue à conclusão que precisa fazer um determinado curso ou voltar à faculdade, por exemplo. O ideal é que você faça tudo isto ainda enquanto está empregado.

Para ter certeza que não é apenas um período natural de questionamento e que não se trata apenas de um impulso sem base, veja abaixo mais algumas dicas para saber se está mesmo preparado para a mudança e se este é o seu momento.

Questões a serem avaliadas

Avalie se não está se precipitando e que está vivendo apenas algum conflito com seus colegas, chefes e com você mesmo. A crise econômica do País e o mercado instável acabam gerando tensão, insegurança e descontentamento, que afetam a todos que estão no mercado de trabalho. Será que não é uma coisa passageira?

Perceba o quanto sua insatisfação está relacionada à sua vocação. Neste caso, dificilmente uma mudança de setor ou mesmo de empresa vai resolver. Quando fazemos algo que não é adequado ao nosso modo de ser e de pensar, não conseguimos ter prazer no trabalho. E a frustração tende a aumentar com o passar do tempo.

Você tem algumas economias para garantir suas despesas na fase de transição profissional? Quantas pessoas dependem da sua renda mensal? A reserva financeira é indispensável para quem deseja mudar de profissão. Não é de um dia para o outro que você vai conseguir atuar e ter bons rendimentos na nova profissão. Talvez você tenha que mudar seu padrão de vida, pelo menos por algum tempo. Está disposto a isso?

Para estar preparado para enfrentar os desafios acarretados por toda mudança, se conscientize dos talentos que você tem para exercer novas atividades profissionais. Pense nas suas competências, aptidões, pontos fortes e fracos. Converse com pessoas que exercem a profissão dos seus sonhos para ajustar sua expectativa à realidade.

Quem leu esse texto também se interessou por:

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.