Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Compulsão por Compras

Categoria dos serviços do psicólogo: crescimento pessoal, crescimento profissional
Compulsão por Compras

No mundo capitalista em que vivemos, onde o consumo é cada vez mais alimentado e estimulado, a chamada compulsão por compras ou Oniomania tem sido cada vez mais evidente.

Essa compulsão/vício atinge na sua maioria as mulheres.

A Oniomania é caracterizada por um prazer em comprar (ou compra excessiva), sejam roupas, objetos, bens materiais etc.

Ela pode vir acompanhada de um quadro de depressão. Para a pessoa se sentir melhor e menos deprimida, ela acaba efetuado compras compulsivamente.

Geralmente, seus sintomas são caracterizados por pensamentos compulsivos. Ou seja, mesmo quando a pessoa não está comprando, ela sempre está pensando em comprar… Pensa que pode estar perdendo alguma promoção por exemplo.

Essa característica é fruto da ansiedade que geralmente é o principal sintoma de qualquer compulsão.

Com o acesso ao crédito cada vez mais simples e fácil, algumas pessoas acabam aproveitando a oportunidade sem autocontrole e podem acabar se tornando escravos daquilo que lhe traz prazer, que neste caso é gastar.

Eu sou oniomaníaco?

Se você se julga um compulsivo por compras, ou mesmo se as pessoas ao seu redor costumam afirmar: “Nossa, você gasta muito dinheiro com compras desnecessárias!”, “Você não precisava disso, está comprando por luxo” entre outras, tire suas dúvidas.

Faça alguns questionamentos a você mesmo, como por exemplo:

  • • Na hora de comprar, costumo pensar se eu preciso mesmo desse item?
  • • Costumo me dar um tempo para tomar uma decisão se essa compra deve ser feita?
  • • Costumo pesquisar valores antes de fechar alguma compra?

Se na maioria dessas afirmações você julgar negativas, há grande chance de você possuir esse transtorno. Busque ajuda de um psicólogo, ele poderá instruí-lo quanto a como lidar com essa dificuldade que é sua e pode ser tratada!

Psicoterapia para Oniomaníacos

Nós, enquanto psicólogos, temos por objetivo ajudar o paciente a se conscientizar daquilo que ele está fazendo, por meio da terapia, o paciente irá aprender a ter noção do que é o transtorno e ser mais racional na hora de comprar.

Ter mente frases como “eu preciso comprar isso”, “esse objeto é mesmo necessário?”, “irá me fazer falta se eu não adquiri-lo? ” entre outras interrogações podem dar alguma direção.

A instrução aos familiares tem se mostrado de forma muito positiva no tratamento, a família precisa passar a apoiar e deixar de julgar a pessoa que pode estar sofrendo dessa compulsão.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Mudar de profissão: tarefa simples?

    Mudar de profissão: tarefa simples?
    Querer mudar de profissão é mais comum do que se imagina. Mas fazer a mudança de fato pode ser complicado e a ajuda de um psicólogo poderá ser fundamental.
  • Psicologia do Esporte

    Psicologia do Esporte
    Como a psicologia do esporte ajuda os atletas. A psicologia esportiva compõe uma das áreas das Ciências do Esporte e pode ser chamada também de Psicologia do Esporte e do Exercício.
  • Em que situações a honestidade é a melhor política

    Honestidade é a melhor política
    A honestidade mostra o caráter de uma pessoa. Nem nas piores situações a mentira deve ser usada, já que poderá causar um mal ainda maior em suas relações

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana F. Brotto

CRP 06/106524 – São Paulo

FORMAÇÃO

Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC