Entrevista de emprego e a psicologia

Categoria dos serviços do psicólogo: crescimento pessoal, crescimento profissional
Entrevista de emprego e a psicologia

Em um mercado competitivo é mais difícil do que nunca se destacar de outros candidatos numa entrevista de emprego.

Geralmente todos os candidatos se comportam da mesma maneira: pesquisam a empresa de antemão, se vestem profissionalmente e chegam cedo. Agora quando chega a hora de fazer a entrevista, como você pode impressionar?

A decisão de contratar é feita observando o candidato e buscando mais do que apenas habilidades profissionais e experiência. Também entram em jogo os sentimentos e a experiência do psicólogo.

Por isso, listamos cinco dicas que podem ajudá-lo a dar ao entrevistador a sensação de que você é a melhor escolha para a sua tão sonhada vaga. Confira.

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo, para questões relacionadas a crescimento pessoal ou profissional, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

Pratique seu aperto de mão

Seu aperto de mão diz muito sobre você. Um aperto de mão firme diz que você é um profissional confiante. Um aperto de mão flexível dá a impressão de que se é passivo e tem poucas habilidades sociais. Firmeza demais dá a impressão de agressividade. E como é difícil se conseguir uma segunda entrevista, pratique seu aperto de mão com um amigo.

Faça uma pesquisa séria

Procure informações sobre a companhia. Leia seu último relatório anual, conheça o seu passado, o papel atual no mercado e os seus objetivos para o futuro. Como você pode ajudá-los a alcançar esses objetivos? Não importa se a empresa tem 10 funcionários ou 10.000. Toda empresa sabe onde está agora, e aonde quer chegar. Descubra como você pode ser a ponte para levá-los até lá. Se você sabe quem irá entrevistá-lo, pesquise sobre a pessoa, saiba a sua opinião sobre assuntos relevantes, conheça os seus antecedentes e a opinião do entrevistador sobre algumas questões.

Treine uma imagem mental

Se os melhores atletas podem usar com sucesso imagens mentais para melhorar seu desempenho, então por que não usar essa técnica numa entrevista de emprego?

Em um determinado estudo, metade dos participantes foram instruídos a visualizar-se confiantes e relaxados em uma entrevista de emprego (Knudstrup, Segrest, e Hurley, 2003). Em seguida, eles imaginavam que a entrevista correu bem e que conseguiram o trabalho.

Aqueles que usaram imagens mentais tiveram melhor desempenho em uma entrevista de emprego do que aqueles que não o fizeram. Esse exercício também ajuda a evitar o estresse.

Corte o excesso de sorrisos

A linguagem habitual positiva do corpo ajuda a causar uma boa impressão: sorriso, o contato olho no olho, orientação de frente para o entrevistador. Todos esses comportamentos não verbais afetam positivamente o entrevistador (Levine e Feldman, 2002).

Dito isto, evite excesso de sorrisos e apenas o faço quando necessário. Excesso de sorrisos durante uma entrevista apresenta avaliações de resultados menos favoráveis do que um sorriso genuíno.

Seja original

Você aprendeu as mesmas respostas para as mesmas perguntas numa entrevista com um psicólogo. Mas isso é sábio quando se quer destaque na multidão?

Um estudo recente descobriu que os entrevistados que respondem a perguntas padrão em novas formas estão em vantagem ( Roulin,2011). Entre diferentes tipos de emprego, idades e níveis de ensino, essa pesquisa descobriu que o entrevistador deu melhores classificações para aqueles que deram respostas novas.

Isso pode ser devido ao fato de que respostas originais são mais fáceis de recordar e serem lembradas, e ser lembrado em uma entrevista é uma coisa boa, desde que pela razão certa.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana Brotto(Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.