Gravidez sem planejamento

Gravidez sem planejamento

A gravidez sem planejamento é algo que ocorre para mulheres, mas nem por isso é um momento de tristeza. Um filho é sempre algo positivo na vida da família como um todo. Os pais e avós tem um motivo maior para se alegrar, bem como os demais parentes que aprovam a presença de mais um novo membro no seio familiar.

Trata-se de um grande acontecimento que precisa ser encarado de frente e com sabedoria. É preciso contar com o apoio da família, do companheiro e até mesmo do psicólogo para que essa empreitada se torne mais tranquila. Seja bem recebida ou nem tanto, a gravidez demanda alguns cuidados físicos e psicológicos que irão garantir o bem estar de mãe e filho. Saiba mais.

Compartilhando a responsabilidade com o pai do bebê e a família

Se você já tem certeza da gravidez o passo seguinte é contar para o seu parceiro o que está acontecendo. Mesmo que uma das partes não esteja satisfeita com a situação, não há alternativa, uma vez que o bebê já começou a se desenvolver e tanto ele quanto a mãe precisam de cuidados, a exemplo do pré – natal.

O parceiro precisa estar ciente e participar das decisões (e preocupações) desde o início, dessa forma tanto a mãe como a relação se tornam mais fortes. Coloque na cabeça que ele pode ter grande interesse em saber o andamento da gravidez e em ajudar no que for preciso. Faça o comunicado antes de contar às amigas ou parentes, tendo em vista que muita informação pode gerar mais confusão na sua cabeça.

Seja direta tanto com o pai do bebê quanto para a família, mesmo que você seja muito nova ou que essa seja uma notícia difícil para eles receberem. Ambos vão precisar de um tempo para aceitar a grande mudança que estar por vir e você vai precisar de paciência para lidar com eles e sua reação. Passado esse tempo, eles tendem a reagir melhor à gravidez.

Como um psicólogo pode auxiliar

Independente de como a gravidez está sendo conduzida e se há o apoio das pessoas que estão em volta da gestante, você pode contar com a ajuda de um profissional que prestará o atendimento e aconselhamento no período gestacional, no pré e pós-parto. Isso porque é comum ter preocupações e inquietações em relação a estar grávida. Há casos mais sérios em que a gestante pode desenvolver angústias e depressão, tornando a presença do psicólogo ainda mais importante.

Ele irá auxiliar no processo de reorganização do “eu gestante”, viabilizando você entrar em contato com suas formas de se perceber e perceber as pessoas que fazem parte da sua vida. O atendimento psicológico na gestação não visa somente tratar de problemas mentais e emocionais, como também proporciona o contato profundo com o que você é e o que quer para sua vida, transformando assim, a sua realidade.

A terapia oferece suporte para que você tenha uma melhor qualidade de vida emocional, prevenindo distúrbios, transtornos psíquicos e ainda melhora a relação com familiares, aproximando o vínculo com cada um, especialmente o bebê que está chegando

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/101416)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.