Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Livro: um ótimo remédio para a sua saúde mental

Categoria dos serviços do psicólogo: ajuda emocional
Livro: um ótimo remédio para a sua saúde mental

“Um dia frio, um bom lugar pra ler um livro…”. A música de Djavan já nos mostrava o quanto a leitura é capaz de nos dar prazer e propiciar tranquilidade e descontração.

E ele não estava errado! Psicólogos acreditam que ler pode ser um ótimo remédio para a ansiedade, estresse e até mesmo a depressão.

Quando lemos um bom livro conseguimos nos transportar para a história contada. Podemos ir a outro país, outra época ou outro tipo de mundo sem nem sair de casa.

Com isso, por alguns momentos, conseguimos também nos desconectar dos nossos problemas, preocupações e ansiedades.

Livro: ajuda para depressão, estresse e ansiedade

Somos tão preocupados com a nossa estética, aparência, saúde física e, muitas vezes, deixamos de lado a nossa saúde mental. E, quando ela não vai bem, costuma afetar também todo o resto.

A ansiedade e a depressão já são consideradas as doenças do século pelos psicólogos.

Durante às terapias, foi concluído que cada vez mais pessoas estão sofrendo dessas doenças psicológicas devido ao estilo de vida frenético, cobranças profissionais, rotinas pesadas ou relacionamentos complicados.

Vivemos nossas vidas de maneira tão acelerada que as nossas mentes não conseguem ter tempo para organizar os pensamentos.

Na teoria, parece fácil: parar um pouco a rotina e se dedicar à leitura. Mas, com o cotidiano cada vez mais acelerado, quem realmente consegue fazer isso?

O papel do psicólogo é ajudar, por isso separamos algumas dicas que, de acordo com psicólogos, vão fazer com que você recupere – ou adquira – seu hábito de leitura.

4 dicas para se dedicar à leitura

1 – Crie o seu horário

Valor Consulta Psicóloga Bárbara






Não quero informar nome ou e-mail





Nós não temos tempo sobrando. Realmente, é difícil quem hoje em dia tenha tempo livre e disponível para alguma atividade que colabore para a sua própria saúde mental, como ler um livro. Por isso, a dica é: crie o seu tempo.

É bem comum as pessoas gostarem de ler antes de dormir, para relaxar.

No entanto, tarde da noite, já estamos cansados e poucas vezes conseguimos resistir ao sono para fazer uma leitura de qualidade. Já pensou em inverter? Você pode adiantar o seu despertador em 30 minutinhos e começar o dia com uma leitura energizante.

2 – Largue o celular

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Quantas horas por dia você passa olhando para a tela do celular? Redes sociais, fotos, mensagens de texto… E se você trocasse algumas dessas horas no celular pela companhia de um livro?

Comece a reparar e tente fazer essa troca. Uma boa ideia para quem costuma usar transporte público é levar um livro para leitura durante os deslocamentos. Ou então, sabe aquela hora que você deita no sofá com o seu celular na mão? Troque por um bom livro, com uma história que prenda a sua atenção.

3 – Escolha o tema

Se você não tem o hábito da leitura, não adianta tentar começar com obras difíceis e densas.

Procure um livro que fale sobre assuntos de seu interesse. Gosta de História? Escolha um livro que relate algum acontecimento mundial. É fã de esportes? Uma boa pedida pode ser a biografia de um atleta renomado.

4 – Crie um ambiente favorável

Como Escolher seu Psicólogo

Nesse guia completo você vai conhecer tudo sobre psicólogos e psicoterapia. A escolha do psicólogo certo para você envolve diversos fatores. Descubra aqui.

COMO ESCOLHER O SEU PSICÓLOGO

Se o seu problema é conseguir se concentrar na leitura, você precisa criar um ambiente propício para esse momento.

Escolha um lugar de sua casa em que você consiga sentar em posição confortável (é mais indicado do que deitado), silencioso e tente não levar consigo o seu celular ou computador. Segundo psicólogos, uma música baixa e agradável e um incenso também podem contribuir para criar essa atmosfera de relaxamento.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Rejeição – por que dói tanto

    Rejeição – por que dói tanto
    O sentimento de rejeição ou o medo de ser rejeitado é uma das experiências mais fortes e dolorosas que as pessoas enfrentam durante sua vida.
  • Praticando o desapego

    Praticando o desapego
    Praticando o desapego, uma frase só se torna clichê por contar muitas vezes uma verdade. Por isso, pode soar batido dizer que é fundamental praticar o desapego
  • Timidez Excessiva

    Timidez Excessiva
    A timidez excessiva pode ser caracterizada por diversas situações, como sentir-se desconfortável no meio de outras pessoas, tremer ou gaguejar ao se comunicar, dificuldade em falar em publico

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana F. Brotto

CRP 06/106524 – São Paulo

FORMAÇÃO

Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC