Saiba como construir boas relações

Categoria dos serviços do psicólogo: crescimento pessoal, crescimento profissional
Saiba como construir boas relações com consultório do psicólogo em São Paulo

Ao longo de toda a nossa vida convivemos com centenas, talvez milhares de pessoas que vão influenciar, de alguma forma, o nosso caminho. Seja no trabalho, na escola, na faculdade, em relacionamentos amorosos ou em família, é fundamental saber interagir com os mais diferentes tipos de pessoas e cultivar boas relações.

Mais do que uma questão social, saber se relacionar bem com quem faz parte da sua rotina tem a ver com sobrevivência. Somos seres sociáveis, vivemos em uma sociedade interligada e interdependente e, se não soubermos como cultivar a política da boa vizinhança, é provável que tenhamos problemas em algum ponto da vida.

Muitas vezes somos tão apegados aos nossos problemas, às nossas próprias questões internas, que nos esquecemos de como faz bem construir boas relações com o outro. Nesses casos, a ajuda de um psicólogo é fundamental para fazer com que você encontre o seu equilíbrio e aprenda a lidar com as suas emoções em relação aos outros e a si próprio.

Como construir boas relações

Se você estiver procurando psicólogos em São Paulo, para questões relacionadas a crescimento pessoal ou profissional, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

Nós, humanos que somos, gostamos de ser compreendidos e aceitos em todos os aspectos. No entanto, em uma cultura que coloca qualquer vitória pessoal acima de relações bem-sucedidas e de conquistas em grupo, é de se esperar que nossa capacidade de desenvolver boas relações não seja muito bem desenvolvida. Mas há algumas atitudes que podem ser tomadas para contornar esta questão e fazer com que você aprenda a se dar melhor na sua relação interpessoal.

1 – Entenda que as pessoas são diferentes

Compreender que as pessoas não pensam todas da mesma forma, não agem do mesmo modo e não vivem de forma igual é o primeiro e mais importante passo para cultivar boas relações. Depois de entender e aceitar as diferenças, vai ficar muito mais fácil se abrir para o novo, para o que não se vê no espelho.

2 – Seja tolerante

Depois de entender que somos todos diferentes e vivemos de maneira distinta, é preciso exercer a tolerância. Às vezes é muito difícil aceitar algumas ideias e visões de mundo completamente diferentes das nossas.

Mas o mais importante não é julgar, e sim ser tolerante, compreensivo e aceitar que cada um é livre para pensar o que quiser – desde que não atinja os direitos de nenhuma outra pessoa. Ser tolerante é uma forma de ter mais paz, de cultivar relações mais saudáveis e de combater sentimentos negativos.

3 – Aprenda a ouvir e a entender

Em um mundo cada vez mais individualista e egocêntrico, uma ação tão simples é, muitas vezes, subestimada: aprender a ouvir é mostrar que você tem interesse no outro, que você valoriza algo além de apenas a si mesmo e que respeita as ideias de outra pessoa.

Ouça sem julgar, sem interromper e sempre tentando exercer a empatia, ou seja, se colocando no lugar de quem está se abrindo contigo. Tentar entender o que se passa na cabeça da outra pessoa é essencial para cultivar um bom relacionamento. Procurar um pscicólogo vai te ajudar a identificar quando você está muito fechado nas suas próprias opiniões e conceitos, e não está se abrindo para, de fato, ouvir e entender o outro.

4 – Confie no outro

Só porque alguém um dia lhe deu motivos para não confiar, não significa que todas as outras pessoas também não são dignas de sua confiança. Ela é a base de qualquer relação – seja de trabalho, romântica ou de amizade – e precisa existir para que o relacionamento seja saudável. Confie nas pessoas até que tenha motivo para não mais confiar.

Além disso, vale lembrar que a confiança é uma via de mão dupla: mantenha sua palavra e seja digno de confiança. Sem isso não há como construir uma boa relação.

5 – Não leve tudo para o lado pessoal

Aprenda a desapegar de algumas pequenas coisas que causam incômodos no dia a dia. É bem difícil se relacionar com alguém que se ofende muito facilmente, que analisa tudo o que lhe dizem, que parece estar sempre desconfiado e perde o controle com muita facilidade. Confie no seu taco e não deixe que qualquer pequeno problema altere o seu humor.

Muitas vezes é complicado trabalhar estas questões rotineiras, cotidianas. A falta de autoconfiança, de autoestima e problemas em confiar em outras pessoas fazem com que construir relações saudáveis seja uma tarefa árdua e muito desafiadora. Nestes casos, um psicólogo profissional pode ajudar a identificar aquilo que obstrui o caminho e a ver a situação de uma maneira diferente.

Quem leu esse texto também se interessou por:

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.