A descoberta da própria homossexualidade

Categoria dos serviços do psicólogo: psicoterapia
A Descoberta da Própria Homossexualidade

A homossexualidade é um grande tabu na nossa sociedade, inclusive para o indivíduo que se descobre gay ou lésbica. E aí pode aparecer o maior empecilho para a autoaceitação: a luta contra si mesmo.

O passo mais importante é a autoaceitação

O tema acerca da sexualidade humana, independentemente da orientação, é um grande tabu. As pessoas têm grande desconforto de conversarem sobre os assuntos relacionados a própria sexualidade.

Na realidade, a primeira coisa que as pessoas têm que ter bem clara é que sexualidade não é opção. Não escolhemos o que orienta o nosso desejo, ele apenas acontece, responde a uma necessidade interna da pessoa de realização do seu desejo. Não se trata de influência do ambiente, de amigos nada disso. A orientação sexual é puramente pessoal e não há o que possamos fazer quanto a isso.

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo para realizar psicoterapia, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

Quando o sujeito se descobre homossexual, normalmente reage de duas maneiras: com naturalidade ou com rejeição. E ao lutar contra si mesmo, é lançado um grande problema para si, um sofrimento atroz onde a pessoa se auto aflige. Antes de conseguir lidar com a sociedade, o sujeito tem que lidar consigo mesmo, se aceitar e entender que é uma coisa maravilhosa poder ter clareza da sua própria orientação sexual. Tentar mudar a sua própria orientação é um caminho doloroso e geralmente fadado ao fracasso.

A afirmação diante da sociedade

Depois de travar a luta da autoaceitação o indivíduo tem que travar uma nova luta, que é afirmar a sua identidade sexual na sociedade. Há muitos casos em que a família não aceita, acontece o bullying na escola, boicote no colégio… Todas essas e demais situações acabam acarretando em um medo muito grande diante da própria identidade.

Muitos acabam buscando psicólogos para conseguirem poder lidar com a situação. Lidar com a pressão de toda a sociedade e da família. Saber como agir e como se posicionar diante da sociedade. Assim como há o ônus, também há o bônus nessa situação.

Como a psicoterapia pode ajudar?

Um psicólogo em primeiro lugar pode ajudar ao indivíduo a dar o primeiro passo fundamental, que é enxergar a si mesmo de maneira positiva. Na terapia são feitas várias sessões para o sujeito entender a sua orientação sexual e aceitá-la. Também são avaliados quais os princípios norteadores do próprio sujeito, pois pode haver homofobia internalizada, e por isso a razão de tanto sofrimento. Este sofrimento pode levar a transtornos como depressão, e outros males.

A partir do próprio ato de fortalecimento, o sujeito tem possibilidades de ter uma vida plena. Assim, todos os desafios que lhe serão propostos podem ser enfrentados de maneira assertiva. E com isso, é possível estabelecer uma vida mais feliz e tranquila.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.