Newsletter
Assine Aqui

Não estou sabendo lidar com a minha separação: um psicólogo pode me ajudar?

Categoria dos serviços do psicólogo: terapia de casal, relacionamentos, casamento
Lidar com a minha separação: um psicólogo pode me ajudar

Toda separação gera dor, conflito e sentimentos de rejeição e arrependimento. Quando um casal se une, o desejo é de construir uma vida e realizar os sonhos juntos.

Mas, no momento em que os dois percebem que estão se afastando desse objetivo cada vez mais devido à incompatibilidade ou brigas, levando-os a uma separação, os sentimentos contraditórios são os mais diversos possíveis.

Para ajudar a entender e superar este momento tão complicado, a terapia individual ou de casal e a orientação de um psicólogo podem ser fundamentais.

Qual a parte que mais sofre em uma separação?

O que traz mais sofrimento: entender que o relacionamento está insustentável e tomar a iniciativa de pedir a separação ou ser informado pelo outro que seu casamento acabou? Será que o lado que foi passivo da situação sofre mais do que o que tomou a decisão?

Quem se vê como vítima, ou seja, a parte que soube que seria obrigada a se separar geralmente se sente rejeitada e não reage bem.

Ela não aceita o fim do relacionamento, sente-se culpada, a autoestima baixa e muitas vezes não sente vontade de um recomeço. Outras vezes, porém, o fato pode trazer alívio a uma situação que já era considerada ruim, embora não tivesse sido verbalizada.

Todos sofrem com uma separação

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo para terapia de casal, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

Quem toma a decisão de se separar também sofre bastante com isso. Muitas vezes vem o arrependimento, a incerteza e até o constrangimento quando o outro insiste em reatar. Os dois lados sentem o baque de uma separação, talvez um mais que o outro, mas a situação é difícil para ambos.

Seja em qual lado você estiver, o processo de separação pode ser longo e doloroso. Quando não se consegue sair da situação, recorrer à ajuda de um profissional da área de Psicologia pode ajudar a entender melhor o que está acontecendo.

Quando procurar um psicólogo?

Se você não aceita o fim do seu relacionamento e tenta obsessivamente fazer de tudo para reatar, gerando transtornos, ansiedade e compulsão, é hora de procurar um psicólogo.

Na terapia com psicólogo ou mesmo em grupo, você terá orientação e auxílio para:

  • Compartilhar suas dúvidas, dores e anseios;
  • Ver que existem várias formas de lidar com o problema;
  • Compreender que somente o sentimento por alguém não é suficiente para fazer com que o relacionamento dê certo;
  • Se dar conta da importância de fazer novas amizades;
  • Achar forças para reagir;
  • Aprender como lidar melhor com a dor;
  • Ser capaz de criar seus próprios mecanismos para superar a dor;
  • Controlar a ansiedade com o surgimento de um(a) novo(a) parceiro(a);

Terapia de casal mesmo depois da separação

Existe terapia de casal para depois da separação? Sim, existem casos, nas separações litigiosas muito difíceis, em que durante a mediação precisa a interferência de um psicólogo. Ele irá trabalhar o diálogo entre o casal para apaziguar a comunicação e amenizar o impacto trazido pela situação a toda à família.

Como acontece em toda perda, o processo de “cura” leva certo tempo. Mas, com a ajuda e orientação corretas, com certeza você sairá dessa fase mais forte e pronto(a) para viver plenamente sua vida, seja com ou sem um(a) parceiro(a).

Quem leu esse texto também se interessou por:

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.