Ciúme – como controlar?

Categoria dos serviços do psicólogo: ajuda emocional
Ciúme – como controlar

O ciúme é um sentimento natural do ser humano. Todas as pessoas podem sentir ciúme em algum momento da vida. Quando esse sentimento tem o sentido de cuidado e zelo por uma pessoa ou objeto, ele é benéfico, o problema ocorre quando esse sentimento se exacerba, sai do controle e começa a trazer sofrimento para quem sente e para quem é alvo dele.

O ciúme se caracteriza por uma inquietação mental, a pessoa que o sente, tende a imaginar que perdeu importância para o ser amado, passa a suspeitar e desconfiar do parceiro(a), imaginando e percebendo os outros como ameaças ao seu relacionamento. Essa imaginação ou percepção nem sempre é baseada na realidade em si, muitas vezes, o que alimenta esses pensamentos são a insegurança, medo de abandono, necessidade de controle ou sentimento de posse da própria pessoa.

Como controlar o ciúme?

Trabalhe sua autoconfiança – as pessoas que tem confiança em si mesmas compreendem seu próprio valor e entendem que as demais pessoas também o percebem. Já pessoas que não confiam em si tem maior dificuldade de confiar nos outros e de acreditar que os outros a valorizam. Assim, em um relacionamento são levadas a pensar que o parceiro(a) podem preferir estar com “outra pessoa” ou alguém mais “interessante”. Portanto, procure identificar a causa da sua insegurança e procure resolvê-la.

Lembre-se de examinar os fatos – o ciúme nos faz ver as coisas de uma maneira distorcida. Quando se está sob seu efeito é normal perceber as coisas com algum exagero e levar para o lado negativo as atitudes do companheiro(a). Por exemplo: em uma loja seu namorado(a) é educado com o vendedor(a), dizendo “boa noite e sorrindo”. Para uma pessoa ciumenta isso é percebido como paquera, ou como se a pessoa amada estivesse interessada no outro. Isso é uma distorção causada pelo ciúme. Portanto, antes de entrar em crise tente dar atenção aos fatos, pergunte a opinião de alguém em quem confia, verifique se existem evidências reais para desconfiança ou se pode ser sua imaginação.

Evite o sentimento de posse – estamos acostumados a possuir várias coisas: casa, carro, roupas, computadores, etc., e algumas pessoas acreditam que também possuem a posse da pessoa amada. Porém nos relacionamentos as coisas funcionam de maneira diferente, porque as pessoas precisam ser conquistadas e precisam querer permanecer no relacionamento. Então, ao invés de acreditar que a pessoa te pertence lembre-se que conquistá-la todos os dias, tenha atitudes que tragam para o relacionamento cumplicidade, união, carinho, tolerância, amor, ou seja, faça com o que o outro queira estar com você.

Descubra a razão do seu ciúme – refletir sobre o seu ciúme pode dar boas pistas de como isso ocorre e de como lidar com ele. Questione-se sobre: Em que momentos sente mais ciúme? Que atitudes do parceiro(a) o incomodam mais? Existe algum tipo específico de pessoa que o se aproximar do seu companheiro(a) te deixa mais inseguro(a)? Esses são apenas alguns exemplos de perguntas, você pode fazer muitas outras!

E se eu não conseguir lidar com isso sozinho(a)?

Nem sempre controlar o ciúme é tarefa fácil. Caso você não esteja conseguindo lidar com isso sozinho procure ajuda. Existem muitos profissionais que podem te ajudar, especialmente os psicólogos, que o auxiliaram a se autoconhecer melhor, entender seus sentimentos e a modificar os comportamentos e pensamentos que estão te trazendo sofrimento.

Autora: Andrea Ferreira (Psicóloga CRP 06/113065)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.