Descubra seis formas de você alcançar o seu bem-estar

Categoria dos serviços do psicólogo: ajuda emocional
Seis formas de você alcançar o seu bem-estar

O nosso bem-estar, ou qualidade de vida, é algo que influencia diretamente na nossa felicidade e satisfação pessoal.

Algumas ações podem ser tomadas no dia a dia para transformar o modo em que vivemos e trazer benefícios rápidos, permanentes e que ajudam a lidar com o estresse e as dificuldades cotidianas.

Atitudes simples, somadas ao acompanhamento com um psicólogo, vão te deixar muito mais próximo de alcançar o seu bem-estar. Veja, no texto a seguir, algumas maneiras de alcançar o seu bem-estar.

6 formas de alcançar o bem-estar

1 – Cuide do seu corpo

É possível ser plenamente feliz?

Cuidar do corpo é mais do que apenas ter uma alimentação saudável e exercitar-se regularmente. Manter-se ativo ajuda a liberar hormônios que trazem sensações positivas, previne doenças e garante mais disposição para enfrentar os desafios do dia a dia.

Tenha em mente que, para alcançar o bem-estar, é preciso manter o equilíbrio entre o corpo, a mente e o espírito. O que nos leva ao segundo ponto…

2 – Cuide da sua mente

Existem várias formas de cuidar da nossa saúde mental, mas tudo varia de uma pessoa para a outra. Aprender a lidar com as emoções é fundamental, já que sentimentos mal resolvidos podem trazer problemas psicológicos em longo prazo.

É importante manter a mente ativa para que possamos controlar o que acontece na nossa vida, mas, muitas vezes, não conseguimos ter o controle de tudo e parece que ficamossem rumo.

Nessa hora é fundamental fazer um acompanhamento com um psicólogo,que vai saber a melhor forma de você encontrar o seu equilíbrio novamente. Além disso, seja curioso, interessado, procure sempre buscar autoconhecimento e nunca pare de aprender sobre si mesmo e sobre o mundo.

3 – Cuide do espírito

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo, para buscar ajuda emocional, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

A questão espiritual também tem um papel importante no nosso bem-estar. Cuidar bem do espírito nada tem a ver com religião. Ter um espírito saudável é se conectar, entrar em paz com aquilo que você acredita e considera significativo, sagrado.

Isso pode ser tanto uma divindade quanto a natureza, o carma ou o que quer que você creia. A espiritualidade é algo muito individual, mas que tem um peso importante no nosso bem-estar psicológico e na forma como encaramos a vida.

4 – Cerque-se de pessoas boas

Às vezes, nem percebemos o quanto as pessoas que fazem parte da nossa vida influenciam em como nos sentimos. Porém, é fundamental que tenhamos conexões fortes com aqueles que fazem parte da nossa rotina, para que possamos nos sentir bem e completos.

Já dizia o mestre Tom Jobim: “é impossível ser feliz sozinho”. E ele tinha razão. Procure estar perto de quem você ama e trazer para a sua vida pessoas de bem, que tenham uma atitude positiva e com quem você se sinta à vontade para ser você mesmo.

5 – Dê prioridade ao que faz você feliz

Em alguns momentos, pode parecer que estamos vivendo a vida no “piloto automático” e nos esquecemos de fazer aquilo que nos traz mais prazer e felicidade. Não deixe que todos os seus dias sejam monótonos.

Dê prioridade para fazer aquilo que ama, que te enche de vida, de energia e que te traga paz. A sua felicidade nunca pode ser colocada no segundo plano.

6 – Seja grato

Esta é possivelmente uma das formas mais eficientes de alcançar o bem-estar. Quando encaramos a vida com gratidão por todas as coisas boas que temos, tudo fica mais leve, mais fácil e você automaticamente percebe o quanto é privilegiado por tudo que conquistou.

Uma atitude de gratidão nos faz valorizar tudo e todos que participam da nossa vida e perceber o quanto temos sorte. Se o exercício da gratidão parecer difícil, assim, logo de cara, tente colocar tudo em perspectiva: enquanto você reclama do trabalho, muita gente está desempregada.

Se você reclama da família, lembre-se de todos os momentos de solidão. Dessa forma, fica mais fácil apreciar as pequenas coisas da vida.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.