Como controlar a impulsividade?

Categoria dos serviços do psicólogo: crescimento pessoal, crescimento profissional
Como controlar a impulsividade

Pensar antes de agir é uma regra muito repetida por vários motivos, em diversos momentos. Agir sem pensar pode levar as pessoas a tomarem a decisão errada – seja porque as outras opções eram melhores ou porque seus atos podem ter consequências desastrosas. Você com certeza conhece alguém que age sem pensar e, talvez, você seja essa pessoa. Se é assim, sabe o quanto isso pode trazer problemas. Pessoas impulsivas estão constantemente arrependidas do que fizeram ou do que falaram no passado. Como lidar com esse problema?

Como é uma pessoa impulsiva?

Alguém que age sem pensar sobre as consequências de suas ações e sem ponderar suas opções é considerada impulsiva. Muitas vezes, essas ações podem, inclusive, prejudicar terceiros, pessoas que estão ao seu redor, e não somente o impulsivo. Essa característica na personalidade quase sempre é acompanhada por sentimentos de arrependimento e culpa.

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo, para questões relacionadas a crescimento pessoal ou profissional, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

Ser espontâneo às vezes não é um problema – traz um novo ânimo para o dia a dia-, mas pessoas impulsivas são espontâneas demais e sempre têm que arcar com as consequências depois.

Como deixar de ser impulsivo?

O primeiro passo para lidar com sua impulsividade é compreender quando ela chega. Em que momentos você está deixando de pensar antes de agir? Em que aspecto da sua vida a impulsividade está prejudicando mais, e onde ela não é tão prejudicial assim? Ela é o resultado de ansiedade, nervosismo, medo de não saber lidar com a escolha?

Depois que descobrir a fonte de seu problema, saiba que lutar contra seus impulsos é um exercício diário. Você não vai deixar de ser impulsivo da noite para o dia. Um dia após o outro, lutando com um impulso por vez, é que você vai melhorar e se tornar mais ponderado e consciente. Esse esforço diário pode ser penoso e, por isso, sempre é recomendado buscar ajuda profissional

A ajuda de um psicólogo

O psicólogo vai ajudá-lo, primeiro, procurando a fonte de seu problema e descobrindo de onde vêm os seus impulsos. Se eles são originados em um estresse, mal-estar, medo ou ansiedade, esse problema também precisa ser tratado para que você saiba como controlar a impulsividade. Um especialista vai ajudá-lo a identificar o problema e também a tratá-lo da melhor forma possível.

Além disso, o psicólogo pode ensiná-lo como lidar com as situações quando seus impulsos chegam ao longo do dia. Se seus impulsos o levam a comer demais, ele pode dar exercícios para evitar os exageros. Se você toma decisões muito precipitadas, ele pode ensiná-lo como pensar melhor antes de tomá-las. Em outras palavras, ele identifica o problema específico e o orienta para manter a impulsividade sob controle.

Procurar a ajuda de um especialista é a melhor maneira de lidar com seus problemas psicológicos. Mesmo que seja algo que pareça fácil de controlar, na correria do dia a dia, você pode deixar de pensar nisso e voltar aos seus velhos hábitos. Com o auxílio de um psicólogo, você vai se manter mais focado e sempre vai ter alguém com quem falar sobre seu problema e tratamento.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.