5 indícios que você precisa da ajuda de um psicólogo

Categoria dos serviços do psicólogo: psicoterapia
5 indícios que você precisa da ajuda de um psicólogo

Todo mundo enfrenta problemas no dia a dia e precisa encontrar forças e energia para encara-los. Em alguma fase da vida de todos nós haverá períodos de luto ou tristeza profunda. Mas quando não conseguimos lidar com nossos sentimentos, emoções e conflitos temos motivo suficiente para buscar a ajuda profissional de um psicólogo.

Vale citar que muitos quadros de distúrbios psicológicos podem se agravar sem um tratamento adequado. Isso porque quanto mais cedo se busca um auxílio, mais fácil se resolverá o problema. Mesmo com toda a informação que temos no século XXI, muitos ainda deixam de procurar ajuda por conta de um estigma generalizado de que a terapia é algo de gente louca ou sinal de fraqueza. Essas alegações só geram atraso na resolução de questões fundamentais para uma vida mental saudável e equilibrada. É preciso deixar os preconceitos de lado, pois o mais importante é o bem-estar e a qualidade de vida. Continue a leitura para conferir cinco indícios de sintomas de pacientes que precisam de ajuda psicológica.

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo para realizar psicoterapia, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

Descontrole emocional

Quando a sensação de que tudo está perdido e de que as coisas não vão dar certo domina o indivíduo, ele se vê em uma situação de estresse, pressão e angústia contínuos e a qualidade de vida se torna muito prejudicada. O descontrole das emoções e sensações, como raiva ou tristeza, pode apontar para algo muito mais profundo. É necessário ainda levar em conta o catastrofismo, ou seja: se um desafio que surge de repente vira um tremendo pesadelo e você só consegue pensar no pior, é um forte sinal de que há a necessidade de ajuda profissional. Muitas vezes o medo pode ser paralisante e o indivíduo passa a evitar diversas coisas que o atormentam, como sair de casa, por exemplo.

Traumas não superados

O luto, a perda do emprego ou uma separação podem ser o bastante para o indivíduo sair da rota saudável, perder o rumo e pedir algum tipo de ajuda. Alguns acreditam que essa dor vai embora sozinha, mas muitas vezes não é o que ocorre. A morte de um ente querido, por exemplo, pode atrapalhar a nossa rotina e até mesmo nos distanciar de amigos. Caso perceba que está se afastando ou seus colegas notarem o mesmo, é o momento de procurar ajuda para compreender melhor o que está acontecendo com você. Vale ressaltar que algumas pessoas reagem ao luto de uma forma oposta, ou seja, procuram os amigos de maneira incessante e enfrentam problemas para dormir, forçando muito a tentativa de superação do problema. Nesses casos, o comportamento também é indício de alerta.

Preocupação dos amigos e parentes

Os colegas e familiares podem notar padrões que muitas vezes não conseguimos identificar. Seja porque estamos tão mal emocionalmente que não enxergamos o óbvio ou por conta do estresse do cotidiano. Por isso, se mais de uma pessoa próxima notar algo diferente no seu comportamento e comentar sobre isso, é importante considerar o aviso de amigos e parentes preocupados com o seu bem-estar como um sinal de que algo não anda bem com o seu lado emocional.

Afastamento de atividades prazerosas

Se os encontros com a família ou os amigos, as idas ao cinema, entre outras atividades, estão perdendo a graça, pode ser um forte sinal de que algo está errado. Acreditar que atividades que antes proporcionavam prazer agora parecem não fazer sentido é um exemplo de indício de que o tratamento terapêutico com um psicólogo poderá ser útil para que você reencontre o que te faz feliz e pode te ajudar a clarear melhor as ideias.

Problemas de sono e de apetite

Vale lembrar aqui que parte dos transtornos mentais são associados a distúrbios de sono. Transtornos de humor e ansiedade, alcoolismo e síndrome do pânico geralmente são notados em pacientes que reclamam de problemas para dormir. A falta de apetite também aparece como um sinal de doenças como a depressão, por exemplo. Por isso é importante ficar atento e buscar ajuda o quanto antes.

É muito importante procurar o apoio de um psicólogo quando você desconfia de alguns destes indícios. O profissional lhe auxiliará da melhor forma a encarar a situação, para que você supere cada fase difícil que passar pela sua vida.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.