5-maneiras-de-controlar-a-ansiedade-na-quarentena

A ansiedade na quarentena se tornou um grande problema para os brasileiros. Conforme um estudo da Universidade do Rio de Janeiro, o número de casos de ansiedade aumentou em 80% desde o início do isolamento social no Brasil.

Entre os participantes, as mulheres demonstraram mais propensão a sofrer com estresse e angústia. Indivíduos que precisam sair de casa para trabalhar ou possuem doenças preexistentes, especialmente as consideradas comorbidades, também demonstraram estar mais ansiosas.

Como a pandemia é um momento atípico que não envolve somente o brasileiro e o seu modo de viver, mas o mundo todo, essa perturbação na saúde mental é esperada. Qualquer situação altamente estressante pode resultar em um cenário semelhante, na verdade. Consequemente, a procura por psicólogos também aumentou. A iniciativa de buscar ajuda profissional está correta! É preciso cuidar de você mais do que nunca neste período delicado.

Continue lendo
Medo de multidões: tudo o que você precisa saber sobre a enoclofobia

O medo de multidões impede muitas pessoas de viverem plenamente. Com a pandemia do coronavírus pode ser um pouco diferente. Entenda mais sobre essa fobia e veja dicas de como amenizar os sintomas.

Enoclofobia refere-se ao medo de multidões. Mas, nem todo mundo que se sente desconfortável no meio da multidão vive com enoclofobia. Em vez disso, essa fobia envolve pensamentos e comportamentos irracionais excessivos em relação ao perigo real em uma situação.

Em outras palavras, se você tem enoclofobia, é incapaz de explicar seu medo e se sente incapaz de controlá-lo. Você pode até estar no ponto de evitar completamente multidões ou lugares onde você teme que possa haver multidões.

E, se você se encontra preso em uma situação de multidão, provavelmente experimenta sintomas físicos, cognitivos e comportamentais extremos nos quais se sente impotente em administrar.

Continue lendo
sera-que-as-noticias-estao-afetando-a-minha-saude-mental

Você sabia que a quantidade de informação que consumimos pode afetar a nossa psique? Leia o artigo e entenda melhor como isso funciona.

A mídia que consumimos diariamente tem um impacto em nosso pensamento, comportamento e emoções. Se você seguiu um padrão de assistir ou ouvir regularmente as notícias, a maior parte do que você está consumindo provavelmente está relacionada à crise do novo coronavírus (COVID-19).

E, apesar de manter-se atualizado sobre as notícias locais e nacionais, especialmente no que se refere a orientações e atualizações de saúde, ser fundamental durante esse período, o consumo excessivo de notícias pode afetar sua saúde física, emocional e mental, alertam os psicólogos.

Continue lendo
Como o humor pode aliviar o estresse do COVID-19

Não há problema em rir, mesmo durante uma pandemia. Na verdade, isso pode ser até positivo. Gostaria de saber como? Leia nosso artigo!

Todos ouvimos o ditado popular: “Rir é o melhor remédio”. Mas esse tipo de pensamento se aplica a algo tão sério quando estamos vivenciando uma uma pandemia global?

A maioria dos psicólogos diria que sim. O humor ajuda as pessoas a recuperar seu senso de poder em uma situação impotente e as ajuda a se conectar com outras pessoas — duas coisas que perdemos durante essa pandemia.

Continue lendo
Como os idosos podem encontrar felicidade durante a pandemia

Confira essas dicas para ajudar os idosos a serem felizes e aproveitar a vida enquanto distanciam socialmente.

O distanciamento social tem durado mais do que muitos de nós esperávamos. Os idosos foram extremamente afetados pelos efeitos do COVID-19, correndo grande risco. Por isso, é provável que eles continuem isolados e mantendo distância de todos enquanto alguns de nós, lentamente, voltamos ao “normal”. 

A desvantagem do distanciamento social é que ele aumenta a solidão e o isolamento entre um grupo de pessoas que já estão em risco de isolamento social — adultos mais velhos e, mais especificamente, idosos com doenças crônicas, afirmam os psicólogos.

Continue lendo
O que fazer em casa enquanto o isolamento social perdurar

Ajudar as pessoas durante a pandemia do Coronavírus pode ser gratificante. Mas como fazer? Leia o artigo e descubra.

Durante a pandemia do novo Coronavírus é comum que nos sintamos, mesmo que por alguns momentos, impotentes. Sabemos que é difícil saber como ajudar durante essa pandemia de coronavírus. Boa parte de nós está com mais tempo do que nunca, porém com menos recursos e ainda mais problemas. É fácil sentir-se oprimido e confuso sobre como ajudar, afirmam os psicólogos.

Mas saiba que apesar de um cenário triste e grave, ainda há espaço para a esperança. Não há apenas notícias ruins, há muitas histórias sobre pessoas que estão lutando de várias maneiras.

Continue lendo