Newsletter Gratuita
Assine Aqui

O que fazer em casa enquanto o isolamento social perdurar

O que fazer em casa enquanto o isolamento social perdurar

Ajudar as pessoas durante a pandemia do Coronavírus pode ser gratificante. Mas como fazer? Leia o artigo e descubra.

Durante a pandemia do novo Coronavírus é comum que nos sintamos, mesmo que por alguns momentos, impotentes. Sabemos que é difícil saber como ajudar durante essa pandemia de coronavírus. Boa parte de nós está com mais tempo do que nunca, porém com menos recursos e ainda mais problemas. É fácil sentir-se oprimido e confuso sobre como ajudar, afirmam os psicólogos.

Mas saiba que apesar de um cenário triste e grave, ainda há espaço para a esperança. Não há apenas notícias ruins, há muitas histórias sobre pessoas que estão lutando de várias maneiras.

Felizmente, há algumas coisas que você pode fazer agora para ajudar durante esta crise sem sair de casa. E a maioria deles nem sequer lhe custa dinheiro.

É papel do psicólogo ajudar, por isso conheça algumas dicas. Leia nosso post!

Procure saber como estão outras pessoas

Ligue para seus amigos e vizinhos para checá-los. Você pode descobrir que um vizinho idoso não está ciente que eles podem fazer compras online, por exemplo. Ou você pode descobrir que seu amigo precisa de algum apoio emocional.

Converse por videochamada, ligue ou envie uma mensagem para as pessoas apenas para dizer que você está pensando nelas. Deixe-os saber que você está disponível se eles quiserem conversar.

Faça algumas entregas

Caso não seja do grupo de risco, que tal ir ao mercado e farmácia para pessoas que são? Obviamente, você deve ficar em casa o máximo possível, mas pode ser realmente perigoso para pessoas com mais de 65 anos ou com sistema imunológico comprometido irem às compras.

Se você tiver tempo e um veículo, considere fazer uma corrida de supermercado para alguém mais vulnerável à pandemia. Mas lembre-se! Use luvas e evite entrar em contato com essas pessoas. Você pode ser vetor de doença.

Espalhe boas notícias

Como Escolher seu Psicólogo

Nesse guia completo você vai conhecer tudo sobre psicólogos e psicoterapia. A escolha do psicólogo certo para você envolve diversos fatores. Descubra aqui.

COMO ESCOLHER O SEU PSICÓLOGO

Atualmente, existem muitas más notícias circulando nas mídias sobre “número de mortos” e a crise econômica. Também há muitas discussões acaloradas sobre política.

Portanto, comprometa-se a compartilhar um pouco de gentileza e boas notícias.

Elogie seus amigos, envie uma mensagem gentil para alguém de quem você gosta ou compartilhe algumas boas notícias positivas em suas redes sociais. Compartilhar coisas boas poderia alegrar o dia de outra pessoa e ajudar a reduzir a ansiedade.

Faça uma doação

Se você tiver dinheiro extra no momento, considere fazer uma doação para uma instituição de caridade ou pessoas economicamente vulneráveis. Há uma boa chance de muitas instituições de caridade em sua comunidade estarem procurando ajuda para lidar com o coronavírus — bancos de alimentos, abrigos para sem-teto etc.

Compre um voucher ou vale-presente para um estabelecimento local

Você sabia que muitos restaurantes, comércios e outros estabelecimentos estão vendendo vouchers agora que podem ser trocados por produtos e serviços pós-pandemia? Isso mesmo, até o Facebook está facilitando essas vendas.

Se você deseja apoiar um restaurante ou salão de beleza local, por exemplo, que teve que fechar temporariamente suas portas, a compra de um voucher ou cartão-presente agora pode ajudá-los imensamente.

Um cartão-presente fornecerá os fundos do estabelecimento imediatamente. Isso pode ajudar a apoiá-los agora se os negócios estiverem lentos ou reabrir mais tarde, se eles tiverem que fechar.

Verifique o site deles para ver se você pode comprar um cartão-presente on-line, para não precisar sair de casa. Mesmo que não estejam abertos ao público no momento, eles ainda poderão processar cartões-presente.

Explore maneiras de voluntariado on-line

Com a internet hoje há muitas opções de voluntariado on-line. Por exemplo, você conhece o app Be My Eyes?

Este aplicativo incrível permite que você leia para pessoas cegas ou deficientes visuais por meio de videochamadas. Desde literatura, jornais e até mesmo receitas simples, tudo isso você pode ler para elas.

É simples, não é mesmo? Mas acredite, você vai transformar a vida dessa pessoa. Há muitas outras ações sociais on-line. Aproveite seu tempo e ajude o mundo a se tornar um lugar melhor.

Ajude amigos parentes que têm filhos pequenos

Valor Consulta Psicóloga Cristiane






Não quero informar nome ou e-mail





Este pode ser um momento particularmente desgastante para os pais de crianças. Ainda mais quando são home office, em que têm que fazer malabarismos para entregar o trabalho, fazer videoconferências e cuidar dos pequenos…

Mas sabia que você pode dar uma forcinha para seus amigos e parentes? Por exemplo, que tal ler historinhas por videoconferência para as crianças?

Mesmo que fique 15 minutos com os pequenos, isso já é um grande alívio para quem está sobrecarregado pela nova rotina imposta pelo Covid 19.

Uma dica para quem vai se aventurar em contar histórias ou lê-las: é fundamental envolver a criança fazendo perguntas e pedindo para que compartilhem suas experiências, acrescenta ela.

Não espalhe informações erradas

Além da pandemia do novo Coronavírus, estamos vivendo uma “infodemia”: uma avalanche de informações falsas sobre o surto, incluindo rumores, fake news que atrapalham e podem por em risco a saúde de muitas pessoas.

Muitas informações erradas que circulam nas redes sociais também foram falsamente atribuídas a organizações respeitáveis, ou “médicos especialistas” sem no

Os Psicólogos

Conheça a equipe de psicólogos do nosso consultório. Confira o perfil e área de atuação de cada profissional.

A EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Resista ao impulso de compartilhar imediatamente. Sempre leia a notícia e verifique se ela está correta. Desconfie de links de sites desconhecidos. E sempre que compartilhar, faça um comentário sobre o que está escrito. Isso indica que você leu o conteúdo e não apenas replicou sem pensar ou verificar.

Além disso, fluxo constante de informações, muitas vezes conflitantes, é uma fonte de ansiedade em si. A sobrecarga de informações pode deixar as pessoas cansadas e ansiosas demais, prejudicando o bem-estar delas, a terapia online pode ajudar nesses casos.

Oferecer às pessoas necessitadas no momento pode ajudá-lo a se sentir melhor com a situação atual. E embora seja um pouco complicado encontrar maneiras de ajudar pessoas durante essa crise, acredite. Há maneiras de ajudar pessoas sem sair de casa.

Achou útil esse conteúdo? Então compartilhe nas redes sociais para que possa chegar ao máximo de pessoas possível.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana F. Brotto

CEO do consultório Psicologo e Terapia. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *