Newsletter
Assine Aqui

Avaliação Neuropsicológica

O que é Avaliação Neuropsicológica?

Avaliação Neuropsicológica

A Neuropsicologia estuda as relações entre cérebro e comportamento. Por meio da Avaliação Neuropsicológica, é possível investigar quais funções cognitivas estão preservadas e quais estão comprometidas, tais como a atenção, memória, percepção, linguagem, raciocínio, aprendizagem, visuoconstrução, funções executivas, processamento de informação e afeto, por exemplo.

O Neuropsicólogo utiliza-se de instrumentos padronizados como testes e escalas para avaliar as cognições de acordo com a queixa que o paciente apresenta.

A avaliação tem como objetivo coletar dados das perdas e explorar funções intactas, a fim de definir o tipo de intervenção necessária, uma vez que funções cognitivas com baixo desempenho podem prejudicar as atividades diárias, como trabalho, estudo e relacionamentos.

Quem pode realizar a Avaliação Neuropsicológica?

Crianças, adolescentes, adultos e idosos que apresentem queixas cognitivas (desatenção, problemas de aprendizagem, esquecimento, dentre outros). As queixas mais comuns em crianças e adolescentes envolvem problemas de comportamento, problemas de aprendizagem (leitura, escrita ou cálculo) e suspeita de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). A avaliação em adultos e idosos também pode ser indicada em casos de:

  • Traumatismo craniano (acidentes ou quedas);
  • Acidente Vascular Cerebral (AVC);
  • Epilepsia;
  • Depressão;
  • Demência;
  • Déficits associados ao uso de álcool e drogas;
  • Doença de Parkinson.

A importância da Avaliação Neuropsicológica

Por meio do Laudo Neuropsicológico, pode-se estabelecer um programa de reabilitação das funções prejudicadas, utilizando-se de treino cognitivo e estabelecimento de estratégias compensatórias para que o paciente possa se readaptar ao cotidiano no ambiente acadêmico, profissional e familiar. A Avaliação Neuropsicológica também contribui fortemente para a indicação ou acompanhamento de psicoterapia, no qual os dados levantados podem ser utilizados pelo psicoterapeuta para subsidiar a intervenção clínica.

Como saber que preciso de uma Avaliação Neuropsicológica?

Como citado acima, crianças, por exemplo, precisam dessas avaliações por ter, geralmente, dificuldades no aprendizado. No entanto, é mais comum observar essa demanda dentro do ambiente escolar, onde os professores notam a dificuldade do aluno e informam aos pais. Nesse caso, quando o responsável busca a ajuda de um psicólogo, o profissional avaliará a queixa para entender se é necessário passar por uma Avaliação Neuropsicológica ou se somente o processo terapêutico comum será o suficiente.

Em outros casos, crianças com acompanhamento com Pediatras, também podem ser observadas pelo médico e encaminhadas para esta avaliação.

Em caso de adultos, o adulto pode buscar a psicoterapia e, ao longo do processo, o profissional entender que seja necessário a avaliação, este será encaminhado, assim como aqueles pacientes que também possuem algum acompanhamento médico, e o médico nota ser o caso de uma avaliação.

Lembrando que, em casos do paciente que busca apenas pela psicoterapia e o profissional observa que será preciso uma avaliação, esta será pré-estabelecida e combinada, com o consenso do paciente.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Tabu sobre psicologia

    Tabu sobre psicologia com consultório do psicólogo em São Paulo
    Quando falamos no acompanhamento de um psicólogo, muitas pessoas ficam inseguras. Conversar com esse profissional ainda é um tabu, mas, aos poucos, as informações aparecem e mostram que é importante ter esse atendimento especializado
  • O que é ter qualidade de vida

    O que é ter qualidade de vida
    O termo qualidade de vida tornou-se um conceito que abrange diversas áreas, podendo ser intelectual, espiritual, física, mental ou financeira. Texto sob a perspetvia de um psicólogo
  • O que é psicologia

    O que é psicologia
    Psicologia é uma palavra relativamente comum em nosso cotidiano. Entenda o que é psicologia e como ela é aplicada por psicólogos em uma clínica de psicologia

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.
Autora: Andreia Aragão (Psicóloga CRP 06/113713)