Pânico, Medo e Fobia

Muitas pessoas confundem medo, fobia e pânico, acreditando que é a mesma coisa. Enquanto o medo é uma reação instintiva do ser humano quando este encontra-se em uma situação de perigo, é inegável que o transtorno do pânico e as fobias compartilham de sintomas semelhantes, incluindo medo intenso, sentimentos de ansiedade e ataques de pânico.

Ambas as condições podem envolver sintomas difíceis que podem impactar tremendamente nossos relacionamentos, carreira e outras responsabilidades e metas. Além disso, tanto as fobias quanto a síndrome do pânico podem ser classificadas como Transtornos de Ansiedade.

Entenda um pouco mais sobre Medo, Fobia e Pânico e saiba quando e como um psicólogo poderá ajudar.

Medo

O medo é um mecanismo automático e primitivo de sobrevivência presente em todos os seres humanos, ou seja, um instinto. A reação de medo ocorre sempre que detectamos algum perigo, ou quando confrontamos algo novo e desconhecido.

Os medos mais comuns são sentimentos similares a uma preocupação ou receio. No entanto, em alguns momentos, o medo surge como uma reação súbita a uma situação de perigo inesperada. Tal medo repentino é uma reação instintiva conhecida como “lutar ou fugir”, no qual o corpo prepara-se para tomar uma decisão imediata para sobreviver.

Embora seja normal e até útil experimentar o medo em situações perigosas, em casos de fobia, o medo e o perigo é exagerado ou imaginado. Por exemplo, é natural temer um cão rosnando, mas é irracional se sentir aterrorizado com um filhotinho abanando o rabo. Ou seja, os medos tornam-se motivo de preocupação quando se tornam persistentes e interferem no seu cotidiano. Quando um medo alcança tal nível de intensidade, este é identificado como fobia. Logo, para que determinado medo seja considerado uma fobia, este deve ser motivo de angústia extrema, ao ponto em que impede as rotinas e atividades normais do indivíduo.

Fobia

Clinicamente, as fobias são classificadas como sendo um Transtorno de Ansiedade e podem ser definidas como um medo intenso e irracional e incessante de situações, objetos, atividades ou pessoas, cujo receio é altamente desproporcional em relação ao perigo real ou probabilidade de mal que este pode causar – por exemplo, o medo de palhaços, a Coulrofobia. O medo associado a uma fobia vai além de uma simples aversão ou desconforto: A angústia causada pelo medo é tão intensa que o indivíduo faz o possível para evitar entrar em contato com o objeto de seu medo, e muitas vezes gastam uma enorme quantidade de tempo pensando se estão propensos a encontrá-lo em uma determinada situação. Na verdade, se você tem uma fobia, provavelmente você já sabe que seu medo é irracional, porém é incapaz de controlá-lo.

Comportamentos de fuga são comuns, já que o fóbico é determinado a ficar longe do seu medo específico. Quando forçado a enfrentar o objeto ou situação temida, o indivíduo experimenta um nível acentuado de sofrimento e ansiedade. Os sintomas mais comuns incluem: ritmo cardíaco acelerado, tremores, sudorese, tremores, sensação de terror e uma urgência de se afastar do objeto da situação causadora do medo. De acordo com a DSM-V, as fobias são classificadas em três categorias:

Fobia específica – Envolvem o medo de uma situação ou objeto em particular. As fobias específicas mais comuns incluem: medo de altura, medo de avião, medo de elevadores, medo de agulhas, medo de dentistas, medo de água, medo de cobras, medo de aranhas, medo de cães.

Fobias sociais – Implicam um medo excessivo de ser envergonhado ou negativamente avaliado em uma situação social. Uma pessoa com uma fobia social vai evitar fazer atividades em público, como apresentar-se diante de outras pessoas, por exemplo.

Agorafobia – Envolve igualmente o medo de ser envergonhado, no entanto, a pessoa teme ter um ataque de pânico em um lugar ou situação da qual seria difícil escapar. O portador de agorafobia vai evitar dirigir, aglomerações e espaços abertos.

Pânico

Ataques de pânico ou sintomas similares ao pânico como tremores, respiração acelerada e sudorese são sintomas típicos tanto de fobias quanto síndrome do pânico. No entanto, tais sintomas são desencadeados de forma diferente em cada condição específica. Uma pessoa com fobia pode experimentar a sensação de pânico ao pensar ou ser exposto ao objeto do seu medo. Por outro lado, a síndrome do pânico não é desencadeada por um medo em específico. As pessoas com síndrome do pânico têm ataques súbitos e inesperados, sem qualquer razão aparente. O episódio provoca uma série de reações físicas como taquicardia, falta de ar e sensação de morte e pode durar de 15 minutos até uma hora.

Apesar de possuírem sintomas semelhantes, não há relação entre fobia e pânico, ou seja, uma fobia não necessariamente leva à síndrome do pânico; da mesma forma que a síndrome do pânico não apresenta um medo específico como causador do ataque. No entanto, não deve-se descartar a probabilidade de um diagnóstico que inclua tanto a fobia quanto o transtorno de pânico.

Tratamento

Tanto a síndrome do pânico quanto as fobias são condições complexas que só podem ser diagnosticadas por um profissional qualificado. As opções de tratamento incluem psicoterapia realizada por psicólogo, medicamentos (sempre prescritos por um médico) e técnicas de relaxamento.

A psicoterapia pode ajudar o paciente de inúmeras maneiras, como o desenvolvimento de estratégias de enfrentamento enquanto os medicamentos funcionam para reduzir os níveis de ansiedade. Já as técnicas de relaxamento, além de também reduzirem a intensidade do medo, ajudam na gestão do estresse cotidiano.

Abaixo vários textos sobre medo, fobia e pânico. Conheça as diferenças e os detalhes.

Síndrome do Pânico

Síndrome do Pânico
Conheça os Sintomas
Diversas situações cotidianas podem causar ansiedade, como a entrevista para um novo emprego ou a proximidade da viagem tão esperada. É um estado emocional perfeitamente normal, até mesmo benéfico por nos manter alertas e eventualmente mais focados. O problema é quando a ansiedade toma proporções exageradas e passa a afetar negativamente a vida do indivíduo – esse é o caso da Síndrome do Pânico…

Medo ou Fobia?

Psicólogo Medo ou Fobia
O que devo considerar e fazer
O medo é natural do ser humano, todo mundo tem ou teve medo de alguma coisa, um lugar ou uma pessoa em algum momento da vida, mas que, quando desproporcional, intenso e até irracional, pode se transformar em uma síndrome neurótica, a fobia…

Fobia Social

Fobia Social
Sintomas e Tratamento
A fobia social é um medo irracional no qual a pessoa sente-se insegura e preocupada com os julgamentos feitos por outras pessoas. As situações podem ser variadas, tais como ir em uma festa, falar ou comer em locais públicos, conhecer novas pessoas ou entrar em lugares muito cheios. Durante a situação social, a ansiedade leva a pessoa a enfrenta altos níveis de sofrimento. Quando sai da situação, a ansiedade diminui, o que reforça…

Fobia Social II

Como saber se tenho Fobia Social
Como saber se tenho Fobia Social
A fobia social consiste em sentimentos de grande ansiedade e desconforto quando o portador é colocado diante de situações de avaliação social. A pessoa que tem fobia social sente que todos estão olhando e avaliando sua postura ou as coisas que você fala o tempo todo, para o individuo os outros estão…

Fobia Social III

Ajuda e Tratamento - Fobia Social
Ajuda e Tratamento
A Fobia Social caracteriza-se por sintomas de ansiedade intensos perante situações sociais, tal ansiedade está ligada ao medo de se expor, ser avaliado, sentir-se incapaz, humilhado, desaprovado ou rejeitado. Existem algumas características que nos ajudam a identificar a Fobia Social, alguns critérios diagnósticos são: incapacidade de falar ou se apresentar em público; tremores nas mãos quando em presença de outros e não conseguir se expressar…
Medo
Quando o medo vira um problema
O medo é basicamente, quando nos sentimos ameaçados por algo ou alguém, que desperta tensão e receio de que aquele algo ou alguém possa nos ferir. O ferir citado pode se enquadrar em ferimentos físicos ou emocionais. Você pode ter medo de…
Crise Econômica e Psicologia
Coma a psicologia pode ajudar quem tem medo de perder o emprego
Com um cenário econômico instável e nada favorável ao crescimento das empresas, sentimentos como ansiedade, medo e insegurança vem à tona. As expectativas da população e das empresas é de que a crise econômica vai piorar ainda mais. E com isso, as pessoas ficam com medo de perder o emprego…
Medo da Morte
Quando o medo da morte deixa de ser natural e passa a atrapalhar a vida da pessoa
Geralmente, a sensação de estar em perigo ocorre durante situações de estresse, desencadeando assim um pico de ansiedade. Assim que o perigo é descartado, o indivíduo volta ao normal. Porém, para algumas pessoas o alarme continua ligado, e estas continuam a se comportar e se sentir em perigo constante. Tal estresse prolongado pode destruir o cotidiano da pessoa…
Como lidar com o fracasso
Qual é a relação do medo de fracassar com a Ansiedade e Estresse?
Em um mundo cada vez mais dinâmico e conectado, sentimos cada vez mais a pressão de nos excedermos em nossas habilidades e tarefas, seja ela qual for, temos a urgência de sermos os melhores naquilo que fazemos. É por isso que o medo do fracasso é uma das principais causas da ansiedade e do estresse…
Medo de Avião
É mais comum do que se imagina. Dezenas de executivos procuram ajuda de psicólogos para enterder o medo e aprender a lidar com ele
O medo de voar hoje representa não somente uma desvantagem social e profissional, mas, possivelmente, um sintoma de transtorno mental ou emocional. Apesar de tudo, o medo de voar é ainda bastante comum. Cerca de um em cada dez pessoas possuem temor significativo que os impede de entrar em um avião, enquanto um em cada cinco adeptos ao transporte aéreo utilizam algum tipo de substância (álcool ou remédios) para…
Transtorno de Ansiedade Social
Conheça o Transtorno de Ansiedade Social – TAS, seus sintomas e tratamentos
O Transtorno da Ansiedade Social (TAS) ou fobia social é um problema muitas vezes mascarado sob o título da timidez ou de a criança ser “quietinha”, mas é preciso atenção desde seus primeiros sinais para que não se torne um grande problema no futuro…
Insegurança para tirar habilitação
Mas como resolver essa angústia e superar esse problema
Você já ouviu falar em amaxofobia? A palavra diz respeito ao medo extremo de conduzir um veículo e é uma condição real que afeta algumas pessoas, podendo causar problemas na rotina de quem sofre com ela…
Como desenvolver a habilidade de falar em público
Como desenvolver a habilidade de falar em público
Uns amam, outros odeiam. Falar em público é uma situação que faz parte das nossas vidas, principalmente em momentos profissionais, para apresentar projetos, conduzir reuniões ou ministrar palestras. Mas os que odeiam esse momento, como vencer esse medo?…

Psicólogos que tratam Medo, Fobias e Síndrome do Pânico:

Conheça todas as psicólogas e psicólogos clínicos que atendem casos de Medo, Fobias e Síndrome do Pânico na seção psicólogos. Você pode ver o perfil de cada um, além de ver o valor das sessões e horários para agendamento.

Leia também

Thaiana F. Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)
*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.