Como gerenciar expectativas e evitar a frustração?

Categoria dos serviços do psicólogo: ajuda emocional
Como gerenciar expectativas e evitar a frustração

Quando esperamos ou desejamos muito alguma coisa e, eventualmente, nossa expectativa não se cumpre na realidade, surge o sentimento de desilusão ou frustração. Lidar com essa sensação de “derrota” é muito difícil e pode levar as pessoas à depressão, amargura e até revolta. Para que isso não aconteça, o ideal é nos prepararmos para diferentes resultados que possam ser vislumbrados. Consultar um psicólogo nessas horas é importante para manter os pés no chão e ter mais controle emocional, sem perder o otimismo, enxergando com clareza e de forma mais racional as possíveis consequências que podem ser resultados de nossas ações. Trocando em miúdos, um apoio psicológico vai facilitar o uso da razão para gerenciar as expectativas.

Suas expectativas são coerentes com a realidade?

Sempre teremos expectativas, mas podemos amenizá-las, tornando-as mais próximas da realidade – normalmente, elas são fruto de nossa imaginação – e com mais chances de acontecerem, sem, assim, caminharmos rumo à decepção e frustração.

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo, para buscar ajuda emocional, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

Esses sentimentos são inevitáveis quando as coisas não saem como planejamos e, quando acontecem, é muito comum a busca por culpados. Culpamos alguém por quase tudo porque não enfrentamos nossos próprios desejos.

As expectativas são como vendas nos olhos, nos impedem de enxergar a situação em sua totalidade e podem frear nosso crescimento e capacidade de manter relações saudáveis.

Suposições ampliam a ansiedade e ferem a autoconfiança

Quantas vezes esperamos por algo, nada acontece, e daí ficamos imaginando quais foram as razões para isso, não é mesmo? Suposições da nossa imaginação geram ainda mais ansiedade e frustração, porque podemos pensar de forma muito negativa e, assim, ficamos ainda mais derrotados.

No entanto, precisamos exercitar a razão para conhecer, compreender e aceitar os acontecimentos que, muitas vezes, dependem mais de outras pessoas do que da nossa ação.

No lugar das expectativas, podemos ser mais realistas e aproveitar melhor o momento que vivemos. Um psicólogo ajuda na medida em que orienta o paciente a se preocupar menos com o que está por vir. Ele estimula a pessoa a ficar menos dispersa e focar o presente. Afinal, muita coisa boa pode ser deixada no caminho sem que possamos recuperá-las.

5 passos para equilibrar sentimentos e razões e gerenciar suas expectativas

Para equilibrar nossas emoções sem perder a razão, podemos seguir alguns passos e refletir sobre nossas ações. Tente fazer esses exercícios:

1) Sonhe com os “pés no chão”

Pense em como poderia ser sua vida se superasse as expectativas reais e possíveis. Tenha seus objetivos, mas sempre pense que há possibilidades de não serem concretizados.

2) Respeite a individualidade das pessoas

Não seja responsável pelas atitudes e expectativas dos outros e não espere nada deles. Não existe roteiro de relacionamento perfeito.

3) Seja resiliente

Aprenda a se adaptar a lugares e pessoas e evite se apegar. Viva um dia de cada vez e não cobre do outro mais do que ele possa oferecer. Conte com imprevistos e falhas.

4) Encare as derrotas

Saiba reconhecer suas falhas, encarar as derrotas e perdas. Recue, analise os fatos e aprenda com os erros. Só assim, você poderá se reerguer.

5) Pratique o bem

Ajude as pessoas, mas nunca espere algo em troca. Aja com o coração.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.