Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Como lidar com pessoas estressadas?

Como lidar com pessoas estressadas?

Às vezes encontramos pessoas estressadas no trabalho, na faculdade, em um novo círculo social e até em nossa casa e não sabemos como responder a elas. O estresse deixa as pessoas agressivas, pessimistas e ansiosas.

As conversas são recheadas de reclamações e amargura, modificando negativamente o humor de quem participa delas. A negatividade passada de um para o outro pode até fazer com que pessoas bem-humoradas tomem decisões atípicas e ajam com indelicadeza.

Conviver com pessoas assim é um desafio, por isso, muitos optam por se afastar logo de cara. Mas o que fazer quando não é possível cortar totalmente o contato com elas? Como lidar com a carga de negatividade de outra pessoa sem se deixar afetar? Neste post, vamos responder essas perguntas.

Como o estresse afeta as pessoas

O estresse é uma experiência universal e muito comum nos dias de hoje. O trabalho, relacionamento, família, acontecimentos, projetos pessoais e demais aspectos de nossas vidas podem facilmente nos estressar. Ou seja, é impossível fugir dele! 

Para encontrarmos a felicidade e serenidade apesar disso, devemos aprender a administrá-lo de forma que os seus efeitos não nos abalem. Quando excessivo, o estresse acarreta uma série de consequências físicas e psicológicas negativas.

Valor consulta atendimento online e presencial psicóloga Rosana






Não quero informar nome ou e-mail





Não é coincidência que as pessoas estressadas vivem cansadas e desanimadas. Ocasiões comuns do dia a dia, como uma conversa simples ou a execução de uma tarefa doméstica, se transformam em afazeres cansativos para elas.

Ao se tornarem vítimas dos sintomas estressantes, as pessoas passam a buscar maneiras de expressar o seu desconforto inconscientemente. Elas descontam em si mesmas, prejudicando a própria saúde mental, ou nos outros, motivando conflitos que poderiam ser evitados.

O convívio com elas, então, é comprometido por conta de seu comportamento arisco. Afinal, ninguém gosta de levar patadas o tempo todo, não é mesmo? Quem vive estressado acaba afastando pessoas. Elas têm medo de se aproximar e serem recebidas com grosserias.

A questão é que a pessoa estressada não costuma ter consciência disso. Ela pode até saber que o estresse é um grande problema em sua vida e reconhecer o seu desconforto mental, mas não reconhece os efeitos negativos do mesmo em sua vida. Dessa forma, não sabe o que fazer para se sentir melhor.

Efeitos negativos do estresse

Para você compreender o comportamento da pessoa estressada, precisa entender quais são os efeitos negativos do estresse. Essa compreensão é essencial para despertar a empatia acerca do outro.

Abaixo, veja os principais efeitos do estresse no corpo e na mente:

  • Desânimo;
  • Letargia;
  • Raciocínio lento;
  • Desesperança;
  • Alergias de pele;
  • Dores musculares;
  • Enxaquecas;
  • Vontade de se isolar;
  • Sonolência em locais inapropriados;
  • Irritabilidade;
  • Arritmia cardíaca;
  • Queda de cabelo;
  • Insônia;
  • Falta de concentração; e
  • Sensação de “cabeça cheia”.

Muitas vezes, as pessoas acreditam que indivíduos estressados, desanimados e irritados são assim simplesmente porque gostam. Elas não entendem que eles estão lidando com exaustão mental, emocional e física. Assim, lidam com eles com impaciência, deixam se levar pelo seu comportamento ou os rotulam como inimizades.

Quando entendemos por que os outros agem do jeito que agem, temos facilidade para aturar as suas personalidades difíceis. O objetivo da empatia não é passar a mão da cabeça do outro, retirando a responsabilidade dele pelos atos cometidos. É, na verdade, uma maneira de nos ajudar a lidar com ele com compaixão e paciência.

Deixamos de trazer as suas atitudes para o lado pessoal e passamos a compreendê-las como reações possíveis não apenas para os outros, mas para nós também. E se você também estivesse sobrecarregado? Como reagiria? Ao compreender isso, conseguimos lidar com as outras pessoas de cabeça fria.

Como lidar com pessoas estressadas?

O processo para aprender a lidar com pessoas estressadas pode ser demorado. Você pode precisar de um longo período para se acalmar após uma interação ruim e mais ainda para ver a vida através dos olhos do outro. Tudo bem. Separamos algumas estratégias para ajudá-lo nessa jornada. Caso uma não dê certo, pule para a outra e faça alternações para aproveitar o melhor de cada uma. 

1.     Tenha calma

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

É difícil ter calma quando alguém nos tira do sério. A vontade de retrucar ou de simplesmente ir embora é forte, mas deve ser controlada. Quando alguém estressado lhe tratar com grosseria, respire fundo e conte até 10. Faça isso repetidamente, porém com calma, até as emoções negativas desaparecerem e mude o foco para algo produtivo.

Com pessoas estressadas, não adianta entrar em conflitos. Eles somente servirão para também deixá-lo estressado e estregar o seu dia ou semana. Lembre-se disso sempre que quiser explodir.

2.     Pergunte se pode ajudar com alguma coisa

Ofereça ajuda em um momento oportuno. Por exemplo, não faça isso quando a pessoa estiver irritada, pois ela pode pensar que você tem pena dela ou está a inferiorizando. Espere até que ela esteja mais calma para sugerir ajuda ou faça isso durante uma conversa casual.

A sua ajuda pode vir no formato da escuta, conforto e abraços. A pessoa estressada guarda muito dentro de si. Ao ser convidada a colocar seus sentimentos e preocupações para fora, ela se sentirá melhor e pode começar a vê-lo com olhos mais amigáveis.

3.     Controle as suas emoções

Além da raiva, também nos sentimos frustrados, tristes e decepcionados após um tratamento grosseiro. Costumamos nos questionar o que fizemos para merecer aquilo. Será que ofendemos o outro de alguma forma sem perceber? Será que ele não gosta de nós?

Esses questionamentos são úteis até certo ponto. Eles podem nos motivar a ter uma conversa franca com a pessoa estressada. Quando feitos além do necessário, no entanto, promovem o pessimismo e mau humor.

Sendo assim, tenha inteligência emocional. Aprenda a discernir quando alguém é grosseria por ter um problema com você, o qual você consegue resolver, e quando a reação desagradável é a mesma para todos. Seja como for, não fique remoendo o ocorrido ou se culpando. Essa postura permite que a negatividade tome conta de você.

4.     Se prepare

Os Psicólogos

Conheça a equipe de psicólogos do nosso consultório. Confira o perfil e área de atuação de cada profissional.

A EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Se você já sabe que determinada pessoa em sua casa ou trabalho é mais estressada que as demais, se prepare para conversar com ela. Não espere receber uma postura amigável e sorrisos. Se prepare emocionalmente para lidar com as reações irritadiças dela e vá embora sem que nada tivesse acontecido.

Essa preparação emocional é útil para não levarmos grosserias para o lado pessoal, como também para não termos expectativas sobre a outra pessoa. Mesmo quando ela aparentar estar de bom humor e lhe tratar bem num momento, no outro pode agir de maneira completamente diferente.

5.     Mantenha a positividade

Você provavelmente já conheceu alguém que parece “roubar a sua energia” e deixá-lo para baixo, certo? Assim como o bom humor, o mau humor é contagioso.

Se não estamos atentos, podemos nos deixar levar pelas reclamações, mágoas e conflitos ao nosso redor. Os sentimentos dos outros, então, passam a governar o nosso humor e ficamos desmotivados sem nenhuma explicação aparente.

Assim, devemos procurar manter a positividade até quando recebemos um “não”, um xingamento, uma provocação ou uma reclamação indevida.

Podemos fazer isso ao combater os pensamentos negativos com positivos, fazer afirmações positivas mentalmente ou em voz alta, agradecer o dia de hoje, nos perguntar por que estamos irritados de súbito e separar os nossos sentimentos dos outros. Caso seja necessário, se afaste momentaneamente das pessoas estressadas para recuperar o bem-estar emocional.

6.     Substitua as críticas por sugestões

Como Escolher seu Psicólogo

Nesse guia completo você vai conhecer tudo sobre psicólogos e psicoterapia. A escolha do psicólogo certo para você envolve diversos fatores. Descubra aqui.

COMO ESCOLHER O SEU PSICÓLOGO

Não faça críticas, afinal, você não sabe de toda a situação de vida da pessoa estressada nem conhece a extensão de seus pensamentos e sentimentos. Ao perceber que está sendo criticada, ela se sentirá julgada e deixará de compartilhar as suas preocupações com você.

Substituta críticas por sugestões construtivas, mas não exagere. Espere a pessoa estressada perguntar o que pode fazer para se ajudar ou demonstrar estar aberta a palavras amigas. Diga o que você pensa e espere que ela tome uma decisão. Se tiver intimidade com ela, faça a sugestão para buscar um psicólogo.

7.     Tente mudar o humor do ambiente

Faça piadas, conte histórias engraçadas ou simplesmente mude de assunto quando sentir que a atmosfera do ambiente ficou pesada. Pessoas estressadas têm mania de reclamar para expressar o mal-estar, o que pode acabar pesando o ambiente ou gerando conversas desagradáveis.

Mude de assunto quando achar necessário, conduzindo a conversa para um caminho mais ameno para todos. Faça perguntas aos demais para que eles também falem. Em questão de minutos, você perceberá a diferença na atmosfera do recinto.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Thaiana Brotto

Thaiana Brotto é psicólogo e CEO do consultório Psicólogo e Terapia. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC. Registrada no Conselho Regional de Psicologia pelo número CRP 106524/06.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *