Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Saúde mental: conheça os hábitos diários para cuidar da sua

Saúde mental: conheça os hábitos diários para cuidar da sua

O cuidado com a saúde mental é um cuidado diário, assim como deveria ser o cuidado com a saúde física.

Tende-se a acreditar que cuidar da saúde mental somente é necessário quando uma patologia aparece, ou quando você se encontra chateado com ou sem motivo. No entanto, você deve tomar uma atitude para tornar o seu dia mais descomplicado e aprazível a cada dia.

Por vezes, as pessoas (principalmente as ansiosas) começam a pensar sobre os seus problemas e entram em uma espécie de ciclo de pensamentos negativos de onde surgem crenças como “ninguém gosta de mim”, “eu sou péssimo no que faço” e “nunca vou ser feliz”. Quando não são combatidos, eles ganham força e se tornam companheiros recorrentes.

Esses pensamentos também podem ser desencadeados quando se consome muito conteúdo negativo, como notícias policiais e conflitos entre personalidades famosas, ou se vive uma situação de extremo estresse.

Psicólogos explicam que para impedir que esses devaneios influenciem a sua autoestima, humor, visão de mundo e comportamento, é preciso ficar atento à sua saúde mental todos os dias.

Você não precisa estar feliz o tempo todo

Antes de tudo, você precisa compreender que não há nada de errado em se sentir irritado, triste, angustiado e desmotivado de vez em quando. Vivemos em uma cultura que supervaloriza a alegria e produtividade, mesmo quando não estamos aptos a ter esse estado de humor ou conduta.

Logo, a tristeza é combatida de tal forma que nos sentimos culpados ou inadequados quando ficamos entristecidos e não conseguimos modificar o nosso humor. A tristeza é uma emoção que pode nos ensinar muito uma vez que incentiva a reflexão e aprendizado a partir de erros cometidos.

Se permita ficar chateado quando algo negativo acontece e reflita sobre as circunstâncias da situação. Se precisar chorar, chore sem culpa! Se precisa desabafar com alguém, faça isso sem pensar duas vezes! Dessa forma, você se permitirá processar a tristeza de maneira saudável.

A segunda lição a ser compreendida é que estar triste ou irritado não representa necessariamente um declínio da sua saúde mental. Como dito, essas emoções são naturais e tendem a ser passageiras.

A preocupação com o estado psicológico surge somente quando elas permanecem por longos períodos, como semanas ou meses. Nesses casos, podem ser indicativos de depressão, ansiedade, entre outras condições. É preciso consultar um psicólogo para investigar as razões do mal-estar emocional.

Hábitos para cuidar da saúde mental

Os hábitos que você mantém podem tanto ajudá-lo a cuidar da saúde mental quanto a deteriorá-la. Hábitos saudáveis estimulam humores, emoções e pensamentos igualmente positivos enquanto hábitos nocivos têm o efeito contrário. Por essa razão, precisamos estar sempre atentos à qualidade de nossos hábitos e como eles nos fazem sentir ao longo do dia.

Selecionamos hábitos que podem ser repetidos diariamente para que você cuide da sua saúde mental e, consequentemente, da saúde física. Apesar de cada um possuir uma sugestão de horário, você pode praticá-los quando achar melhor. Afinal, só você conhece a sua rotina e sabe o que é melhor para você.

1.     Acordar bem

Valor consulta atendimento online e presencial psicóloga Rosana






Não quero informar nome ou e-mail





Você deve estar se perguntando “o que devo fazer para acordar bem?”. Isso é mesmo algo controlável? É sim! Para ter um bom despertar, primeiro você precisa ter uma boa noite de sono, assunto que discutiremos mais a frente.

Em segundo lugar, você precisa acordar com calma. É ideal levantar alguns minutos antes do horário determinado para começar o seu dia para fazer alongamentos e despertar a mente. Assim, você também executa as próximas atividades matinais – tomar banho, trocar de roupa, tomar café da manhã, etc – sem pressa.

Para enriquecer a sua rotina matinal, mantenha um diário de sentimentos, pratique meditação e tire um momento para desejar coisas boas para o dia.

2.     Planejar o seu dia

Planejar o dia (ou a semana) é um ótimo exercício especialmente para pessoas ansiosas e para quem deseja ser mais disciplinado.

Você pode fazer esse planejamento em algum momento durante a sua rotina do despertar ou um dia antes de começar a semana de trabalho. Planeje o dia lembrando-se de deixar espaço para acontecimentos inesperados e tente seguir o seu planejamento, mas sem se estressar quando algo não correr como o previsto.

Esse hábito estimula a disciplina e produtividade. Você perceberá que existe tempo para concluir tudo o desejado, mesmo que não seja possível realizar tudo em um dia só. Por exemplo, para finalizar um projeto pessoal ou profissional, talvez você precise trabalhar nele uma hora a cada dia.

3.     Relembrar os seus objetivos

Todos os dias, relembre quais são os seus objetivos e porque são importantes para você. Por qual razão você tem se esforçado todos esses anos? Quais são os seus motivos para levantar-se da cama? O que você deseja alcançar eventualmente? Os lembretes diários vão ajudá-lo a manter a motivação e, nos dias em que estiver desanimado e acreditar que a vida é muito difícil, a recuperar o ânimo.

4.     Praticar uma atividade física

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Pratique uma atividade ou exercício físico todos os dias por, pelo menos, 20 minutos. Você tem várias opções para escolher: caminhada, corrida, dança ou atividade aeróbica, exercícios em casa, esporte ou academia.

Além de elevar o humor e controlar a ansiedade, as atividades físicas liberam hormônios que atuam como analgésicos naturais, combatendo as dores musculares oriundas do trabalho.

5.     Expressar-se criativamente (ou não)

Expressar os sentimentos não é fácil para muitos indivíduos. Crenças como “preciso resolver tudo sozinho”, “sentir é para os fracos” e “não posso demonstrar sinais de vulnerabilidade” impedem que eles processem emoções e sentimentos de maneira saudável.

Em vez de expressá-los, eles os guardam dentro de si e não percebem que essa repressão causa mais tormenta. Assim, em um momento de descuido ou de estresse, liberam tudo o que estavam guardando de uma vez só. Choram copiosamente, têm crises de ansiedade, brigam com pessoas queridas e podem acabar se ferindo sem querer.

Portanto, expresse os seus sentimentos sem vergonha ou medo todos os dias. Você pode fazer isso por meio de uma atividade criativa, como escrever, pintar ou tocar um instrumento, bem como um esporte ou outro hobby que considerar interessante.

6.     Praticar meditação

Os Psicólogos

Conheça a equipe de psicólogos do nosso consultório. Confira o perfil e área de atuação de cada profissional.

A EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Meditar por apenas cinco minutos diariamente traz muitos benefícios: tranquilidade, concentração, controle emocional, bom humor e disposição para encarar desafios. A prática pode ser feita de manhã antes do expediente, em um intervalo durante o dia ou momentos antes de dormir. Escolha um horário livre de distrações e comece a meditar!

Utilize um aplicativo ou vídeo de meditação guiada para marcar o tempo da prática ou um timer com aviso sonoro suave. Feche os olhos e respire profundamente algumas vezes até sentir a tensão deixar o seu corpo.

Não tente lutar contra os seus pensamentos, mas, sim, observe-os passar por sua mente como se não tivesse nada a ver com aquilo. Eventualmente você deixará de se distrair com eles.

Quando a prática chegar ao fim, respire profundamente mais uma vez e movimente ligeiramente o corpo.

7.     Fortalecer conexões

Mantenha contato com quem você ama. Envie mensagens ou faça ligações rápidas somente para checar como elas estão e contar sobre a sua vida.

Esses pequenos momentos de conexão fortalecem o vínculo entre vocês e, ainda, combate a sensação de solidão que às vezes sentimos em virtude da abundância de compromissos.

8.     Agradecer

A gratidão é um hábito excelente para a saúde mental. Ela tem capacidade de lhe ajudar a perceber que há muitas coisas em sua vida que merecem ser valorizadas, especialmente nos momentos ruins. 

No fim do dia, agradeça pelas coisas boas que aconteceram. Podem ser coisas simples, como uma xícara de café, uma conversa intrigante com um colega de trabalho ou uma volta tranquila para casa.

Se você não consegue encontrar nada no dia para agradecer, procure por alternativas na sua vida, como, por exemplo, sua família, amigos, cônjuge, conquistas do passado, memórias de infância, entre outros.

9.     Dormir bem

Como Escolher seu Psicólogo

Nesse guia completo você vai conhecer tudo sobre psicólogos e psicoterapia. A escolha do psicólogo certo para você envolve diversos fatores. Descubra aqui.

COMO ESCOLHER O SEU PSICÓLOGO

Ter uma boa noite de sono, bem como uma rotina noturna que colabore para esse objetivo, é fundamental para a saúde mental. Dormir demais ou de menos causa desatenção, irritabilidade, aumento de peso, cansaço mental e estresse.

Uma rotina noturna eficaz é composta por hábitos que relaxam tanto o corpo quanto a mente momentos antes de dormir, como alongamento, leitura reconfortante, oração, uma xícara de chá ou leite quente, rotina de cuidados com a pele, etc.

De preferência, não devem ter ligação com aparelhos eletrônicos, pois eles dificultam o relaxamento.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Thaiana Brotto

Thaiana Brotto é psicólogo e CEO do consultório Psicólogo e Terapia. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC. Registrada no Conselho Regional de Psicologia pelo número CRP 106524/06.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *