Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Autorrealização: por que é tão difícil alcançá-la?

Autorrealização: por que é tão difícil alcançá-la?

Parece que as melhores coisas da vida demoram tanto para acontecer, não é? Você passa anos sonhando com um romance de tirar o fôlego, com o emprego perfeito e uma dezena de pequenas realizações em outras áreas da vida. Mas por que às vezes parece que os seus ideais nunca se tornarão realidade?

É possível fazer alguma coisa para mudar essa situação? Neste post, você compreenderá tudo sobre a autorrealização e os desafios encontrados pelo caminho.

O que é a autorrealização?

A autorrealização é considerada a forma mais alta de sucesso. É a sensação de felicidade e de “missão cumprida” sentida após a conquista do seu maior objetivo de vida, seja esse qual for.

Cada pessoa possui a sua própria visão de sucesso e se sente realizada com base nessa perspectiva. Logo, a autorrealização pessoal pode estar ligada ao sucesso profissional, a ter uma família grande e saudável, a finalização de um projeto, ao encontro de um amor, a vivência de um determinado estilo de vida e assim por diante.

Esta sensação é tão reconfortante porque é conquistada após anos de trabalho duro e de espera pelo momento certo. As pessoas sonham com o dia que os seus objetivos de vida serão realizados e, quando ele chega, a alegria vivenciada é incomparável.

Por que é tão difícil chegar à autorrealização?

Indivíduos de todo o mundo, independente de onde vieram ou das oportunidades que se fizeram presentes a eles, concordam que a trajetória para a autorrealização não é fácil. Na verdade, muitas vezes ela é impiedosa. Exige uma porção considerável de nossas capacidades física, mental, espiritual e psicológica.

Por isso, pessoas dispostas a embarcaram nela devem estar cientes dos possíveis desafios que vão encontrar. A determinação, a disciplina e o pensamento positivo são ferramentas vitais para o sucesso.

Embora não seja possível ter certeza do que podemos nos deparar no caminho, existem fatores que quase todas as pessoas encontram.

A possibilidade de fazer “atalhos” de maneiras pouco convencionais (e, por vezes, morais e éticas), a necessidade de conviver com o sucesso alheio, a pressão para realizar o objetivo logo e o surgimento da sensação de “não ser bom o suficiente”.

A comparação é outro empecilho que aparece somente para nos desmerecer. Ao ver como a história de outras pessoas parece tão fácil, podemos nos questionar o que estamos fazendo de errado. Por que parece ser tão simples para uns?

Em pouco tempo, surge também a vontade de culpar os outros pelas frustrações e as dificuldades. A sociedade, o trabalho, os pais, o cônjuge – todos levam uma parcela da culpa, apesar de serem inocentes.

A verdade é que o caminho para atingir os nossos objetivos mais desejosos é quase sempre longo e recheado de desafios.

Cada pessoa dá início a esse processo sem o conhecimento e as competências necessárias para a posição em que se pretende chegar. Sendo assim, é preciso desenvolver habilidades, tanto técnicas quanto socioemocionais, antes de se aproximar do seu ideal.

Atitudes que afastam a autorrealização

O atraso do nosso sucesso é composto por uma série de posturas e ideais que corroboram para essa situação de alguma forma. Pessoas de sucesso desenvolvem uma variedade de hábitos e crenças positivas, as quais se tornam pilares de apoio enquanto buscam a autorrealização.

Abaixo, veja algumas das atitudes nocivas que o afastam do seu ideal.

1.     Estar com a mente sempre no futuro

A determinação e a paciência podem ser vítimas do desejo por mais. A cada nova etapa concluída, as pessoas querem mais. Elas raramente estão satisfeitas com as suas realidades, pois desejam um emprego melhor, um parceiro diferente, bens materiais mais bonitos, roupas mais estilosas, etc.

Esse desejo insaciável transforma qualquer realização em um feito minúsculo. Você mal aproveita o gostinho da vitória e já quer mais.

Alcançar a autorrealização torna-se um objetivo doentio quando você só pensa em “chegar lá”, mas não aproveita as oportunidades e alegrias do presente. Essas, por sua vez, podem se demonstrar muito úteis para ajudá-lo a alcançar a sua meta final.

2.     Traçar os objetivos errados

Cometer erros é o evento mais comum ao longo do percurso para o sucesso. Você pode ter definido, lá no início, objetivos pouco realistas ou que sem querer estão levando-o para outro caminho. A razão das suas frustrações pode, então, residir no seu planejamento inicial.

Se está muito, muito complicado para você cumprir pequenas metas do seu plano, revise os objetivos traçados inicialmente. É ideal voltar a eles com frequência para atualizá-los conforme as suas necessidades e prioridades do momento, bem como os recursos disponíveis.

3.     Gerenciar o tempo incorretamente

Muitas pessoas não tem tempo livre o bastante para se dedicar aos seus sonhos. Por isso, demoram um pouco mais para chegar à autorrealização.

Mas não ter tanto tempo disponível raramente é um empecilho significativo. Pessoas determinadas encontram maneiras inusitadas de gerenciar o tempo, como acordar horas mais cedo ou dormir horas mais tarde. Aproveitam também os finais de semana e feriados para colocar a mão na massa.

4.     Não confiar em si mesmo

Se você não confia em você mesmo, quem vai confiar?

Quem deve depositar fé incondicional em suas ideias e habilidades é você mesmo. Caso contrário, não será possível encontrar a motivação nem a energia necessária para passar por momentos de crise.

Mesmo se você for a única pessoa que acredita em você, não desista. É somente uma questão de tempo e de oportunidade para os demais passarem a confiar também.

5.     Não aprender com os seus erros

Como dito, errar é muito comum na trajetória para o sucesso, mas será que você aprende com os seus erros? Falhar e não replanejar a sua rota pode custar mais tempo e mais esforço. Então, sempre que cometer um erro, estude-o com a mente aberta para não repeti-lo. Essa reflexão também vai ajudá-lo a encontrar lições para melhorar a sua atitude.  

Atitudes que aproximam da autorrealização

Da mesma forma, a autorrealização se torna possível e mais próxima quando adotamos posturas que visam o nosso bem-estar.

Como a trajetória para o sucesso é longa, é normal os planos e comportamentos mudarem para se adaptarem a um novo modo de pensar ou a um imprevisto grandioso, como uma pandemia ou um acidente.

Todavia, existem algumas atitudes específicas que você pode cultivar para chegar lá mais rapidamente e, sobretudo, com mais saúde mental.

 

1.     Ter hábitos bons

Por “hábitos bons” entendem-se aqueles que lhe ajudam a ficar de bom humor e ter disposição todos os dias, como acordar cedo, pensar positivo, aceitar elogios e não se levar tão a sério. Pessoas que cultivam hábitos saudáveis são inegavelmente mais felizes, além de conseguirem pensar em seus objetivos com uma mente limpa.

2.     Ser flexível

À medida que você aprende com seus erros e novos desafios surgem, será necessário modificar a sua forma de agir ou de pensar. Logo, a flexibilidade é uma qualidade aliada da autorrealização. A pessoa flexível se adapta às novas realidades sem estresse e, ainda, busca novos conhecimentos para ajudá-la a enfrentar o desconhecido. 

3.     Tentar quantas vezes forem preciso

Determinação. Esse é um dos fatores-chave para o sucesso.

Você vai se sentir desmotivado, você vai pensar em desistir, você vai ouvir coisas nem um pouco agradáveis e você não vai receber o apoio das pessoas certas no momento certo. Esses eventos acontecem com todas as pessoas que se dispõem a transformar os seus sonhos em uma realidade palpável.  

Você não é o único, portanto, não leve os insucessos para o pessoal. Seja persistente e tente até encontrar a sua fórmula ideal.

4.     Fazer os sacrifícios necessários

O caminho para a autorrealização é, sobretudo, um caminho de entrega. Você precisará negociar consigo mesmo quais elementos de sua vida poderão permanecer consigo e quais deverão ser descartados.

Por exemplo, atletas dedicam as suas vidas aos treinamentos e a uma alimentação restrita para desempenharem bem. Empresários passam horas trabalhando em seus empreendimentos, perdendo finais de semana e momentos de lazer até estarem consolidados.

Que tipo de sacrifícios você precisará fazer para alcançar o seu sonho?

5.     Vencer o desânimo

Como Escolher seu Psicólogo

Nesse guia completo você vai conhecer tudo sobre psicólogos e psicoterapia. A escolha do psicólogo certo para você envolve diversos fatores. Descubra aqui.

COMO ESCOLHER O SEU PSICÓLOGO

Para superar momentos críticos, que certamente virão, é preciso aprender a gerenciar suas emoções. Pessoas de sucesso sabem que o caminho para a autorrealização é composto de altos e baixos e, por isso, não se deixam desanimar. Criam estratégias para eliminar o mau humor, o desânimo e a frustração. Elas encontram o equilíbrio emocional somente através desse processo constante de autoadministração.

Parece que as melhores coisas da vida demoram tanto para acontecer, não é? Você passa anos sonhando com um romance de tirar o fôlego, com o emprego perfeito e uma dezena de pequenas realizações em outras áreas da vida. Mas por que às vezes parece que os seus ideais nunca se tornarão realidade?

É possível fazer alguma coisa para mudar essa situação? Neste post, você compreenderá tudo sobre a autorrealização e os desafios encontrados pelo caminho.

O que é a autorrealização?

A autorrealização é considerada a forma mais alta de sucesso. É a sensação de felicidade e de “missão cumprida” sentida após a conquista do seu maior objetivo de vida, seja esse qual for.

Cada pessoa possui a sua própria visão de sucesso e se sente realizada com base nessa perspectiva. Logo, a autorrealização pessoal pode estar ligada ao sucesso profissional, a ter uma família grande e saudável, a finalização de um projeto, ao encontro de um amor, a vivência de um determinado estilo de vida e assim por diante.

Esta sensação é tão reconfortante porque é conquistada após anos de trabalho duro e de espera pelo momento certo. As pessoas sonham com o dia que os seus objetivos de vida serão realizados e, quando ele chega, a alegria vivenciada é incomparável.

Por que é tão difícil chegar à autorrealização?

Indivíduos de todo o mundo, independente de onde vieram ou das oportunidades que se fizeram presentes a eles, concordam que a trajetória para a autorrealização não é fácil. Na verdade, muitas vezes ela é impiedosa. Exige uma porção considerável de nossas capacidades física, mental, espiritual e psicológica.

Por isso, pessoas dispostas a embarcaram nela devem estar cientes dos possíveis desafios que vão encontrar. A determinação, a disciplina e o pensamento positivo são ferramentas vitais para o sucesso.

Embora não seja possível ter certeza do que podemos nos deparar no caminho, existem fatores que quase todas as pessoas encontram.

A possibilidade de fazer “atalhos” de maneiras pouco convencionais (e, por vezes, morais e éticas), a necessidade de conviver com o sucesso alheio, a pressão para realizar o objetivo logo e o surgimento da sensação de “não ser bom o suficiente”.

A comparação é outro empecilho que aparece somente para nos desmerecer. Ao ver como a história de outras pessoas parece tão fácil, podemos nos questionar o que estamos fazendo de errado. Por que parece ser tão simples para uns?

Em pouco tempo, surge também a vontade de culpar os outros pelas frustrações e as dificuldades. A sociedade, o trabalho, os pais, o cônjuge – todos levam uma parcela da culpa, apesar de serem inocentes.

A verdade é que o caminho para atingir os nossos objetivos mais desejosos é quase sempre longo e recheado de desafios.

Cada pessoa dá início a esse processo sem o conhecimento e as competências necessárias para a posição em que se pretende chegar. Sendo assim, é preciso desenvolver habilidades, tanto técnicas quanto socioemocionais, antes de se aproximar do seu ideal.

Atitudes que afastam a autorrealização

O atraso do nosso sucesso é composto por uma série de posturas e ideais que corroboram para essa situação de alguma forma. Pessoas de sucesso desenvolvem uma variedade de hábitos e crenças positivas, as quais se tornam pilares de apoio enquanto buscam a autorrealização.

Abaixo, veja algumas das atitudes nocivas que o afastam do seu ideal.

1.     Estar com a mente sempre no futuro

A determinação e a paciência podem ser vítimas do desejo por mais. A cada nova etapa concluída, as pessoas querem mais. Elas raramente estão satisfeitas com as suas realidades, pois desejam um emprego melhor, um parceiro diferente, bens materiais mais bonitos, roupas mais estilosas, etc.

Esse desejo insaciável transforma qualquer realização em um feito minúsculo. Você mal aproveita o gostinho da vitória e já quer mais.

Alcançar a autorrealização torna-se um objetivo doentio quando você só pensa em “chegar lá”, mas não aproveita as oportunidades e alegrias do presente. Essas, por sua vez, podem se demonstrar muito úteis para ajudá-lo a alcançar a sua meta final.

2.     Traçar os objetivos errados

Cometer erros é o evento mais comum ao longo do percurso para o sucesso. Você pode ter definido, lá no início, objetivos pouco realistas ou que sem querer estão levando-o para outro caminho. A razão das suas frustrações pode, então, residir no seu planejamento inicial.

Se está muito, muito complicado para você cumprir pequenas metas do seu plano, revise os objetivos traçados inicialmente. É ideal voltar a eles com frequência para atualizá-los conforme as suas necessidades e prioridades do momento, bem como os recursos disponíveis.

3.     Gerenciar o tempo incorretamente

Muitas pessoas não tem tempo livre o bastante para se dedicar aos seus sonhos. Por isso, demoram um pouco mais para chegar à autorrealização.

Mas não ter tanto tempo disponível raramente é um empecilho significativo. Pessoas determinadas encontram maneiras inusitadas de gerenciar o tempo, como acordar horas mais cedo ou dormir horas mais tarde. Aproveitam também os finais de semana e feriados para colocar a mão na massa.

4.     Não confiar em si mesmo

Se você não confia em você mesmo, quem vai confiar?

Quem deve depositar fé incondicional em suas ideias e habilidades é você mesmo. Caso contrário, não será possível encontrar a motivação nem a energia necessária para passar por momentos de crise.

Mesmo se você for a única pessoa que acredita em você, não desista. É somente uma questão de tempo e de oportunidade para os demais passarem a confiar também.

5.     Não aprender com os seus erros

Como dito, errar é muito comum na trajetória para o sucesso, mas será que você aprende com os seus erros? Falhar e não replanejar a sua rota pode custar mais tempo e mais esforço. Então, sempre que cometer um erro, estude-o com a mente aberta para não repeti-lo. Essa reflexão também vai ajudá-lo a encontrar lições para melhorar a sua atitude.  

Atitudes que aproximam da autorrealização

Da mesma forma, a autorrealização se torna possível e mais próxima quando adotamos posturas que visam o nosso bem-estar.

Como a trajetória para o sucesso é longa, é normal os planos e comportamentos mudarem para se adaptarem a um novo modo de pensar ou a um imprevisto grandioso, como uma pandemia ou um acidente.

Todavia, existem algumas atitudes específicas que você pode cultivar para chegar lá mais rapidamente e, sobretudo, com mais saúde mental.

1.     Ter hábitos bons

Por “hábitos bons” entendem-se aqueles que lhe ajudam a ficar de bom humor e ter disposição todos os dias, como acordar cedo, pensar positivo, aceitar elogios e não se levar tão a sério. Pessoas que cultivam hábitos saudáveis são inegavelmente mais felizes, além de conseguirem pensar em seus objetivos com uma mente limpa.

2.     Ser flexível

À medida que você aprende com seus erros e novos desafios surgem, será necessário modificar a sua forma de agir ou de pensar. Logo, a flexibilidade é uma qualidade aliada da autorrealização. A pessoa flexível se adapta às novas realidades sem estresse e, ainda, busca novos conhecimentos para ajudá-la a enfrentar o desconhecido. 

3.     Tentar quantas vezes forem preciso

Determinação. Esse é um dos fatores-chave para o sucesso.

Você vai se sentir desmotivado, você vai pensar em desistir, você vai ouvir coisas nem um pouco agradáveis e você não vai receber o apoio das pessoas certas no momento certo. Esses eventos acontecem com todas as pessoas que se dispõem a transformar os seus sonhos em uma realidade palpável.  

Você não é o único, portanto, não leve os insucessos para o pessoal. Seja persistente e tente até encontrar a sua fórmula ideal.

4.     Fazer os sacrifícios necessários

O caminho para a autorrealização é, sobretudo, um caminho de entrega. Você precisará negociar consigo mesmo quais elementos de sua vida poderão permanecer consigo e quais deverão ser descartados.

Por exemplo, atletas dedicam as suas vidas aos treinamentos e a uma alimentação restrita para desempenharem bem. Empresários passam horas trabalhando em seus empreendimentos, perdendo finais de semana e momentos de lazer até estarem consolidados.

Que tipo de sacrifícios você precisará fazer para alcançar o seu sonho?

5.     Vencer o desânimo

Para superar momentos críticos, que certamente virão, é preciso aprender a gerenciar suas emoções. Pessoas de sucesso sabem que o caminho para a autorrealização é composto de altos e baixos e, por isso, não se deixam desanimar. Criam estratégias para eliminar o mau humor, o desânimo e a frustração. Elas encontram o equilíbrio emocional somente através desse processo constante de autoadministração.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Como desenvolver a inteligência?

    É possível desenvolver a inteligência?
    É possível desenvolver a inteligência segundo os psicólogos, mas não há somente um tipo de inteligência, mas sim, oito delas: interpessoal, corporal, linguística, lógica, naturalista, intrapessoal, espacial e musical.
  • O que é ter qualidade de vida

    O que é ter qualidade de vida
    O termo qualidade de vida tornou-se um conceito que abrange diversas áreas, podendo ser intelectual, espiritual, física, mental ou financeira. Texto sob a perspetvia de um psicólogo
  • O equilíbrio da assertividade

    O equilíbrio da assertividade - Psicologia
    O que é o equilíbrio da assertividade ? Ser assertivo, ou seja, ser firme nas suas opiniões e as defender com muita propriedade não significa ser rude.

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana F. Brotto

CRP 106524/06. CEO do consultório Psicologo e Terapia. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *