Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Psicossomatização

Categoria dos serviços do psicólogo: ansiedade
Psicossomatização

Os problemas da nossa mente podem se tornar problemas também para o nosso corpo. Por isso, quando algo não vai bem com a saúde mental, os outros órgãos são diretamente afetados através da psicossomatização.

Isso acontece porque o nosso corpo reage aos estímulos da nossa mente quando vivemos sentimentos em intensidade, emoções e traumas.

Quando não cuidamos da mente, o corpo reage

A psicossomatização é o termo usado pelos psicólogos para se referir a esse fenômeno e os estudos das doenças psicossomáticas avançaram muito.

Valor Consulta Psicóloga Bárbara






Não quero informar nome ou e-mail





Atualmente, não se faz mais uma divisão ente corpo e mente, pois se entende que tudo está interligado e que os comportamentos e emoções são produtos do contexto em que vivemos.

Quem nunca ouviu um comentário “fulana emagreceu porque está com depressão” ou “a gastrite dele é resultado da ansiedade“. E os comentários não estão incorretos.

Alguns médicos costumam chamar as doenças de psicológicas quando, após diversos exames e testes, não encontram uma razão para elas. Essas doenças psicológicas são as psicossomáticas.

Portanto, é sempre importante considerar o contexto e o momento de vida de um paciente ao fazer um diagnóstico. Muitas vezes a causa de determinado sintoma está justamente nas vivências do dia a dia.

Quando se coloca muita intensidade em uma situação, ou algum conflito está tomando toda a sua preocupação, é comum que o corpo reaja com manifestações físicas desse estresse ou ansiedade.

Algumas doenças psicossomáticas

São diversas as doenças que podem ter como motivo o fundo emocional. No entanto, algumas são mais comuns. Entre elas:

  • Problemas gastrointestinais;
  • Crises respiratórias;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Doenças dermatológicas;
  • Dores nas articulações.

Como tratar as doenças psicossomáticas?

Ter uma doença psicossomática não significa que a doença, de fato, não exista. Muito pelo contrário, a pessoa realmente está vivendo uma situação de sofrimento e, como consequência, a doença está se manifestando. Por isso, é preciso procurar o tratamento adequado.

Muitas vezes, o tratamento médico pode até surtir algum efeito, diminuindo os sintomas ou aliviando as dores da doença.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

No entanto, esse tratamento não está agindo no foco da doença: os sentimentos e situação que a causam. O psicólogo é o profissional capacitado para tratar as doenças psicossomáticas, lidando com a origem do problema.

Através da psicoterapia, o paciente perceberá quais os aspectos da sua vida que estão causando desconforto, angústia, preocupação ou stress. É possível identificar o ambiente que está causando o problema e o contexto dessa situação.

A partir dessa identificação, o psicólogo consegue ajudar a lidar com esse trauma, oferecendo estratégias para administrar as situações e até dando conselhos.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana F. Brotto

CRP 06/106524 – São Paulo

FORMAÇÃO

Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC