Fadiga pode ser sintoma de estresse

Categoria dos serviços do psicólogo: ajuda emocional
Fadiga pode ser sintoma de estresse

A fadiga pode se configurar como um sintoma de estresse e, neste caso, é preciso buscar a ajuda de um psicólogo para cuidar da parte emocional do problema. E não é só isso.

A fadiga pode ser um sintoma também de infecções com graus variados e, por conta disso, a consulta com um médico também é fundamental. Somente assim serão entendidas as causas da fadiga e seus eventuais tratamentos.

Estresse psicológico

A fadiga costuma piorar quando a pessoa está exercendo uma atividade física ou mental, mas ocorre também quando se está em repouso. Nem os psicólogos ou os médicos e cientistas conhecem todas as razões que levam o indivíduo a se sentir cansado, sem ânimo, disposição, forças e energia para fazer o que antes realizava sem grandes esforços.

Porém, um dos desencadeadores é o estresse psicológico. Ou seja, muitas vezes, o estresse é tamanho que causa a fadiga, que pode estar associada a outros sintomas ou não.

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo, para buscar ajuda emocional, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

É necessário o acompanhamento psicológico urgente já que o estresse que leva à fadiga pode causar problemas no sistema imunológico. Ou seja, o organismo fica desprotegido e enfraquecido, e o risco de doenças mais graves é alto.

O estresse, a fadiga e outros sintomas relacionados a distúrbios emocionais podem ocorrer em qualquer idade, sendo que a fadiga tem se observado com mais frequência em mulheres. Vale lembrar, ainda, que uma grande carga de estresse vem sendo recorrente devido a problemas no trabalho e nas relações íntimas e familiares.

O estresse apresenta outros sinais que vão além da fadiga. O paciente pode perder a memória, sentir dificuldade para se concentrar, ter inflamações na garganta, aumento dos gânglios linfáticos no pescoço ou nas axilas, dores musculares inexplicáveis, nas articulações e de cabeça, sono constante ou insônia e exaustão após qualquer atividade física ou mental.

As pessoas que vivem uma situação de estresse podem apresentar, também, irritabilidade e confusão.

Como o psicólogo vai atuar

É na consulta com um psicólogo que todos estes sintomas serão relatados para que o especialista determine as causas do estresse, há quanto tempo eles apareceram e em que circunstâncias. É ele que vai analisar se há a necessidade ou não de complementar a terapia com medicamentos. E, neste caso, vai recomendar que a pessoa procure um psiquiatra, já que somente o médico poder prescrever remédios. Muitas vezes, os medicamentos associados à terapia levam à cura.

Inicialmente, o psicólogo pergunta sobre a intensidade dos sintomas e se a pessoa já foi diagnosticada com alguma outra situação similar à atual. Porque tudo vai depender de quanto os sintomas apresentados estão prejudicando a qualidade de vida e a rotina diária em casa e no trabalho. Se a pessoa contar que se sente depressiva e ansiosa com frequência, certamente será indicada uma terapia.

O aconselhamento psicológico pode, ainda, estar aliado a um programa de exercícios físicos, já que pessoas sedentárias estão mais propensas a problemas emocionais como ansiedade e tristeza profunda.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Baixa Autoestima

    Baixa Autoestima
    Baixa autoestima é manifestada de forma não proposital, baseada em nossas próprias experiências com as pessoas e o mundo. Entenda como ela funciona e o que pode ser feito para elevar a autoestima.
  • A descoberta de uma doença grave ou crônica

    Estar diante de um diagnóstico de uma doença grave ou crônica é algo que ninguém quer pensar. A presença de um psicólogo nesse processo pode ajudar muito
  • Como tomar decisões – 2

    Tomar decisões pode ser um problema enorme para alguns. Quem tem muita dificuldade em se decidir, pode contar a com a ajuda de um psicólogo.

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.