Newsletter Gratuita
Assine Aqui

5 sinais de que você tem um marido controlador

5 sinais de que você tem um marido controlador

Conheça 5 sinais sutis que indicam que você tem um marido controlador e o que fazer diante dessa situação.

A maioria das pessoas gostaria de saber se elas seriam capazes de identificar uma pessoa controladora se a encontrassem. E quando se trata de amor e relacionamentos, a nossa sociedade tende a romantizar tanto as parcerias intensas e controladoras.

E isso torna difícil de reconhecê-las. Mas, para a psicologia, existem sinais sutis que podem revelar a natureza de um marido controlador. Saiba quais são. 

Como identificar um marido controlador

Você pode estar familiarizada com sinais mais comuns de um relacionamento abusivo como, por exemplo, quando um parceiro a força a se vestir de certa forma ou a proíbe de interagir com a família e amigos.

Mas, há outros sinais que podem indicar que o seu relacionamento tem problemas e que você tem um marido controlador e manipulador, ou até patologicamente obsessivo.

>>> Para saber mais: Pessoas controladoras: como lidar?

Saiba que você está certa em relação aos sinais de intimidação, na forma como você se veste ou da sua relação com amizades. Naturalmente, a sociedade minimiza estes comportamentos como “normais”.

Porém, eles devem ser encarados como um sinal de alerta e indicam que seu par pode ser algo perigoso: um marido controlador, alguém que não tem a agressividade explícita. 

Geralmente imagina-se que um parceiro abusador é um homem fisicamente mais forte, agressivo, que constantemente faz ameaças e ofensas. Ou ainda o valentão mal-humorado que a menospreza.

Mas deve-se estar atenta a sinais que indicam que seu marido é controlador e manipulador. Como dito antes, um relacionamento abusivo nem sempre é explícito, o que é ainda mais perigoso. Agora confira 5 sinais que indicam que seu marido é controlador.

1. Manipulação emocional

Valor consulta atendimento online e presencial psicóloga Suliane






Não quero informar nome ou e-mail





Para controlar pessoas é preciso usar de um arsenal de ferramentas. A manipulação emocional é complexa e sutil o suficiente para que a pessoa que está sendo controlada realmente acredite que elas mesmas são as vilãs. 

Fazer coisas apenas porque seu parceiro está fazendo, não é tão saudável assim. O controlar do comportamento mostra um certo nível de parceiro tóxico. Isso, em um relacionamento, pode levar ao abuso físico e emocional. 

2. Críticas contínuas

Um marido controlador faz você se sentir inferior às demais pessoas. Com frequência ele tem algo a dizer sobre você, seja sobre seu peso, sua roupa ou até mesmo sua personalidade.

Não importa o quanto você tente mudar para agradá-lo (ou apaziguar as críticas que geram tanto sofrimento). Ele tende a agir como se nunca estivesse totalmente satisfeito.

Qual é o seu nível de:

ANSIEDADE
ESTRESSE
DEPRESSÃO
FAZER O TESTE

3. Intimidações e ameaças

Um marido controlador também é capaz de fazer intimidações e ameaças, que são geralmente vazias.

A ameaça de lhe prejudicar caso você reaja a situações desagradáveis que ele lhe expõe. Ou ainda quando você começa a ponderar sobre a possibilidade de terminar o relacionamento. Ou ainda, surge a ameaça de deixar você se você não mudar para ele.

É importante salientar que algumas ameaças podem não ser tão óbvias.

Mas, se seu marido controlador ameaçar você com abuso físico, é preciso tomar providências imediatamente, seja entrando em contato com a polícia (linhas direta de violência doméstica) ou ainda buscando suporte com um psicólogo.

4. Espionagem

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Uma pessoa controladora geralmente passa a espionar a companhia o tempo todo. Embora algumas pessoas admitam olhar em pertences privados de suas parceiras e vice-versa, não haveria muito problema em apenas estar olhando sua rotina.

Porem, quando os parceiros levam estas investigações a níveis obsessivos, eles costumam ir muito mais longe e isto é um sinal de um marido controlador.

5. Desconfiança

Um marido controlador dificilmente confiará na esposa. Ele questionará tudo o que você faz e pensa. Sempre há a necessidade de provas para acreditar em qualquer coisa que você diga, mesmo para coisas e assuntos pequenos, como ir à padaria.

Na verdade, não importa o quanto você tente ganhar a confiança dele, pois, se recusará a acreditar que você está sendo honesta.

Como Escolher seu Psicólogo

Nesse guia completo você vai conhecer tudo sobre psicólogos e psicoterapia. A escolha do psicólogo certo para você envolve diversos fatores. Descubra aqui.

COMO ESCOLHER O SEU PSICÓLOGO

Se você notar mais do que alguns desses sinais dentro de seu relacionamento, poderá perceber que seu parceiro é um marido controlador e, portanto deve levar essa situação a sério.

No início, ele assume o controle de uma maneira muito sutil, ganhando alguns centímetros aqui e ali. Mas, ao longo do tempo, através do poder da sugestão persuasiva, ele se tornará cada vez mais controlador, manipulador e abusivo.

Se você acha que seu parceiro pode ser um marido controlador, é importante procurar estes sinais e tomar uma atitude. Você pode procurar a ajuda de um psicólogo para identificar o comportamento de controle. Inclusive, ele irá ajudá-lo a lidar com um relacionamento abusivo.

Lembre-se: todo relacionamento tem uma troca contínua. Mas você deve ter mais certeza e autoconfiança, saber se proteger e se prevenir.

Gostou deste texto sobre marido controlador? Então não deixe de ler sobre 7 sinais de manipulação emocional!

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Thaiana Brotto

Thaiana Brotto é psicólogo e CEO do consultório Psicólogo e Terapia. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC. Registrada no Conselho Regional de Psicologia pelo número CRP 106524/06.

85 comentários em “5 sinais de que você tem um marido controlador

  1. Verdade, eu terminei uma relação á 1 semana, relação essa que durou 10 meses de vida comum, em que o meu parceiro me controlava, eu não podia trabalhar, não podia lidar com familia mais proxima, não podia ter opinião contraria á dele e por fim vieram agressões fisicas e manipulação, chegando mesmo a gravar conversas que tinhamos dentro de casa par depois chantagear… meu deus vivi o inferno!!!

    • Olá, Filomena!

      Que bom que você conseguiu se desvencilhar dessa relação. Seja sua prioridade sempre!

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

      • Olá engraçado o tema controlador será quê e só homem que e controlador será que não existe mulheres tbm controladores

        • Olá,
          Obrigada pelo seu comentário!
          Sim, existem homens e mulheres controlares.
          Abraços,
          Psicóloga Thaiana

          • Olá, sinto que o google não entende bem minhas perguntas. Eu sei que existem maridos controladores e já li bastante sobre isso. No entanto, vejo muitas piadas com esposas controladoras normatizando este tipo de situação. Gostaria de saber se normatizar essa situação, rir dela, ou ignorá-la não pode aumentar também o número de maridos controladores, pois se o parceiro reproduzir os comportamentos da parceira controladora isso é uma possibilidade. Os machistas seriam os únicos com quem os homens devem desabafar e pedir conselhos neste tipo de situação? Sabemos bem que isto não é uma boa ideia. Minha pergunta ao google foi justamente o porque fazem tantas piadas com isso e o primeiro resultado da minha pesquisa foi este.

          • Olá!
            O comportamento controlador não é saudável para nenhum dos gêneros. Isso faz com que a relação se torne conflituosa e desgastante. Infelizmente, quem faz este tipo de piada certamente não entende a seriedade de um comportamento como este. E, quem tem essa consciência precisa combater esses comentários. Sinto muito por você não ter encontrado a resposta para o que procurava. Eu e minha equipe estamos à disposição.
            Abraços,
            Psicóloga Thaiana

      • Oi meu nome é tal
        ita prpreciso muito de sua ajuda vou acabar fazendo uma besteira de tanto ouvir absurdo do meu marido

        • Olá, busque conversar com um psicólogo especializado em relacionamentos o quanto antes, certamente ele conseguirá te ajudar a lidar com essa situação. Abraços

  2. Sinto que meu marido me controla muito, ele diz que tem medo que aconteça alguma coisa comigo.
    Esses dias voltando do mercado peguei carona com um vizinho que ele tem boa relação e meu marido ficou furioso, disse que mulher casada não pega carona e que o vizinho podia ter más intenções e poderia me fazer mal, ele pensou até em se separar
    Será que realmente estou errada?

    • Olá, Mara!

      Infelizmente não consigo te dar uma resposta pronta sobre a sua dúvida, já que não conheço o contexto da sua relação.
      O que recomendo é que você pesquise sobre Terapia de Casal, que pode ser bastante importante para vocês, para compreenderem o espaço de cada um dentro da relação. Pense nisso.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

    • Eu namoro a 2anos. E vivo no céu e inferno ao mesmo tempo. A gente se ama de verdade.mas não sou feliz de verdade. Ele sutilmente me manipula. Já me bateu, já me espancou com direito a outros, socos, cabeçada e uma facada. Fiquei com o rosto desfigurado. Olho, boca estocada. E tentativa de asfixia. Ele estava bêbado e me agrediu, em seguida me levou ao hospital, mas antes disso q ia fugir. Se arrependeu e cuidou de mim. Isso foi a 1ano e melhorou muito depois. Mas as vezes ele surta, me xinga. Tenho medo. Amo ele. Sou mt feliz com ele. Mas ap sinal da primeira briguinha eu já entro em pânico.mesmo q ele não tenha mais me batido, ficou o medo. Eu parei de fazer muitas coisas. E vivo praticamente só pra ele. É horrível. E não quero terminar .Pq quando tentei eu pensei q fosse morrer. E até tentei suicídio. Sem ele não quero viver. E com ele não posso viver pq minha família é contra. É horrível

      • Olá, Amanda,

        Sugiro fortemente que você busque por ajuda profissional para encarar esses sentimentos que estão tão confusos. Um psicólogo é o profissional que ajudará você a reorganizar os seus sentimentos e pensamentos, bem como fortalecer o seu emocional e autoestima. Pense nisso!

        Abraços,
        Psicóloga Thaiana

      • Olá!

        Tem muita mulher que se acostuma a sofrer com homens manipuladores e se submetem a essa vida com medo de ficarem sozinhas, achando que ninguém mais irá gostar dela. É tudo ilusão da mente. Todo ser merece ser feliz e ser feliz é estar em paz, viver em paz, com a liberdade garantida de ir e vir, fazer o que gosta, cuidar de si, se amar sempre antes de qualquer outra pessoa, é assim que vc atrai pra tua vida pessoas melhores. Um relacionamento é feito pra elevar um ao outro, crescer junto, aprender junto. Desavenças sempre haverão, mas quando chega ao ponto de a mulher se anular em tudo pra agradar o parceiro, então com certeza não é um relacionamento saudável, ainda mais quando parte para a agressão. Mulher ou homem com baixa autoestima, se deixam manipular por medo da solidão, mas como disse antes, é ilusão que a nossa própria mente debilitada cria. Procure a expansão do seu ser. Vc é prioridade na tua vida, independente dele. Não é vc que tem que se moldar a ele para agrada-lo e fazê-lo se sentir amado e seguro. Se ele te ama de verdade, ele irá querer te ver feliz, fazendo as coisas que te agradam, que te fazem bem, jamais irá te anular como ser pq antes de vcs serem um casal, vcs são indivíduos independentes, com gostos independentes, vc tem seu livre arbítrio e merece se expandir e se amar antes de qualquer coisa. Lembre-se sempre de quem vc é e era antes dessa relação, lembre-se da tua essência, ela sempre chama para o despertar. A vida e o mundo são tão cheios de possibilidades, e se limitar a um relacionamento abusivo, se limitar a ser infeliz ao lado de alguém que te machuca não é digno da tua alma. Tenha sede de vida!

    • Eu me envolve com um homem mas maduro sou mais nova do que ele 33 anos… Tivemos um filho está com 5 meses agora

      Eu achei interessante endetifico nele algum comportamento sim… Eu não posso questionar que já é motivo de gritos
      Do nada ele pega a roupa dele e vai pra outro lugar e fala que não sou mais mulher dele..

      Mas ele não saí passa o dia em casa como se nada tivesse acontecido

      E esta dorme fora de casa

      Alega que eu sou problemática e não me suporta mais

      Que ele quer paz

      Mas ele não saí passa o dia se servindo e quer satisfação não quer dá satisfação…

      • Adriana,
        Pense no seu bem-estar e do seu filho, trabalhe seu autoconhecimento e o seu fortalecimento emocional. É muito importante!
        Abraços,
        Psicóloga Thaiana

  3. Tenho um marido mandão e controlador e obcecado por limpeza , trabalho fora chego em casa todo dia tarde ,temos um filho de 4 anos , não tenho empregada e faço tudo dentro da minha casa,ele reclama o tempo todo e a casa por mais que eu me mate de tanto limpar nunca está bom pra ele, no domingo meu dia de folga q era para descansar e curtir meu filho fico até tarde na faxina da casa.Ele sempre vem atrás limpando tudo novamente e me fazendo sentir incapaz …não aguento mais

    • Olá, Lucineia!

      Eu compreendo que seja uma situação realmente bastante delicada. O que eu recomendo fortemente é que você busque uma Terapia de Casal. Através da psicoterapia o profissional é um intermediador entre o casal que colabora para um diálogo assertivo na solução dos conflitos. Pense nisso.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  4. Eu estou casada já faz uns meses…meu marido não deixa eu procurar um trabalho pois quando ele me conheceu eu trabalhava,ele não deixa eu sair sozinha nem se for pra ir no mercado comprar alguma coisa,ele diz q eu não preciso sair sozinha,se eu quero comer alguma coisa ele diz q é pra eu esperar ele chegar em casa q ele compra,só fico dentro de casa o dia todo e se eu sair na porta da rua ele já acha ruim ele diz q eu não perdi nada pra tá fora de casa já não sei oq eu faço e ele sempre quer fazer de mim uma vilã da história me ajuda por favor

    • Olá, Cintia!

      Compreendo que seja uma situação delicada.
      O mais indicado nesse caso é você tentar buscar uma conversa franca e até mesmo sugerir uma terapia de casal, como forma de fortalecer a relação e autonomia de cada um.
      Um psicólogo será uma espécie de “intermediador” de diálogo entre o casal, visando a resolução dos conflitos.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

    • Olha, eu já sou mais radical, casamento nenhum me segura. Posso amar a pessoa, mas deixo de amar rapidinho se tentar me controlar. A mulher tem que entender que não precisa de homem pra viver. Eles querem colocar a mulher sempre como vilã, que ela que comete o “pecado”, que a culpa é dela quando o mal na verdade está dentro da mente do parceiro. Se ele desconfia, é responsabilidade dele essa desconfiança, tá tudo na cabeça dele e eles sempre tentam reverter a situação, mas não acredite. Quanto mais a mulher obedece, mais eles tiram proveito dessa manipulação. Eu sei o que digo pq já vivi isso e não é obrigação nossa aceitar esse tipo de vida só pq estamos casados. O amor que sinto por mim, será sempre muito maior que pelo parceiro e sabe como alimentamos nossa autoconfiança e autoestima? Fazendo o que se gosta e todo mundo pode ser leal e fiel no relacionamento fazendo o que se gosta, é isso que fortalece a união. Vc pode fazer sua caminhada com suas amigas em um fim de tarde e quando seu parceiro te apoia e vc se sente apoiada, nossa, o relacionamento vai aos céus pq vc sente amada e é aí que vc vai cultivar teu relacionamento com muito mais amor pq existe parceria nessa união e jamais haverá espaço para traição ou mentiras pq uma porta linda se abre entre os dois.

      • Sempre tento explica isso ao meu marido, que o amor junto com o respeito, confiança e admiração não dá entrada a traição. O casal pode viver uma liberdade com os amigos e parentes, por que nada há de abalar essa relação. Mas ele não entende isso, mesmo que eu esteja com minhas amigas ou família, sou sempre alvo de críticas, desconfianças e investigação.. Ele não entende que todos nós precisamos de espaços para vivermos com todos ao nosso redor e um para o outro..
        Tem q ser sempre de acordo com o que ele quer.. regras que só cabe a mim… a ele não se aplica..
        Está acabando com a nossa relação…

        • Olá!
          Obrigada por compartilhar o seu relato! Pense na possibilidade de uma Terapia de Casal. Acredito que ajudaria bastante vocês!
          Abraços,
          Psicóloga Thaiana

    • Parabéns Fernando, você como todo abusivo acabou de revelar o quanto você precisa de ajuda.
      O assunto aqui é sobre homem abusivo, não caberia mulher abusiva no texto, apesar de existirem muitas por aí.
      Pesquise sobre mulher abusiva caso queira saber sobre o assunto.
      Mas se você veio por causa do título é porque provavelmente estava procurando algo pra saber se você se enquadra no perfil abusivo.
      Saiba que pela sua reação defensiva a resposta é SIM
      Proporção de 90 para 100 de que você é abusivo e pode ficar sozinho se continuar assim.
      Existe tratamento para isso
      Se cuida

  5. Amo meu marido. Estamos juntos a quase um ano, mas de uns meses pra cá ele anda controlando tudo a minha volta. Minha maneira de vestir minha maneira d criar meus filhos nao deixa ter contato nenhum com homem. Meu filho de 4 anos nao pode nem falar com o pai. Nao posso ir na padaria. Vive me apontando como traidora e mentirosa. Fuca no meu celular o tempo todo. Ate com minhas amigas implica. Oq faco sou louca por ele. O amo

    • Olá, Andreia!

      Infelizmente não consigo falar de maneira muito elaborada por não conhecer a contexto da história de vocês. De qualquer modo, o que posso dizer num primeiro momento é que você pode sugerir para ele que busquem por terapia de casal, que é uma excelente ferramenta para o bem-estar do casal.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

      • Eu estou casada a 11 anos mais meu marido e muito ciumento e Agora que proibir deu trabalha fala se eu for que ele vai mim larga o que eu faco

        • Olá, Silvana!

          Talvez uma terapia de casal seja interessante para vocês, para aprimorarem o diálogo e entenderem o espaço de cada um dentro da relação. Outra alternativa bastante interessante também pode ser a terapia individual, onde somente você faria, com o objetivo de fortalecer o seu emocional e a sua autoconfiança. Pense nisso.

          Abraços,
          Psicóloga Thaiana

  6. Meu marido, me trata bem, faz de tudo para mim, mas no perfil da rede social dele, nunca colocou foto minha ou descreveu que é casado, vive adicionado mulheres lindas, curtindo a foto delas, diz sempre que é amiga dele, se reclamo me chama de louca, fica com raiva e acabo achando realmente que estou errada, o que me machuca é o fato de ele sempre ficar me mandando emagrecer, pintar as unhas me arrumar, me comparando a elas, eu trabalho o dia todo, mas não me dá dinheiro para isso, controla os que gasto diz q precisamos poupar. Me sinto sempre pouco para ele, sempre feia, mas ele me trata bem dentro e fora de casa.

    • Olá, Sandra!

      Compreendo que você se vê numa situação bastante delicada e que se sente confusa com tudo isso. O que eu recomendo é que você procure se aprofundar mais no seu autoconhecimento e no seu bem-estar, a terapia pode ser muito útil para você nesse momento. Outra coisa que você pode pensar em buscar é a terapia de casal, que poderá agregar muito na relação de vocês também.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  7. Agorá tive certeza que meu marido é controlador e muitas vezes chega ser cruel,vivo nessa relação a quase 20 anos ,penso em me separar e não consigo,
    Sou fraca tenho vontade de morrer e me culpo por não gostar mais dele

    • Olá, Janise.

      Você já pensou em dar início a um processo terapêutico para trabalhar essas questões tão profundas e delicadas que você tem passado? Eu tenho certeza que seria muito interessante para você.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  8. Queria muito uma consulta com o psicólogo mas não tenho dinheiro para pagar vivo uma situação muito crítica Meu marido vive me criticando fala direto sobre o meu passado ontem mesmo ele me chamou de ridícula fala da minhas roupas que não sou capaz de sustentar os meus filhos sozinha não sou capaz de trabalhar tudo que eu faço para ele não tá bom entra semana e sai semana eu não saio de casa pois tenho uma casal de gêmeos vivo nessa vida estou morando em outro estado longe da família e sinceramente depois que a gente veio para cá ele mudou muito não é a pessoa que ele vive desconfiando de mim sempre me dá macho sendo que eu nem saio de casa Vivi jogando piadas é o dia todo piadas como traição se descobrir alguma coisa de mim mata que vai fazer Inferno da minha vida Sinceramente não aguento mais essa realidade quero ir muito embora infelizmente não tem nem condições ainda até para mim ir embora minha mãe tem que vir me buscar Aonde eu estou fico pensando na minhas filhas as despesas elas são muito alto e no momento eu não posso trabalhar porque elas são bebês

    • Olá, Tamara!

      Compreendo que seja uma situação bastante delicada. Busque atendimento em faculdades no seu estado ou mesmo através do SUS, que fornece atendimento psicoterápico gratuito. Em paralelo a isso, se aprofunde em ler temas sobre relacionamento e também sobre autoconhecimento. Clicando aqui você também poderá se cadastrar na minha newsletter, para receber conteúdos gratuitos em seu e-mail sobre os mais variados temas da psicologia, que tem ajudado milhares de pessoas.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  9. Bom, eu estou numa situação em que eu não sei exatamente o que fazer, meu marido é maravilhoso, faz tudo o que peço tenta mudar o que não me agrada… mas as desconfiaças são demais eu mesmo ja estou ficando louca com isso. Ele usa de que eu estou traindo ele, vira a cara ameaça separação e sabe que com isso me magoa, machuca e me deixa mal. me ligou de video no trabalho eu atendi e mesmo assim disse que acha que eu estou mentindo. as vezes penso em me separar mas eu o amo, amo a minha familia, sei que arrumo desculpas pra não enxergar a falta de desconfiança que ele tem em mim. Isso me faz ter crise de ansiedade. eu preciso muito de um psicologo. 🙁

    • Olá, Aline,

      Acredito sim que a terapia individual seria muito importante para você, principalmente para fortalecer o seu emocional. Mas também sugiro, em paralelo, que vocês busquem por uma Terapia de Casal, que ajudará os dois a entenderem melhor o que está acontecendo.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  10. estou em um relacionamento novo e tem apenas 6 meses,mais fui logo morando junto com ele porque ja conhecia ele a um bom tempo,ele era uma pessoa maravilhosa e gentil,mas teve umas mudanca terrivel nao gosta queeu tralho nao posso sair so e controla minhas roupas e afastou minhas amigas nao posso conversar com nimguem tudo mundo tem defeito ele nao gosta por algum motivo ,ele tem que estar sempre com a rasao,as vezes mim faz mim sentir um lixo relebrado um passado que 3le mesmo desenhou na mente dele

    • Olá, Silvania,
      Uma sugestão neste caso é que vocês invistam numa Terapia de Casal para alinhar todas essas questões. Eu tenho certeza que será muito importante para vocês. Caso ele não aceite, pense sobre fazer uma terapia individual para fortalecer seu emocional.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  11. Boa tarde, comecei um relacionamento porém nos falamos mais por mensagem, e percebo que ele diz que se preocupa comigo, que precisa cuidar de mim, mas que eu não posso tomar nenhuma decisão sem ele, ele diz pra mim que é muito ciumento e muito nervoso isso já vi ele se estressa fácil, diz que precisa cuidar de mim e me ensinar o que é a vida, ou seja acho que quer mudar minhas opiniões, não sei o que faço quando tentei terminar com ele. Ele ficou nervoso e me ofendeu, depois pediu desculpas disse que estava chamando minha atenção pra eu não terminar com ele, mas que já se arrependeu e pedi desculpas. O que devo fazer me ajuda por favor

    • Olá, Miriam,

      Eu não consigo dar uma resposta pronta aqui. Eu precisaria entender todo o contexto, conhecer você, sua história de vida…
      O que sugiro é que você reflita na possibilidade de iniciar um processo terapêutico para trabalhar suas questões emocionais e fortalecer o seu emocional, que fará toda a diferença e você mesma encontrará todas as respostas que procura.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  12. Estou casada a 4 anos, meu marido é obsessivo, irritadiço, tudo tem que ser do modo como ele quer, caso algo saia diferente já briga logo, estou farta desse casamento. Ja ensaiamos a separação várias vezes, mas ele não aceita. Não me deixa ter contato com outros homens, sair sozinha nem pensar, enfim é um inferno. Não o amo mais, sinto que estou jogando minha vida fora. O que me segura é que recentemente fui aprovada no concurso para outro estado e assim que for nomeada meu cárcere acaba. Ele me trata como sua empregada de luxo, tudo eu tenho que fazer das tarefas domésticas às coisas profissionais, é muita coisa. Estou exausta, emocionamente deprimida, sem vontade de levantar de manhã. Sem vontade de viver, a vida se tornou um inferno.

    • Olá, Vanessa,

      O que recomendo fortemente neste momento é que você reflita na possibilidade de iniciar um processo terapêutico para falar sobre essas questões que afligem você. Priorize o seu bem-estar e a sua qualidade de vida e saúde mental. A terapia certamente poderá ajudá-la! Obrigada por compartilhar o seu comentário.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  13. Estou casada há quase 11 anos, meu marido é ciumento ao ponto de rasgar as minhas roupas…
    Sem falar que ele me controla bastante, não posso pegar no meu celular que ele ficar com raiva, ele sempre me falar que eu estou escondendo alguma coisa.
    Ele é muito ciumento e na verdade eu não sei como lidar com essa situação!!

    • Olá!

      Uma terapia de casal pode ajudá-los nesta situação. A terapia tem o objetivo de fazer com que ambos compreendam seus espaços dentro do relacionamento e, por outro lado, ajuda a fortalecer a individualidade de cada um.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  14. Estou casada a 4 meses meu marido ele não quer que eu trabhe não posso ir na praia com meus filhos não posso ter amizade pois ele fecha logo a cara não posso sair pra destruir minha cabeça nem com minha mãe gosto dele mas estou sentindo que estou ficando doida me olho no espelho e sinto que perdi minha essência sempre trabalhei sempre fui ativa até caminhada ele não aceita que faço não sei oq ué faço mas sinto que não sou feliz , anos trás tive poblema de depressão tenho medo de está voltando a fica mau novamente

    • Olá!

      O diálogo é sempre a primeira opção para entender o que pode estar havendo. Uma outra sugestão é que vocês busquem terapia de casal para compreenderem de maneira assertiva o espaço de cada um dentro da relação.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  15. Fiquei casada 18 anos,mas sempre tive medo de me separar,até q conseguiu com oficial de justiça,mwu filhos pequenos, um adulto eu trabalhando em casa de festas infantil de segunda a segunda,tinha tmp pra eles só no dia levava para escola,mas eu estava esgotada,trabalho em casa, trabalho fora e meus filhos ,acabei aceitando meu wx marido q fez horrores com nós,,fez juras de amor e arrependimento, faz 4 meses q está de volta,alem de não ter mais meus trabalhos q são casa de festas infantil,q vai ser das últimas coisas q vai abrir, minha vida virou uma prisão, e começou as brigas e ofensas tudo de novo,,as agressões verbal,tomo 4 fluoxetina 20mg 2 diazepan a noite e não durmo. Vou ap psicólogo e não consigo ter coragem de contar q estou com meu ex marido,não sei qual reação dele ao ouvir isso

    • Olá,
      O papel do psicólogo jamais será o de julgamento! Seja sincera para trabalhar com profundidade essas questões que te afligem. O psicólogo é o profissional que irá acolhê-la.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  16. Sou casada a 19 anos, meu marido anda muito grosso, as coisa tem q ser da maneira dele, se for em um ambiente q ele não goste das pessoas e do espaço ele vai embora e me deixa lá, as coisa tem q ser do jeito dele, sempre cedo para ter paz e harmonia na família mas cheguei num pontô que não aguento mas. Não vejo solução.

    • Olá!
      Obrigada por compartilhar conosco o seu comentário. Um psicólogo pode ajudar muito nestes casos! Pense nisso.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  17. Estou um casamento possessivo .meu Marido quer controlar tudo credo até minha redes sociais dentro de casa e porre só sabe reclamar de tudo ele só vê filho de 7 ano tudo a ele me arrumo sempre saio com ele ele sempre agarrado no filho parece depois veio nosso filho eu morri para ele .tenho esra6 chamando atenção dele isso está me cansando .12 ano de casamento já ele mudou depois veio filho . Não mas como antes ele não sabe se doar e dar atenção a mim só ele que atenção.Me sinto sozinha mesmo estando casada bebê viajando chega em casa tudo limpinho ele só abre boca reclamar de tudo

    • Olá,
      Obrigada por compartilhar o seu comentário. Um psicólogo pode te ajudar a compreender tudo isso e a traçar os melhores caminhos dentro dessa situação. Também existe a possibilidade de uma terapia de casal, que pode ajudá-los muito também.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  18. Estou casada há 3 meses. Temos até que um relacionamento estável, porém já é a segunda vez que temos uma discussão e ele diz que se eu não estiver satisfeita, que arrume a minha mala e vá embora. Na última vez eu disse que tenho os mesmos direitos, pois afinal de contas pago 50% de tudo. Não sei como resolver .

    • Olá,
      A terapia de casal certamente ajudaria muito vocês neste aspecto. Pense nessa possibilidade!
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  19. Sou casada a 21 anos ,de uns tempos p cá,vejo que meu marido tá na minha cola sempre ,vive estalkeando meus perfis na redes sociais e se atraso p chegar do serviço ,fica me ligando, ele não tem opinião própria, em cs ajuda qdo eu peço, mais não tem iniciativa d nada , as contas de casa eu tenho que lembrar todo mês pq nunca ele lembra …

    • Olá,

      Priorize sempre o diálogo e a transparência naquilo que te incomoda e que você acredita que poderia melhorar na relação.
      Uma terapia de casal também pode ser muito útil.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  20. Que triste a realidade de tantos casamentos. Fico pensando porque nós mulheres sofremos tanto em nome de algo que julgamos errado, achando que é amor, quando na verdade só existe o desamor. É muita falta de amor na relação e falta de amor próprio. E muita preocupação do julgamento da sociedade, de ficar sozinha e recomeçar, é muita falta de acreditar em si mesma. Fico pensando porque nós cometemos tantos anulacoes em nossas vidas em nome do casamento , família, filhos etc. Mas será que isso não é somente uma desculpa? Minha avó separou do meu avô isso numa época que a discriminação era muito maior, mulher sozinha antigamente? Ela criou 9 filhos, lavando e costurando roupa pra fora e venceu na vida. Sofreu? E muito. Ele não era agressivo ou violento mas vivia mais pra fazenda e ela não aceitou isso, ele insistiu no início, mas ela já tinha dado outras chances enfim o que quero dizer é que como uma mulher em uma outra época tão difícil conseguiu viver sem o tal marido e hoje nós somos tão presas a eles e ainda jogamos todas desculpas no amor? Nos filhos?
    Não estou aqui pregando a separação, torço pela família, pelo casamento mas a maioria dos relatos só falam em prisões, tristezas, são relações doentes, onde todos estão doentes e precisando de ajuda. Sei que não é fácil, essas situações precisa mesmo de acompanhamento de psicólogo, talvez até psiquiatra pq muitos dos relatos as pessoas podem estar até com depressão que não consegue reagir. Enquanto formos machistas e não usarmos nossas forças e ficarmos sempre arrumando justificativas para homens, mais doentes iremos ficar. Desejo a todas aqui e a mim que Deus nos proteja nos dê coragem e ânimo pra procurarmos ajuda, que Deus transforma lares e esposos ou que Deus nos dê novos recomeços. Vamos viver porque a vida só é uma. Que Deus esteja com todas vocês.

  21. Sou casada a 13 anos. A alguns anos temos nos desentendido bastante a respeito de sexo. Ele me cobra que não gosto tanto qto ele, que eu não o procuro, deixo na mão dele. Se por algum motivo não quero ele diz que faz tudo pra mim. Isso já se tornou uma tortura. Qdo digo a ele que não tenho obrigação e que ele só me cobra ele diz que não é fica zangado! Estou de saco cheio!!

    • Olá!
      Pense na possibilidade de uma terapia de casal, pode ajudá-los bastante!
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  22. Boa noite. Hj fui surpreendida pelo meu esposo. Depois de 8 anos juntos.quando mim disse q estava saindo de casa. Disse q nao tem ninguem.e q o problema nao é comigo.q ele precisa de um tempo.pra colocar as ideias no lugar. Já nao tinhamos mais dialogos a uns 5 meses. Ele trabalha a noite.e as vezes chegava muito tarde.e toda folga saia.ele sempre dizia q saia pra encontrar os amigos .ate air eu entendi.mais ultimamente chegava pela manha .e ele sempre quieto. E eu respeitando.mas sabia q podia ta acontecendo algo. Temos uma filha de 3 anos e meio… Eu ja esperava uma hora. Se ele vir falar comigo.so nao estava preparada q fosse agora hj. Na hora eu disse tudo bem respeito vc e aceito sua decissao . mais qdo penso ,mim da vontade de chorar choro air passa .eu digo pra mim mesma vai ficar tudo bem. Quem sabe ele precisa desse tempo mesmo …abraço.mim responda algo.desde já agradeço

    • Olá!
      É uma situação bastante delicada e entendo que você esteja confusa. Nesse momento, cuide de você e da sua saúde emocional.
      A terapia também pode te ajudar muito neste sentido, pense nessa possibilidade!
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  23. Exponho o que me incomoda no meu marido, tipo a falta de carinho… E ele passa na cara tudo q faz por eu e meu filho tipo ir buscar ou levar a algum lugar,eainda diz q vivo no meu mundinho… Mas isso não é verdade, já venho procurando o autoconhecimento e me melhorando como pessoa, mas ele não enxerga minha evolução. O que faço ?

    • Olá!
      Compreendo que seja uma situação delicada. Sugiro que você pense na possibilidade de dar início a um processo terapêutico. Um psicólogo é o profissional capacitado para ajudar você a trabalhar estas questões profundas, além de fortalecer o seu emocional de maneira que contribua para a sua tomada de decisões, sejam elas quais forem.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  24. Bom dia.
    Sinto que estou numa relação abusiva e toxica. Estamos morando juntos há 10 meses, fizemos isso no calor da emoção. Ele é muito desconfiado de mim, até com coisas bobas e sem nenhum sentido. Nao posso ir a academia, usar roupas curtas, ter amizade com homem, ver video que tenha algum homem…Sempre achando que to aprontando. Se ele me ver online no whats ele acha que to falando com alguem… Acha ruim quando vou nos meus pais, ele nunca quer ir comigo… Seja aniversario de algum parente, enfim, ele nunca quer ir e nao quer que eu vá tambem. E eu sempre acompanho ele quando vamos na familia dele. Tenho que sempre avisar ele a hora que chego no trabalho,a hora que saiu, onde estou, fazendo o que… enfim, sempre me controlando. Se eu atraso pra mandar mensagem 2 minutos, ele ja fica bravo e desliga a internet. Depois que começamos a nos envolver, sinto que a cada vez estou pior, minhas ansiedades e angustias aumentando, sentimentos loucos dentro de mim, só choro todos os dias e pedindo a Deus que conforte meu coração e que ele mude, pois gosto muito dele e não queria terminar. Já tentei falar pra ele pra fazermos terapia em casal mas ele não aceita, diz que é besteira, não quer de jeito nenhum. E no estado que me encontro, eu fui buscar fazer terapia individual mas ele tbm nao quer que eu faça, e disse que se eu fazer, com certeza nossa relação vai por agua a baixo. Me sinto perdida… queria ajudá-lo pois sei que isso é doença, mas ele não aceita que precisa de ajuda ……

    • Olá!

      O fato dele acreditar que não precisa de ajuda, não pode ser um impeditivo de que você busque esse fortalecimento emocional. Seja sua prioridade e foque no seu bem-estar. Somente uma pessoa com um emocional fortalecido poderá, a partir disso, ajudar aos demais. Pense nisso!

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  25. Boa tarde,meu nome é Christiane tenho 37 anos ,meu marido tem 65 anos ele apresenta der esquizofrenia paranoide não aceita tratamento e briga se falar que ele tem problemas mentais ,ele fala que esta na terra para mata todas as pessoas e levar para o inferno que ele tem azas e é o salvador mundo e ele que controla o tempo,a familia dele não me ajuda em nada como se eu fosse a resposavel por ele ser assim,ele me insolou da minha familia e a familia dele ,não tenho amizades nao saio de casa a não ser se for para levar as crianças para escola ou comprar alguma coisa ele me cupa por tudo que é de ruim que acontece controla ate minha comida tenho que comer escondido fala que estou gorda e que é para mim compra uma balança para pesar a comida que eu como ,me chama de traira e que tenho de quebra a cara ,me faz me sentir culpada como se eu realmente tivesse feito algo errado controla a minha roupas coloca defeito em tudo em mim e no que faço,já tenho medo ate de dirigir ,não tenho vontade de sair de me arruma tenho dores de cabeças constante choro em pensa em qualquer coisa ate escrevendo agora estou e soluços de tanto chorar meus 4 filhos tem deficiecia mentais diferentes sou muito dependente dele financeiramente ,eu tenho dislexia e todos meus filhos também tem alem dos transtornos mentais já não sei o que fazer

    • Olá, Christiane!

      Sugiro fortemente que busque auxílio psicoterápico para você. Um psicólogo certamente poderá ajudá-la a controlar e entender todas essas emoções e angústias. Cuide de você e da sua saúde emocional. Somente quando você estiver se sentindo bem e emocionalmente forte é que poderá, a partir daí, ajudar aos demais. Pense nisso!

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  26. Engraçado, eu sou o marido e passo por todas essas situações
    Minha esposa, mal deixa eu respirar
    Quer ver e saber tudo, tem ciúmes, faz todo tipo de acusação, transforma minha vida em um inferno!
    Mas só vejo falar de marido controlador! Porque não fala de mulheres desequilibradas ??? Essa moeda tem 2 lados!

    • Olá, Vinicius!
      Sim, existem homens e mulheres com comportamentos controladores e em ambos os casos não é saudável para nenhum dos dois.
      Obrigada por compartilhar o seu relato.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  27. Eu e meu marido temos um mercado, fizemos sem dúvida o mesmo trabalho, não tenho salário e nem carteira assinada, simplesmente trabalho, mas quando falo que tenho que comprar algo para mim ou para nossa filha ele briga diz que gastamos de mais e que estou me achando só compro roupa nova no final do ano com muitas brigas, agora mesmo falei que iria comprar umas roupas pois estou precisando e ele briga comigo estou tão mal. E ver minha filha vendo o acontecido fiquei pior ainda, até vomitar já vomitei, minha filha me defende mas ele briga com ela e diz que ela não tem que se meter. Muita angustiada por dentro e me sentindo humilhada. O que eu faço não aguento mais, mas ele sempre consegue fazer com que eu ache que ele está certo.

    • Olá, Fernanda!
      Você precisa, antes de tudo, trabalhar o seu emocional diante dessa situação. É muito comum, até mesmo nas relações mais saudáveis e tranquilas, perdermos um pouco da nossa identidade em função do outro. Sendo assim, procure resgatar em você seus sonhos, objetivos, o que te faz feliz e agrada, e tente trazer ele para esse mundo também. Façam coisas juntos que não sejam só sobre trabalho, por exemplo. Uma terapia pode ser bastante importante nesse caso. Cuide de você, da sua saúde emocional e do seu bem-estar. Priorize a sua felicidade.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  28. Vivo cm meu marido a 6 anos e ele tem mts sinais de um ” marido controlador”.me priva de mtas coisas amizade nenhuma posso ter. faz cm oq as pessoas se afastem de mim e eu delas.controla meu celular, minha rede social etc…
    Mto ciumento reclama do meu trabalho, na questão financeira quer estar sempre por cima.faz cm que eu me sinta sempre culpada de tudo, já me bateu bêbado por ciúmes q ele mesmo inventou quero me separar aí penso q não vou conseguir cuidar da casa sozinha o padrão de vida vai diminuir ameaças constante de separação. Orando a Deus pra me ajudar a dar um basta

    • Olá, caso considere procurar ajuda de um profissional, um psicólogo é indicado para ajudar a entender seu relacionamento e à tomada de decisões. Abraços

  29. Semelhantemente ao colega de alguns comentários acima, acho que também faço parte de uma minoria.
    No meu caso, tenho pouco mais de 8 anos de casado e, nos últimos tempos tenho percebido o quanto minha vida é infeliz ao lado dela. Nesse momento de pandemia, eu estou em home office e ela está saindo para trabalhar pela manhã e volta a tarde. Eu tenho uma manhã excelente ficando com as crianças, ajudando minha pequena na aula online e cuidando do menorzinho (para ele não quebrar nada ou enfiar o braço no vaso sanitário…), mas assim que ela abre a porta e entra eu já sinto o meu dia indo pelo ralo… e assim eu passo o resto do dia pensando em cada palavra que vou dizer para evitar uma discussão, sobretudo na frente das crianças.
    O pior é que este é o único aspecto da minha vida que me entristece: meu casamento. Sou realizado profissionalmente, meus filhos são lindo e saudáveis, em meio à pandemia, graças a Deus ainda não perdi ninguém muito próximo, mas a minha relação homem/mulher…. nossa que desgosto e eu não estou falando de sexo.
    Eu me sinto péssimo ao lado dela, sinto que ela não me respeita. Nada do que eu diga ou mostre para ela que eu fiz de bom ou algum ponto que ela tenha pisado na bola parece tocá-la. Ela é muito dura… não pede desculpa por nada, nunca está errada, não diz por favor, não diz com licença.
    Ao longo deste tempo de casados a nossa casa sempre foi uma zona e sempre fui eu a dar uma limpeza geral na casa. Toda vez que a casa ficava menos zoneada, com as coisas no lugar, espaços desobstruídos, acessíveis para as crianças, era eu que limpava.
    Neste último mês de março eu dei uma geral enorme na casa e finalmente tomei coragem para jogar muita coisa fora, doar muitas outras (pois além de tudo, ao meu ver, ela é acumuladora) e com isso liberar um pouco de espaço em um APTO de apenas 63 metros quadrados com 2 crianças pequenas.
    Assim que eu fiz isso, fiquei extremamente satisfeito de ver as crianças ocupando o quarto delas e a varanda (que estavam tomados de tralhas e inacessíveis…. mal dava para ver o chão…). Arrumei também o nosso quarto, que agora ela ocupa a maior parte do tempo assistindo séries na netflix e com isso a atenção que dedica às crianças se resume a amamentar meu pequeno e muito ocasionalmente brincar com eles enquanto continua deitada…
    Eu penso o quanto eu posso estar sendo machista com esse comentário de arrumar a casa, mas vejam bem: não é que eu queira uma medalha de herói de guerra por cuidar dos meus filhos e arrumar a casa (eu tenho TOTAL clareza de que isso é pura obrigação da minha parte) esse não é o ponto, mas sabem aquela coisa de que “muito ajuda, quem pouco estorva”? O ponto é esse: eu não espero que ela me agradeça por fazer essas coisas (como eu disse, só estou cumprindo minha obrigação), mas será mesmo que ela precisava por exemplo deixar toalha molhada em cima da cama, ou não dobrar os cobertores ao sair para o trabalho? Será que quando eu peço para ela não pisar de tênis dentro de casa, especialmente em tempos de pandemia e também porque meu pequeno, volta e meia, se arrasta pelo chão e até coloca a boca no chão (ou a mão e depois a mão na boca)? Será que é pedir muito que ela não coma dentro do quarto para não juntar baratas ou outros insetos (que aliás, se aparecerem, ironicamente, é a mim que ela chama para matar)?
    Tudo isso eu peço para ela, mas parece que ela, por puro deboche, resolve fazer e continua a fazer…. ela insiste em comer no quarto, andar com o tênis que chegou da rua, dentro de casa, não recolhe comida que cai no colchão, deixa copos de suco inacabados pelo quarto, dificilmente lava um garfo…. Eu chego a comprar copos de plástico para ter menos louça para lavar (o meio ambiente que me desculpe), mas vira e mexe encontro um copo de vidro pela casa (porquê???). Ela não pode usar o de plástico sempre?
    Eu cansei de ver vídeos na internet falando que esse tipo de coisa é bobagem, é coisa pequena, que deve ser relevado… desculpem, eu não acredito nisso…. é nas pequenas coisas que você demonstra o respeito (vejam que eu não disse amor… eu disse respeito) e isso ela não tem por mim. Diga-se de passagem, respeito é a base para que duas pessoas fiquem juntas e isso já não existe em casa.
    Bom, eu tenho certeza que não a amo já há um bom tempo, mas fico pensando como as crianças reagiriam com nossa separação e como seria a logística de ela vir vê-los em uma outra casa que eu alugaria (obviamente eu tentaria ficar com as crianças) ou eu ter de ir vê-los conforme seja acordado em justiça se necessário.
    Já tentei me separar/divorciar algumas vezes, mas ela sempre chora, diz que a vida dela está uma bagunça, que a vida está estagnada, que se sente inferior às amigas. Ela já chegou à praticamente saltar do carro em movimento e eu (me sentindo besta ou culpado), joguei o carro quase na calçada e a fiquei procurando preocupado que alguma coisa pudesse acontecer com ela. Acho que me falta firmeza. Se alguém disser que, lá no fundo eu ainda a amo e por isso que eu “aceito” ainda continuarmos juntos, eu diria; “olha… só se for bem, bem, mas bem lá no fundo, lá onde é tão fundo que nem dá para sentir”. Eu tenho certeza do que sinto: frustração pela infeliz escolha que fiz ao me casar e certeza do que não sinto: amor.
    Desculpem pelo texto tão longo, mas acho que foi mais um desabafo. Eu sou um cara extremamente pouco inclinado à conversa, prefiro mesmo o silêncio. Não tenho muitos amigos e não tenho nenhum apreço por redes sociais, então encontrei esse “canal” para tentar desabafar um pouco.
    Eu já marquei uma terapia de casal para essa semana e estou aguardando o retorno da psicóloga com a confirmação do horário.
    Estou aberto à conselhos ou puxões de orelha, afinal, certamente eu posso estar errado e não vendo o lado dela…

    • Olá, compreendo que você esteja vivendo um momento delicado em sua relação mas fico feliz que você agendou uma consulta com um psicólogo, pois, certamente te ajudará a entender e ressignificar todos esses sentimentos em torno dessa situação. Abraços,

  30. Eu vivi a 13 anos com um homem que só me controlava,ele não gostava de sair e se eu saia ele ficava chateado falava das minhas amizades me colocava muito pra baixo falando do meu corpo e ele nunca estava errado em nada sempre era eu a culpada de tudo, ele controla até nossa filha ela não pode dançar ele fala se ela fizesse alguma coisa que deixa-se ele triste ele ia embora,eu não podia reclamar com ela e ele sempre me chamou atenção na frente dela, falava que eu andava relaxada , não me batia mais sempre colocou a culpa de tudo em mim eu nunca podia fazer nada que não fosse da vontade dele pq aí eu já não prestava.hoje está com 3 duas que ele foi embora eu estou um pouco triste mais não sinto falta.

    • Olá, esse sentimento é comum devido ao longo tempo que estiveram juntos. Aproveite seu tempo com a sua filha e com coisas que gostam de fazer, tenho certeza que será muito bom para ambas. Abraços

  31. Sou casada a 21 anos e meu esposo é extremamente autoritário, tudo tem que ser ao seu redor, é sempre o certo nunca errado, é sempre prefeito, etc….. Não aceita ser corrigido e tem muita dificuldade em pedir desculpas, já foi pior,mas de uns dias para cá tem voltado a tona essa maneira de ser. Já está ficando difícil aguentar. Me faço de besta e até mesmo de surda para viver. Acho que eu quero um psicólogo pra mim. Eu que preciso mudar, acredito que nele o que tinha que mudar já mudou.

    • Olá, compreendo como se sente. Sem dúvidas uma terapia focada em autoconhecimento te dará ferramentas para esclarecer como se sente em relação ao seu esposo. Abraço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *