Como lidar com as falhas

Nem sempre superamos o fracasso, mas é importante saber lidar com as falhas. Leia o artigo e veja como fazer isso.

Winston Churchill dizia: “O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder o entusiasmo”. Nunca fracassar é um tema trazido de gerações em gerações e sempre aprendemos que lidar com as falhas, na verdade é superá-las. O que os psicólogos dizem sobre isso? E como lidar com as falhas?

A repetição do erro tende a gerar o autocastigo ou a repreensão. Nós nos acostumamos a nos culpar quando o fracasso toma conta da vida, em geral atribuindo isso ao azar, às questões externas, mas também a decisões equivocadas.

Porém, saber lidar com o fracasso em si, não é um bicho de sete cabeças. O fracasso e a derrota fazem parte da vida do ser humano, basta olharmos para ele sob outra perspectiva.

Para aprender a lidar com as falhas, enumeramos 5 dicas bem valiosas para você.

5 dicas para lidar com as falhas

Quando erramos, costumamos, ou guardamos segredo para não sermos julgados ou evitarmos repeti-lo. Mas dificilmente seguimos uma terceira solução: reconhecer a falha como parte natural do processo de aprendizagem. E é baseado neste sentido que damos as seguintes dicas.

1. Errar é humano

Toda a ênfase negativa que se costuma dar ao fracasso é porque nos consideramos seres perfeitos, sem falhas e imperfeições. Os sinônimos de fracasso são fraqueza, derrota, desgraça, ruína etc.

>>> Leia também: Lidando com falhas: nossas e dos outros

Quando se falha, nosso costume é impor um julgamento moral em nós mesmos. O sentimento de culpa sobrevém. Errar é humano, faz parte da vida, não somos seres perfeitos e imaculados, ele nos ajuda a entender o processo para que possamos superar aquilo que pode ser melhorado.

2. Reduzir a ansiedade

A ansiedade é uma construção mental de querer antecipar o sucesso com o medo de não errar. Assim, a ansiedade impede que possamos refletir realmente sobre os detalhes de determinados resultados.

Usar a razão ao invés da emoção faz com que possamos perceber que esses resultados, muitas vezes, não serão possíveis de se alcançar, em vista de que não temos as ferramentas certas no momento.

Isso ajuda muito a evitar fracassos futuros. Como parte de lidar com as falhas, exercícios de visualização do problema ou meditar sobre determinadas questões são muito importantes.

3. Educação dos erros

Lidar com as falhas através da observação dos erros cometidos é aprender a prosseguir na caminhada. Se não aprendemos com os erros, não saberemos tomar decisões certas no momento adequado.

O fato de enxergarmos as falhas por quem já passou por elas é utilizar o conjunto de erros ao nosso favor. Isso significa que todo sucesso não existe sem esforço, pois o merecimento de uma vitória requer um passado de erros.

4. Foco no resultado

Todo resultado importa. Não existe resultado positivo sem erros e acertos. Assim, aprendendo a lidar com as falhas, o mais importante é chegar aos resultados finais, e não prender-se às particularidades no meio do processo, ou seja, nas próprias falhas.

Os erros podem ser simplesmente o trabalho reflexivo de um grande sucesso. Desta forma, a felicidade do esforço também está no próprio percurso, e não necessariamente na parte final. Todo esse conjunto de erros e acertos constitui uma grande vitória completa.

5. Vencer o medo

Umas das principais fórmulas que existem para o grande número de fracassos, é a presença constante do medo. O medo exerce sobre a psique e os estados emocionais muito mais impedimentos e bloqueios do que esperanças de sucesso e superação. Por esta razão, o medo de fracassar torna o fracasso já como vencedor de qualquer ação, antes mesma do que ela aconteça.

Começar de novo

Como vimos, o medo de fracassar e não saber lidar com as falhas nos impede de começar de novo. O medo nos impede de usar a nossa força de vontade a nosso favor.

A ansiedade, juntamente com os complexos de culpa, impõem um ritmo não natural no aprendizado humano. Se mudarmos a perspectiva sobre como lidar com as falhas, os fracassos poderão ser, ao contrário, grandes oportunidades.

Não existe conhecimento ao chegar a resultados positivos sem ter passado por erros e falhas. Somente a experiência direta e cotidiana, por termos transitado ou visto alguém passar pelas falhas que nos proporcionam esse conhecimento.

Todo grande trabalho é feito de rascunhos, toda fórmula científica é realizada mediante tentativas e erros.
Geralmente, quem tende a evitar o fracasso jamais saberá a lidar com as falhas. E, desta forma, estarão evitando, da mesma forma, o próprio sucesso.

Para melhor poder enfrentar o fracasso, além destas dicas, é a procura do auxílio de um profissional da psicologia, cuja função é reconduzir a pessoa para o seu próprio caminho.

Gostou do artigo? Então pode se interessar por esse também: O que é maturidade emocional.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Autoestima

    (11) 3213-7287.Zona Sul-Brooklin-Berrini. O que é Autoestima e como desenvolvê-la? O que fazer se você estiver com baixa autoestima. Psicologa Karina
  • É tudo psicológico

    É tudo psicológico?
    Mas, afinal, é tudo psicológico ? Algumas pessoas usam o termo psicológico para diminuir a importância de dores, sensações e doenças.
  • Qual é o momento de procurar terapia?

    Fazer terapia é para todo mundo, mas saber o momento de procurar terapia ser crucial, conforme descreve o psicologo nesse texto

Autor: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)
*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.