Diferença entre Depressão e Tristeza

Diferença entre Depressão e Tristeza

Confundir depressão com tristeza é algo bem comum. Muitas pessoas ao se verem tristes com algum fato ou acontecimento em suas vidas dizem “estou depressiva”, ou classificam a tristeza de amigos ou parentes como depressão. Contudo, na realidade, depressão e tristeza não são a mesma coisa.

Como diferenciar?

A depressão é uma doença, já a tristeza é uma emoção.

A tristeza se caracteriza por ser fenômeno com causas externas, ou seja, ficamos tristes quando ocorre algum evento ou fato negativo em nossas vidas ou com pessoas com quem nos importamos. Ficar triste faz parte da vida, todas as pessoas vão passar por episódios de tristeza, isso é natural, porém a tristeza tem duração limitada e quando ficamos tristes isso não impede de enxergamos coisas boas em nossas vidas.

A depressão caracteriza-se como um fenômeno interno do individuo, que possui sintomas e tem uma duração maior. Ela costuma afetar a pessoa por mais de 15 dias e vem acompanhada de desânimo, falta de interesse generalizado (por coisas e pessoas), altera o sono e o apetite, causa apatia, sentimento de vazio, de desemparo e prejudica o funcionamento da vida em várias áreas: profissional, relacionamentos, familiar e social.

Por que é tão fácil confundir depressão e tristeza?

Um dos motivos para a confusão entre depressão e tristeza é o fato de que os sintomas são parecidos e o tratamento várias vezes é similar. Grande parte dos remédios para depressão ajuda a combater a tristeza. Outro motivo importante é que muitas vezes uma tristeza, ou seja, a dor por algo negativo que tenha ocorrido, como: o fim de um relacionamento, a perda de um parente, ficar desempregado, por exemplo, acaba desencadeando uma depressão que pode ser percebida pelo fato de a tristeza se prolongar além de um limite razoável e por a pessoa começar a reagir de maneira diferente do habitual. Mesmo quando ficamos tristes, somos capazes de reagir aos estímulos positivos de prazer. Porém o deprimido dificilmente consegue. A depressão enfraquece a força de vontade. Ele não tem como lutar contra ela.

Qual é o tratamento para a depressão e para a tristeza?

Existem dois métodos de tratamento para a depressão e para a tristeza. Um se baseia na prescrição de medicamentos antidepressivos. Esse tratamento é feito pelo psiquiatra, que acompanha a pessoa, monitora a utilização da medicação e ajusta a medicação conforme cada caso.

A outra forma de tratamento é a psicoterapia. Nela é estabelecida uma relação de confiança entre o psicólogo e o cliente, onde serão tratados os aspectos emocionais e psicológicos que tem afetado a pessoa negativamente, alterando seu humor e dificultando a superação do quadro de tristeza ou depressão. Na psicoterapia, são identificadas as causas do problema. Portanto é recomendável aliar os dois tipos de tratamento, para que em conjunto, sejam atacadas as causas e os sintomas, aumentando assim a eficácia e rapidez do tratamento.

Autora: Andrea Ferreira (Psicóloga CRP 06/113065)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.