Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Transtorno de Estresse Pós Traumático – TEPT

Categoria dos serviços do psicólogo: terapia cognitivo comportamental, tcc
TEPT - Transtorno de Estresse Pós Traumático

Envolver-se em uma batida de carro que resulte em graves ferimentos ou mortes, a perda de um parente próximo, presenciar ou ser vítima de um ato de grande violência como um assalto ou estupro.

Como enfrentar o Transtorno de Estresse Pós-Traumático?

Todas essas situações mexem racional e emocionalmente com a pessoa de forma profunda e, em muitos casos, são de difícil recuperação.

Essa é a origem do Transtorno do Estresse Pós-Traumático (TEPT), quadro que, quando não acompanhado por um psicólogo, tende a se agravar e dificultar o dia a dia da vítima.

Sintomas do Transtorno de Estresse Pós-Traumático

Valor Consulta Psicóloga Bárbara






Não quero informar nome ou e-mail





Ser submetido à uma situação de grande impacto como um assalto ou um acidente não é sinal garantido de que se desenvolverá o Transtorno de Estresse Pós-Traumático.

Há pessoas que passam por casos como esses e conseguem se recuperar com mais rapidez e de forma menos traumática que outras.

Há também quem vá sofrer deste transtorno muito tempo após o fato em si e que, inclusive, nem relacione o mal-estar com aquele estresse passado. Por isso, é importante ficar atento aos sintomas do TEPT.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

  • Ansiedade: não se trata de querer antecipar problemas e discussões ou ficar pensando neles com preocupação. Nos casos de Transtorno de Estresse Pós-Traumático, a ansiedade é intensa e pode se tornar constante;
  • Medo: seja dos locais, ações ou pessoas que remetam, direta ou indiretamente, à situação vivida;
  • Insônia: a dificuldade para dormir pode aparecer e se agravar pelos dois fatores anteriores: ansiedade e medo;
  • Afastamento: se o fato que gerou o transtorno aconteceu no trabalho, por exemplo, é comum que a pessoa não queira retornar à função e ao local;
  • Dormência e tremores: além dos sintomas emocionais é possível ter sintomas físicos bastante incômodos, como a dormência dos membros ou tremores;
  • Pesadelos e flashbacks: seja no estado inconsciente, quando se está dormindo, ou mesmo durante o dia a dia, é possível que a situação seja reavivada pela mente e aumente os outros sintomas.

Como tratar o TEPT?

O afastamento, um dos sintomas citados acima, tende a dificultar o tratamento do Transtorno de Estresse Pós-Traumático.

Muitas pessoas, ao passar por situações que levem a esse quadro, tendem a acreditar que o melhor a ser feito é evitar o assunto e assim retomar a vida normalmente.

Porém, subestimar o TEPT pode ser uma forma de torná-lo ainda mais grave. Por mais difícil que seja é importante falar sobre o assunto e racionalizar sobre ele primeiro para só então conseguir internalizá-lo sem sofrimento.

Terapia com psicólogo é fundamental

Os Psicólogos

Conheça a equipe de psicólogos do nosso consultório. Confira o perfil e área de atuação de cada profissional.

A EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Em alguns casos, além da ajuda de um psicólogo é importante que seja feita uma prescrição médica para remédios que possam contribuir com o tratamento.

Em alguns casos, a terapia também pode ser aplicada a um casal, como na perda de um filho, ou até mesmo, individualmente, para membros da mesma família.

Tudo irá depender da situação que originou o Transtorno de Estresse Pós-Traumático.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Passividade ou assertividade

    Passividade ou assertividade
    A passividade e a assertividade são temas que, geralmente, causam desentendimento. A passividade é considerada uma virtude, mas até que ponto seria adequada
  • Insegurança Profissional

    Insegurança Profissional e Psicologia
    A insegurança profissional é um entrave para o universo corporativo, sendo responsável por limitações também no crescimento pessoal. É comum que as pessoas tenham receio de expor seus posicionamentos, ideias e dúvidas
  • Corpo Perfeito e Psicologia

    Corpo Perfeito e Psicologia
    A busca do corpo perfeito é, muitas vezes, seguida de frustração. Essa dinâmica pode levar algumas pessoas à depressão. Texto elaborado por psicólogo da clínica de psicologia 

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana F. Brotto

CRP 06/106524 – São Paulo

FORMAÇÃO

Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC