Além da tristeza: quais são os outros sinais de depressão

Categoria dos serviços do psicólogo: depressão
Além da tristeza: quais são os outros sinais de depressão

Irritação, fadiga, dores físicas… Os sinais de depressão vão muito além da tristeza profunda. Gostaria de conhecê-los? Então continue a leitura no artigo abaixo.

Você sabia que existem muitos outros sinais de depressão além da tristeza, desespero e desesperança? E isso pode ser o motivo que impede as pessoas de buscarem a ajuda de um psicólogo. Os sinais de depressão podem variar de pessoa para pessoa e também de acordo com a gravidade e o tipo de depressão que você está sofrendo.

Principais sinais de depressão

Para ficar mais fácil, vamos dividir os sinais de depressão em 3 grandes categorias: psicológica, física e social. Também é importante saber que esse artigo é um guia para ajudá-lo a identificar se você tem ou não sinais de depressão.

Se você estiver procurando psicólogo em São Paulo, para questões de depressão, então conheça os psicólogos que prestam serviços de psicologia no nosso consultório, veja o valor das sessões e agende sua consulta aqui mesmo pelo site.

Mas, tenha em mente que o diagnóstico só pode ser dado por um psicólogo! Portanto, se suspeitar que tem depressão, procure o quanto antes o auxílio de um profissional. Quanto mais cedo você diagnosticar, mais fácil e eficaz será o tratamento.

Sintomas psicológicos da depressão

    • Ansiedade. Sim, ela também pode ser sinal de depressão.
    • Choro compulsivo. Se você percebe que está chorando mais que o normal e se tornando emotivo sem nenhuma razão aparente
    • Irritabilidade. Pessoas com depressão podem ficar com raiva por motivos insignificantes e descontando nas pessoas mais próximas.
    • Incapacidade de se concentrar.
    • Indecisão.
    • Falta de interesse na própria aparência física e descuido com a higiene pessoal.
  • Abuso de drogas e álcool. O abuso de substâncias pode dificultar sua recuperação e pode levar a mais problemas psicológicos.

Sintomas físicos de depressão

    • Alterações de apetite – aumento ou redução do apetite, o que também pode resultar em oscilações de peso.
    • Agitação psicomotora (sendo inquieto ou incapaz de ficar parado).
    • Retardo psicomotor (lentidão dos movimentos).
    • Distúrbios do sono, incluindo insônia. Seu sono pode estar prejudicado porque você não consegue se “desligar” das emoções negativas, ou acha que está dormindo por muitas horas e tem dificuldades de sair da cama.
    • Dores inexplicáveis.
    • Problemas digestivos inexplicáveis.

Sintomas sociais de depressão

    • Isolamento – não querendo se encontrar com familiares e amigos. O resultado disso é que, ao tornar-se ainda mais isolado, você acaba agravando a depressão.
    • Falta de interesse em atividades que você gostava. Os hobbies que antes eram importantes para você agora não mais lhe interessam.
    • Redução do desempenho no trabalho ou escola. Como a depressão pode reduzir a concentração e a motivação, naturalmente você perde desempenho.
    • Dificuldades de relacionamentos interpessoais.
  • Incapacidade de gerenciar tarefas do dia a dia.

Como lidar com os sinais de depressão

Vamos dar algumas dicas de como lidar e aliviar os sintomas da depressão. Mas é importante ter em mente que essas dicas não substituem um tratamento. Apenas um psicólogo irá recomendar o tratamento adequado para administrar e curar o transtorno. Depressão é uma doença séria que pode matar.

Agora confira algumas dicas de como aliviar os principais sinais de depressão!

    • Admita que você tem um problema e se comprometa a trabalhar positivamente para um melhor estado de espírito.
    • Fale com sua família ou amigo de confiança sobre como você está se sentindo. Compartilhar o problema pode aliviá-lo.
    • Anote 3 coisas positivas sobre a sua vida todas as noites antes de dormir e reflita sobre elas quando acordar de manhã.
    • Faça um plano de “onde você quer estar” emocionalmente, mentalmente, espiritualmente e fisicamente. Planeje pequenos passos para chegar lá.
    • Certifique-se de fazer bastante exercício físico. Eles estimulam a produção dos hormônios da felicidade no cérebro, conhecidas como endorfinas, que causam uma melhora em seu humor. Até mesmo uma caminhada diária dá resultado.
    • Tente dormir o suficiente. A depressão pode dificultar uma boa noite de sono, mas há alguns hábitos que você pode adotar para aumentar a probabilidade de você conseguir dormir adequadamente. Por exemplo, tente ir para a cama e acordar à mesma hora todos os dias. Remova distrações e aparelhos eletrônicos, como a TV e o celular do seu quarto.
    • Defina uma programação diária positiva para reintegrar alguma estrutura em sua vida. Por exemplo, tente cozinhar em certas horas do dia e reserve um tempo para se exercitar ao ar livre.
  • Evite fazer uso de substâncias como álcool e drogas.

A depressão pode ser uma doença silenciosa e nada óbvia. Por isso, um psicólogo é fundamental para diagnosticar e recomendar tratamento mais adequeado. Se perceber que seu perfil tem forte indicativo de depressão, procure ajuda. Cuide de você e permita-se ser feliz.

Gostou do artigo? Então pode se interessar por esse também: Depressão: o que é e como tratá-la.

Outros textos que podem lhe interessar

Autor: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)
*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.