Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Estagnação: como combater a sensação de vida estagnada?

estagnacao-como-combater-a-sensacao-de-vida-estagnada

A estagnação acontece quando sentimos estar parados no tempo, incapazes de evoluir, sem compreender exatamente o porquê. Ela pode afetar diversas áreas da vida, como a vida financeira, amorosa e emocional. Por mais que se tente se livrar dessa sensação desagradável, ela parece nos perseguir.

Além disso, só notamos a sua presença quando fazer as coisas mais simples se transforma em um verdadeiro sacrifício. A tensão psicológica e física se tornam constantes difíceis de combater. Quando nos sentimos estagnados, também nos sentimos vazios e desanimados, sem vontade de vencer o cansaço.

Como acabar com a barreira invisível que parece tê-lo aprisionado em uma redoma? Como se apoderar novamente das suas ações, sentimentos e ações? No post de hoje, vamos entender tudo sobre a estagnação!

O que é estagnação?

No mundo dos negócios e das finanças, esse termo se refere a um período de pouco ou nenhum crescimento econômico. Este é comumente acompanhado de eventos negativos, como altos índices de desemprego, e pode ocorrer tanto em curto quanto em longo prazo. Por vezes, é resultado de um choque que abala a economia.

A mesma descrição pode ser usada para definir uma vida estagnada.

É comum passar por momentos de estagnação durante a vida. Haverá períodos de ócio ou de incerteza em sua jornada pessoal, principalmente quando se busca superar um desafio de proporções grandiosas, os quais podem ser solucionados com a ajuda de um psicólogo

Eles são benéficos quando funcionam como “despertadores”, auxiliando você a deixar uma realidade insatisfatória. Ou seja, o ajudam a inovar e fazer as mudanças necessárias para obter o resultado desejado. Se a vida fosse composta somente de sucessos, alegrias e vitórias, não haveria necessidade nem sentido em tentar ser uma pessoa melhor.

Quando agem como “travas”, contudo, não são nada agradáveis. Nesse caso, desânimo, depressão, ansiedade e preguiça podem rodear a sua vida. Você pode se sentir como se vivesse em uma “roda de hamster” gigante, correndo em círculos sem sair do lugar.

Os seus esforços para conquistar objetivos pessoais perdem o sentido porque parecem não surtir efeito. Assim, você também pode experimentar a cólera e a frustração. Por que nada parece dar certo? É um tipo de conspiração do universo? Calma!

Existe explicação e solução para a vida estagnada.

Como a estagnação acontece?

Sorrateiramente, a estagnação se instala e sua presença nem sempre é identificada de prontidão. Por intensificar emoções e pensamentos negativos pré-existentes, a sensação de aprisionamento pode demorar a aparecer. É comum você se sentir tentado a ceder à onda de pessimismo e não conseguir encontrar uma maneira de movimentar a sua vida. Essa característica costuma exigir mais esforços para superar a inatividade.

Quando você guarda impasses inacabados ou conflitos mal resolvidos dentro de si mesmo, consciente ou inconscientemente alimenta ressentimentos. Esses nem sempre são direcionados a terceiros.

Eles podem ser voltados para você mesmo na forma de baixa autoestima e falta de autoconfiança. O apego ao passado, a falta de amor-próprio e o medo do enfrentamento de questões emocionais dolorosas costumam ser os principais motivos da estagnação.

Apego ao passado

O apego aos acontecimentos ou desentendimentos passados pode ser tão grande que até hoje você pode sentir as consequências deles. Eles o impedem de seguir adiante porque a memória do que foi ruim volta à sua mente.

Quando se trata de traumas provocados na infância, a situação adquire maior complexidade e pode requerer ajuda psicológica.

Falta de amor-próprio

A incapacidade de amar a si mesmo como deveria pode levar à uma vida estagnada simplesmente porque você não encontra forças para aproveitar oportunidades e superar desafios.

O amor-próprio é essencial para uma vida de realizações e alegrias, as quais são adquiridas apenas quando se está em movimento. Portanto, é preciso se atentar para os sinais da falta de autoestima e combatê-los com muitas doses de autocuidado!

Medo

Você pode até saber os fatores emocionais e psicológicos que lhe incomodam, mas sentir medo de confrontá-los ou curá-los. As pessoas tendem a preferir permanecer na zona de conforto em vez de se desafiarem para conquistar uma vida mais equilibrada.

Pode parecer uma conduta irracional, mas é muito comum e pode ser solucionada na terapia.

Sinais de estagnação

Como saber se você está, de fato, estagnado na vida? Abaixo, confira alguns sinais que podem orientá-lo sobre esta situação.

  • Você sente que não consegue vencer a procrastinação;
  • Você não tem vontade de fazer nada, especialmente se for algo diferente do que está acostumado a fazer;
  • Você vê os seus objetivos e planos para o futuro se distanciarem cada vez mais;
  • Você busca atividades nada produtivas para preencher o vazio ou confusão emocional, como comer, jogar vídeo game, assistir TV e dormir;
  • Você sente que perdeu o controle da sua vida;
  • Você sente que não está utilizando todo o seu potencial;
  • Você não atingiu nada novo nos últimos três meses;
  • Você tem dificuldade para controlar as suas emoções, dizendo e fazendo coisas que não deseja; e
  • Você sente que o seu intelectual não está sendo totalmente aproveitado.

Como movimentar uma vida estagnada?

Quebrar o ciclo da estagnação pode levar tempo. Esteja ciente de que talvez você precise confrontar questões do passado ou incômodos dos quais você tem fugido. Como mencionado anteriormente, os períodos em que nos encontramos estagnados são ótimos para obtermos ensinamentos importantes e nos desafiarmos.

Quando as pessoas movimentam as suas vidas estagnadas, dificilmente reencontram os impasses que as fizeram congelar no mesmo lugar. Elas crescem, amadurecem e seguem em frente, e você pode fazer o mesmo. Não sabe como? Não tem problema!

Abaixo, veja algumas formas de superar a estagnação.

Encontre inspiração

O que o motiva a levantar da cama todos os dias? O que o inspira a se dedicar ao trabalho ou buscar determinada realização pessoal? Se você não consegue mais encontrar respostas para essas perguntas ou sente que o seu propósito inicial está enfraquecido, busque novas inspirações. Faça isso diariamente.

Uma dica é questionar-se constantemente. Perguntas como “O que você faria se não existissem limites?”, “Se pudesse conquistar qualquer coisa em sua vida, o que seria?” ou “Como você pode mudar a sua vida?” podem renovar o seu ânimo.

Permita-se descansar

Uma vida estagnada também pode significar uma vida sobrecarregada.

Quando você está muito estressado, não consegue ter a mesma produtividade ou disposição para encarar o dia. A Síndrome de Burnout, ou esgotamento profissional, por exemplo, possui essa característica.

Por isso, permita-se relaxar por um período maior durante a semana e aproveite os finais de semana como eles deveriam ser aproveitados: descansando e curtindo com amigos, familiares ou sozinho. Descansar é cuidar da sua saúde mental e preservá-la para que você consiga funcionar cada vez melhor no dia a dia.

Modifique a sua rotina

Fazer a mesma coisa todo dia pode atingir um patamar exaustivo. A previsibilidade torna a vida sem graça e contribui para o aparecimento de diversas condições psicológicas, como a depressão, a ansiedade e até o pânico. Além disso, a explicação para você não ter conquistado nada nos últimos meses pode estar na sua rotina.

Modifique a maneira como faz as coisas. Adicione mais períodos de descontração. Inicie um curso ou um esporte. Saía com um colega de trabalho que você não tem muita intimidade. Viaje para um local nunca visitado. Você também pode tomar as rédeas da sua vida e forçá-la a entrar em movimento, sabia?

Repense os seus objetivos

A redefinição de objetivos é um dos melhores remédios para quem está estagnado. Você pode acreditar que determinado caminho é o melhor para você, mas nem sempre é assim. Na verdade, o oposto é muito comum.

Pense bem no que você deseja conquistar em sua vida e modifique os seus objetivos conforme novas convicções. Você também pode alterar as metas que vão ajudá-lo a chegar lá, acelerando o processo.

Liberte-se do passado

Viver de passado não é saudável. O que aconteceu já aconteceu. Parece um conceito de simples compreensão, mas não é. A sua mente pode estar tão apegada aos acontecimentos de outrora que você nem percebe quando emoções associadas ao passado emergem e interferem no presente.

Valorize a pessoa que você é hoje e aonde você chegou para incentivar a permanência do pensamento no momento presente. Se possuir conflitos internos que deseja resolver, procure um psicólogo para livrar-se de emoções e crenças debilitantes que o impedem de ter a vida que você deseja viver.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana F. Brotto

CRP 106524/06. CEO do consultório Psicologo e Terapia. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC

8 comentários em “Estagnação: como combater a sensação de vida estagnada?

    • Olá, tudo bem?
      Obrigada por compartilhar o seu comentário. Seja sua prioridade!
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  1. Boa tarde, Profissionais!

    Que matéria maravilhosa, meu Deus! Irei compartilhar, pra quem está precisando de ajuda. Podem ter certeza!

    Cheguei até ela, por causa de uma “lição de casa” do meu Terapeuta (excelente, por sinal) para a minha próxima sessão…hehehe. Vim pesquisar mais sobre a ESTAGNAÇÃO, devido a fase em que me encontro [excesso de responsabilidades nas minhas costas com mãe idosa (80 anos, Alzheimer e coração fraco) e a minha única filha de 8 anos sofrendo com ALIENAÇÃO PARENTAL (aonde estou precisando ter muita SABEDORIA pra NÃO “jogar tudo pro o alto”] e, acabei lendo para ME APRIMORAR no meu AUTOCONHECIMENTO.

    Realmente, essa fase é bem difícil mesmo o DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA, sair da fase e avançar de fase… Mas, eu sou “prova viva” que vale a pena se esforçar. CADA PASSO VENCIDO É UMA VITÓRIA CONQUISTADA!

    Att.,

    Faby

    • Olá!
      Obrigada pelo seu comentário e fico muito contente que você tenha gostado do conteúdo.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  2. Cheguei à essa matéria por ter me sentido péssima ao encontrar uma amiga que não via desde 2015, parei pra pensar em como minha vida paralisou desde então! Não construí nada, não mudei meus hábitos ruins…ao contrário me sinto como se estivesse definhando cada vez mais e quanto mais eu penso a respeito, menos acredito que haja solução. O que eu fiz comigo? Porque fiz isso comigo? Nesses últimos anos, continuei a engordar, não me propus a realizar nenhum projeto, não cuidei de mim, nem poupei dinheiro…atualmente estou em meu mundinho, sozinha, me sinto péssima no trabalho e quando chego em casa me prendo à séries de TV pra fugir da minha realidade.

    • Olá!
      Cada pessoa tem o seu tempo. A vida do outro não pode ser um comparativo para a nossa, porque tudo depende do nosso contexto, da nossa história de vida e das nossas escolhas que nos trouxeram até onde estamos. O que está no seu controle é o aqui e agora, e o que você pode fazer com isso daqui para frente. Você não está sozinha!
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  3. Texto lindo e maravilhoso ♥

    Ontem estava com um amigo fazendo planos e ele percebeu que a gente estava fazendo a mesma coisa há um ano atrás. Ou seja, já tínhamos o plano engatilhado mas o mais importante não foi feito, que é a execução.
    O pior é que falta coragem pra iniciar, não sabemos por onde começar nem nada.
    Demos a desculpa da pandemia mas tenho absoluta certeza de que mesmo sem pandemia a gente não faria nada.

    Medo, falta de coragem, as pessoas de nosso convívio não são pessoas que merecem ser usadas como inspiração.. É difícil.

    • Olá, Cláudio!
      O primeiro passo precisa ser dado, mesmo sem motivação, mesmo sem inspiração. Se vocês já têm os planos engatilhados, deem o pontapé inicial!!!
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *